Whatsapp icon Whatsapp

Constituição de 1934

Vargas ao lado dos deputados que discutiram as leis da Constituição de 1934.
Vargas ao lado dos deputados que discutiram as leis da Constituição de 1934.

Após enfrentar as pressões impostas pela Revolução Constitucionalista, Getúlio Vargas tomou as medidas cabíveis que estabeleceriam a redemocratização do país. Seguindo os elementos do novo Código Eleitoral, foram organizadas, em 1933, as eleições que escolheriam os políticos responsáveis pela discussão de nossa nova carta magna. De tendência modernizadora, a eleição da Assembleia Constituinte foi conduzida pelo voto secreto dos maiores de 21 anos alfabetizados, incluindo as mulheres.

Sob um aspecto geral, a nova assembleia era formada por dois grupos de deputados: os classistas, eleitos pelos sindicatos profissionais; e os deputados escolhidos como representantes de seus estados. Formada em maio de 1933, essa assembleia de deputados encerraria as suas atividades em julho do ano seguinte, quando uma nova constituição era oficialmente concedida à nação brasileira.

Em seus aspectos mais amplos, a Constituição de 1934 apresentava muitas características que a aproximavam de sua antecessora. O Brasil continuava a ser uma República Federativa, com relativa autonomia para os estados; os poderes continuavam separados em Executivos, Legislativo e Judiciário; e as eleições diretas eram mantidas como forma de escolha dos governadores, deputados e do presidente.

Além de oficializar as diretrizes do Código Eleitoral, podemos ver que a nova constituição foi composta por outros capítulos que nos revelam a sua singularidade. Assuntos como a educação, a saúde pública, a família e o trabalho aparecem como grandes marcos da transformação que impulsionara a Revolução de 1930. Agora, aos olhos da lei, era possível ver que a hegemonia das oligarquias estava sendo quebrada sob alguns aspectos.

Com relação às leis trabalhistas, a constituição proibiu a distinção dos salários para uma mesma função por razões de estado civil, nacionalidade, sexo e idade. Promoveu a criação do salário mínimo e a padronização de uma jornada de trabalho máxima de oito horas diárias. O repouso semanal remunerado foi instituído, assim como as férias anuais remuneradas. Os menores de quatorze anos de idade eram proibidos de trabalhar e os patrões deveriam indenizar o trabalhador que fosse demitido sem justa causa.

Por meio dessa ampla e significativa gama de direitos aos trabalhadores, a Constituição de 1934 fazia com que Getúlio Vargas conquistasse o apoio de grande parte da população assalariada. A formação de sindicatos foi autorizada, desde que estes fossem devidamente reconhecidos e autorizados pelo Ministério do Trabalho. Dessa forma, o governo conseguia controlar as atividades sindicais e transformar esse espaço em palco de apoio ao governo varguista.

Interessada em oferecer uma política desenvolvimentista, essa mesma constituição se mostrou preocupada em debater os setores industrial e agrícola. A nova carta incentivava a criação de institutos e associações que se preocupassem com o desenvolvimento de técnicas e planos que ampliassem a riqueza gerada pelos campos e indústrias. Dessa forma, Vargas abraçava a burguesia industrial sem necessariamente abandonar as necessidades das oligarquias agroexportadoras.

Com respeito à educação, a carta constituinte se mostrou visivelmente preocupada com o desenvolvimento do ensino médio e superior. Pela nova lei, o ensino primário seria oferecido gratuitamente por instituições públicas e a frequência haveria de ser obrigatória para aqueles que estivessem em idade escolar. Através de tais medidas, era preparada uma nova leva de profissionais que ocupariam os postos de trabalho a serem oferecidos, principalmente, no meio urbano.

Visando garantir a sua permanência no poder, Getulio Vargas conseguiu habilmente barganhar um dispositivo transitório para a eleição do próximo presidente. Pela lei, o primeiro presidente eleito seria escolhido pelos membros participantes da constituinte. Dessa forma, Vargas conseguiu mais quatro anos de governo até que as primeiras eleições diretas fossem realizadas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Rainer Sousa
Mestre em História

Publicado por Rainer Gonçalves Sousa

Artigos Relacionados

O texto da Constituição de 1988 foi elaborado pela Assembleia Constituinte que se reuniu em 1987
Assembleia Constituinte de 1987
Fique sabendo como ocorreu a formação da Assembleia Constituinte de 1987 e a importância que ela teve para a consolidação da democracia no Brasil.
Monumento construído no Rio de Janeiro em homenagem aos soldados brasileiros que lutaram na Segunda Guerra *
Brasil na Segunda Guerra Mundial
Entenda a participação do Brasil na Segunda Guerra Mundial com o envio de 25 mil soldados da Força Expedicionária Brasileira.
Constituição de 1891
Acesse o site e veja como a Constituição de 1891 foi elaborada. Conheça mais sobre as principais características dessa Carta e o momento histórico em que ela foi escrita.
O trabalho escravo e a exploração do trabalho infantil são exemplos de violações contra os direitos humanos.
Direitos Humanos
Clique e conheça a história da defesa e do reconhecimento dos Direitos Humanos, a atuação da ONU, além de ter acesso à Declaração Universal dos Direitos Humanos.
Página do jornal Correio da Manhã denunciando o plano dos comunistas para desestabilizar a ordem nacional em 1937.
Plano Cohen
Acesse o site e conheça mais sobre o Plano Cohen. Veja as origens do plano e sua ligação com o Golpe de 1937. Acompanhe como a farsa do Plano Cohen foi revelada.
Getúlio Vargas assumiu a presidência em novembro de 1930, logo após a Revolução de 1930.[1]
Revolução Constitucionalista de 1932
Clique e acesse este texto para conhecer mais detalhes sobre a Revolução Constitucionalista de 1932. Entenda as causas que motivaram o levante.
Voto feminino no Brasil
Clique para saber mais sobre o voto feminino. Entenda o processo de luta das sufragistas pela garantia do voto feminino no Brasil.
video icon
Guia de Profissões
Guia das Profissões | A vida na Gastronomia, com Júnior Marinho
Quer ter mais informações sobre o curso de Gastronomia e a profissão? Confira uma entrevista com o chefe de cozinha Júnior Marinho, que fala tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas