Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. História Geral
  3. Idade Contemporânea
  4. A formação dos Estados Ibéricos

A formação dos Estados Ibéricos

Quando fazemos menção sobre o processo de expansão marítima europeu, implementado durante as passagens do feudalismo para Idade Moderna, sempre tentamos relacioná-lo com os processos de formação das monarquias nacionais européias. Nesse contexto, também damos destaque ao papel pioneiro das nações ibéricas (Portugal e Espanha) na experiência pelos mares.

Para tentarmos compreender esse conjunto de fatores históricos, devemos frisar como o reaquecimento das atividades comerciais, a crise das práticas feudais e o movimento das cruzadas foram de central importância para que essas duas nações desbravassem novas rotas marítimas que transformaram tanto o eixo comercial europeu, quanto a visão que o homem europeu tinha do mundo.

Em certo aspecto, as Cruzadas foram de fundamental importância para a expansão comercial européia. Tomados pela pregação papal que reivindicava o controle cristão da cidade de Jerusalém e a perseguição dos “infiéis” (em sua grande maioria muçulmanos), vários exércitos da Europa partiram rumo ao Oriente. O movimento cruzadista, sob seu apelo religioso, foi responsável pela consolidação de novas rotas comerciais entre o Ocidente e o Oriente.

No entanto, esse desdobramento econômico-religioso também pôde ser observado dentro da Península Ibérica. No século VII, vários grupos muçulmanos empreenderam a expansão do Mundo Árabe e, dessa forma, estabeleceram-se dentro da Península Ibérica. No século XI, o contexto das Cruzadas e da Baixa Idade Média ofereceram a formação do chamado movimento de Reconquista.

Nesse movimento, os reinos cristãos de Leão, Castela e Aragão se unificaram com o objetivo de anular a presença muçulmana da região. Por meio dessa mobilização teríamos, em 1469, o ensaio da formação do Estado espanhol que se consolidou vinte e dois anos mais tarde (1492) no momento em que a expulsão muçulmana havia se concretizado.

Durante a Reconquista, os reinos de Leão e Castela obtiveram o apoio do nobre francês Henrique Borgonha que – em troca de sua participação nos conflitos – recebeu as terras do Condado Portucalense nos fins do século XI. Nessa troca, anos mais tarde, formar-se-ia o território originário do Reino de Portugal.

No século XIV, mediante a crise sucessória causada pelo fim da dinastia de Borgonha, um conjunto de comerciantes da região se mobilizou contra uma possível reintegração do Condado Portucalense aos reinos de Leão e Castela. Empreendendo uma guerra contra os castelhanos, o reino de Portugal foi consolidado pela Revolução de Avis. Em 1385, os comerciantes portucalenses apoiaram a ascensão política do chefe da Ordem Militar de Avis, Dom João.

Com a estabilidade política conquistada por tais processos, a influência do legado científico árabe e os novos valores renascentistas, as burguesias mercantis ibéricas foram as primeiras a desenvolverem uma tecnologia marítima capaz de consolidar novas rotas comerciais e, posteriormente, a conquista do continente americano.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
A Guerra de Reconquista, episódio fundamental na formação dos estados ibéricos.
A Guerra de Reconquista, episódio fundamental na formação dos estados ibéricos.
Publicado por: Rainer Gonçalves Sousa
Assuntos relacionados
Bandeira da Comunidade dos Estados Independentes (CEI)
Comunidade dos Estados Independentes (CEI)
Conheça os motivos de criação da Comunidade dos Estados Independentes (CEI).
Napoleão Bonaparte representado com uma coroa de louros
Era Napoleônica (1799-1815)
Conheça os fatos da Era Napoleônica e suas consequências para a história.
FARC: movimento revolucionário armado de inspiração comunista.
FARC
Conflitos internacionais, crise sul americana, Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia, diplomacia, Manuel Marulanda, Tiro Certo, Pastrana, FARC, tensão na América do Sul.
O aperto de mãos entre os Aliados e o Tribunal de Nuremberg: os dois lados do mundo após a Segunda Guerra.
Tratados da Segunda Guerra Mundial
Tratados da Segunda Guerra Mundial, Carta do Atlântico, Conferência de Teerã, Conferência de Yalta, Organização das Nações Unidas, Conferência de Potsdam, Tribunal de Nuremberg.
Canhão “dictator” (ditador), utilizado pelas tropas da União durante o Cerco a Petersburg, entre 1964 e 1865
Guerra de Secessão
Saiba mais sobre a Guerra de Secessão, conflito que causou 600 mil mortes nos Estados Unidos entre 1861 e 1865.
O levante de 1830 determinou a ruína dos ideais conservadores do Congresso de Viena.
A Revolução de 1830
O novo levante dos franceses contra o regime absolutista.