Whatsapp icon Whatsapp

A Epopeia de Gilgamesh e o dilúvio

A Epopeia de Gilgamesh retratou um episódio de dilúvio semelhante à história de Noé
A Epopeia de Gilgamesh retratou um episódio de dilúvio semelhante à história de Noé

Uma das lendas mais fantásticas dos povos sumérios e que mostram a riqueza de sua literatura foi a Epopeia de Gilgamesh. Possivelmente a obra literária mais antiga já produzida pelos seres humanos, ela é composta por doze cantos com cerca de 300 versos cada um. A lenda conta a história de Gilgamesh, rei sumério e fundador da cidade de Uruk que governou a região por volta do ano 2.700 a.C. Esta epopeia é conhecida graças à descoberta de uma placa de argila escrita em caracteres cuneiformes em ruínas da região mesopotâmica, sendo traduzida por volta de 1890 d.C.

A trajetória de Gilgamesh o mostra como um grande conhecedor das coisas do mundo, inclusive de sua origem e de coisas existentes nas profundezas dos mares. Mas o rei Gilgamesh era despótico e dentre as várias obrigações que impunha a seu povo encontrava-se a construção de uma gigantesca muralha fortificada ao longo da cidade de Uruk. O povo amedrontado com o trabalho imensamente fatigante clamou pela ajuda da deusa Ishtar, que os ouviu e enviou Enkidu. Este, que era protegido da deusa e vivia nas florestas de cedros, deveria desafiar e vencer Gilgamesh em um duelo, matando-o em seguida. Ao chegar ao palácio do rei, iniciou o combate. Entretanto, não houve vitoriosos, sendo que Gilgamesh e Enkidu se tornaram amigos. A amizade os levou a diversas aventuras, destruindo monstros e harmonizando o mundo.

Porém, Ishtar sentiu ciúmes da amizade e tentou seduzir Gilgamesh que, sabendo que aquele que amasse a deusa morreria, não aceitou ser seu amante. A deusa com muita ira pela recusa decidiu matar o amigo de Gilgamesh, Enkidu, infligindo a ele uma doença que o deixou agonizando por doze dias antes de morrer. Com a perda do amigo, Gilgamesh resolveu ir atrás de novas aventuras, o que o levou a encontrar Utnapishtim, um homem imortal que revelou um triste mistério dos deuses: em tempos remotos os deuses haviam decidido submergir a terra de Shuruppak, mas que ele, pela sua devoção, havia recebido ordens de construir uma arca no meio do deserto e abrigar seus familiares, amigos e os quadrúpedes e aves de sua escolha. Utnapishtim assim o fez e, depois de seis dias e seis noites, salvou as pessoas e os animais, conseguindo em troca a imortalidade.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Esse trecho da Epopeia de Gilgamesh é um dos mais conhecidos e influenciou várias lendas na Antiguidade oriental, inclusive a lenda bíblica do dilúvio hebreu, famosa pela arca de Noé. Sendo a produção da Epopeia de Gilgamesh anterior à história bíblica, pode-se perceber a influência que a cultura suméria exerceu sobre os povos da Mesopotâmia e do Oriente Médio.

Gilgamesh ainda tentou conseguir a imortalidade, chegando inclusive a descer ao fundo do mar em busca de uma planta que seria capaz de evitar sua morte. Mas o rei perdeu a planta no caminho e, com medo da morte, já em sua cidade Uruk, evocou seu amigo Enkidu, que lhe contou sobre a vida no mundo das trevas.

A epopeia se tornou famosa no mundo pela sua antiguidade e pela semelhança com a lenda do dilúvio bíblico hebreu.

Publicado por Tales dos Santos Pinto

Artigos Relacionados

A Bíblia é adotada como livro sagrado por diferentes denominações religiosas.
Bíblia
Uma compilação de livros sagrados de natureza religiosa e histórica.
Ruínas dos hititas descobertas por escavações arqueológicas realizadas na Turquia
Civilização Hitita
Entenda como surgiu a Civilização Hitita, que formou um império por volta de 1700 a.C. na região da atual Turquia.
A escrita cuneiforme foi a utilizada por Hamurabi para escrever o código, escrito em 1772 a.C.
Código de Hamurabi
Acesse o site e saiba a origem, as características e a importância do Código de Hamurabi. Acompanhe como se deu sua redescoberta por franceses em 1901.
Moisés e a Lei Mosaica: episódio fundador central na identidade cultural e religiosa dos hebreus.
Hebreus - dos Patriarcas aos Juízes
Hebreus, História hebraica, povo hebraico, História Antiga, civilização oriental, Rio Jordão, Terra Prometida, filisteus, cananeus, amalecitas, edomitas, moabitas, arameus, Êxodo, Moisés, Josué, doze tribos, Jefté, Gedeão, Sansão, Samuel.
Máscara antiga de ouro
O Império do ouro no Reino de Gana
O apogeu e o declínio do Império do ouro no Reino de Gana
Os símbolos foram se desenvolvendo até formarem os primeiros alfabetos da Antigüidade.
Origem da Escrita
Escrita, origem da escrita, sistemas representativos, sistemas pictóricos, hieróglifos, chineses, egípcios, fenícios, mesopotâmicos, sistema fonético, silabas, desenvolvimento da escrita, línguas latinas, vogais, greco-romanos.
Retrato feito em pedra do rei assírio Assurbanipal caçando um leão*
Os assírios
Aprenda mais sobre os assírios, povo mesopotâmico que formou um grande império e ficou conhecido pelo seu poderoso exército.
Reconstrução do zigurate de Ur, no Iraque
Sumérios e Acádios
Conheça duas grandes civilizações que habitaram a Mesopotâmia: os sumérios e os acádios.
video icon
Matemática
Divisão em partes diretamente proporcionais
Nesta aula veremos como fazer a divisão em partes diretamente proporcionais e aplicaremos a teoria em uma questão. Além disso, mostrarei um “macete” para resolver questões desse modelo de uma forma mais rápida.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Filosofia
Anaxágoras
Assista nossa videoaula para entender mais sobre o pensamento pluralista de Anaxágoras.
video icon
Videoaula Brasil Escola
Guia de Profissões
Publicidade e Propaganda
Que tal conhecer um pouco mais sobre as funções de um publicitário?
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Estrangeirismo
Nessa videoaula você entende sobre o estrangeirismo na música "Samba do Approach."