Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. História Geral
  3. Idade Média
  4. A literatura de Pedro Abelardo e São Tomás de Aquino

A literatura de Pedro Abelardo e São Tomás de Aquino

A Igreja Católica manteve uma herança romana que serviu de união entre as diversas nações da Europa Ocidental: o latim. Essa língua era empregada na lei, na ciência, na filosofia e em quase toda a literatura antes do século XIII. Em latim escreveram grandes filósofos da Idade Média, como Pedro Abelardo e São Tomás de Aquino.

Abelardo foi um filósofo ciente de seu talento. Como professor, obteve extraordinário sucesso. Durante vários anos estudou e atuou em Paris, atraindo grandes multidões às suas conferências sobre filosofia e teologia. Sua vida foi agitada e ficou famosa pelo seu romance com Heloisa, sobre o qual escreveu pungentemente em sua autobiografia chamada História Calamitatum Mearum, A história dos meus infortúnios.

O pensamento de Pedro Abelardo foi todo fundamentado na lógica e na dialética. Um de seus famosos trabalhos foi Sic et Non, Sim e Não. Após uma rápida introdução religiosa, o livro é dividido em questões teológicas e filosóficas e embaixo de cada uma, em colunas opostas, há duas citações, uma apoiando a afirmativa e a outra a negativa. Escreveu ainda Nosce te Ipsun, Conhece-te a ti mesmo, tratado de filosofia moral no qual defende a ideia de que o pecado não está no ato que se pratica, mas sim na intenção.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

São Tomás de Aquino foi o mais famoso dos filósofos escolásticos. O cristianismo da Alta Idade Média foi construído a partir do pensamento dele, baseado na obra Suma Teológica, que exerceu profunda influência no espírito cristão do período. O filósofo buscou inspiração no pensamento aristotélico que apresentava grande harmonia com as concepções religiosas da época.

O grande santo da igreja desenvolveu seu pensamento admitindo a supremacia das autoridades eclesiásticas sobre o poder temporal, argumentando que a verdade absoluta era alcançada através da razão, mas com o auxílio da fé. Escreveu também sobre política e economia.

São Tomás de Aquino: um dos maiores filósofos medievais
São Tomás de Aquino: um dos maiores filósofos medievais
Publicado por: Lilian Maria Martins de Aguiar
Assuntos relacionados
Páginas do romance “O Uruguai”, de Basílio da Gama.
Arcadismo
Clique para conhecer o Arcadismo, juntamente ao seu contexto histórico, suas características mais marcantes, assim como seus principais autores e influências.
Igreja valdense instalada em Turim, na Itália
Valdenses
Saiba mais sobre os valdenses, heresia medieval que ficou caracterizada, principalmente, por negar a autoridade eclesiástica da Igreja Católica.
Clemente de Alexandria foi um dos chamados “Pais da Igreja”
Helenização do Cristianismo em Clemente de Alexandria
Entenda o processo de helenização do Cristianismo em Clemente de Alexandria, um dos mais importantes Pais da Igreja Cristã Primitiva.
No afresco, São Tomás de Aquino está sobre um homem, ou as heresias, e ao lado de quatro mulheres, que simbolizam a razão.
Tomás de Aquino
Clique aqui e conheça a vida de Tomás de Aquino, pensador medieval canonizado pela Igreja Católica por promover a união entre fé e razão, no combate às heresias.
Baixo-relevo romano mostrando uma batalha. Povo marcadamente bélico, os romanos tiveram nos guerreiros bárbaros seus principais algozes
As invasões bárbaras e a queda de Roma
As invasões bárbaras levaram à desintegração do Império Romano do Ocidente e à constituição das características do mundo medieval.
Igreja: a mais poderosa instituição da Idade Média
Igreja na Idade Média
Observe aqui como se deu a trajetória da Igreja na Idade Média.
Joana d’Arc: heroína francesa na Guerra dos Cem Anos.
Guerra dos Cem Anos
Guerra dos Cem Anos, França, Inglaterra, Carlos IV, Eduardo III, Carlos IV, região de Flandres, Filipe de Valois, Batalha de Creci, João, o Bom; de Btretigny, Joana d’Arc, batalha de Calais.