Arte Bizantina

Com a morte do imperador Teodósio, em 395, o Império Romano do Ocidente sucumbiu às invasões germânicas. Enquanto o Império do Ocidente se esfacelava, o Império do Oriente se consolidava como um dos principais impérios da região da Ásia e do Mediterrâneo. Surgia, então, o Império Bizantino.

A sociedade bizantina foi considerada altamente hierarquizada: no topo social estava o imperador e sua família; logo abaixo, mas em torno deles, encontravam-se a nobreza urbana (comerciantes, donos de oficinas, banqueiros, entre outros) e a nobreza rural (grandes proprietários de terras). Na base da sociedade estavam os trabalhadores livres; e mais abaixo se encontravam os servos e os escravos.

Uma das marcantes características da sociedade bizantina foi o apreço às artes, além do grande envolvimento com o saber e a erudição. Dessa maneira, os valores culturais, artísticos, filosóficos e sociais da Grécia Antiga influenciaram diretamente o Império Bizantino, em razão de a capital bizantina, Constantinopla, ter sido construída nas ruínas da antiga cidade grega de Bizâncio.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A arte bizantina sofreu influências do cristianismo, do helenismo grego e das culturas orientais. Essa arte pode ser observada na grandiosidade das arquiteturas e nas sutilezas das pinturas. Podemos também ressaltar os mosaicos bizantinos (técnica de colocação de pedras coloridas lado a lado) que se encontravam no interior das igrejas.

A igreja de Santa Sofia, inaugurada no ano de 537, é a mais bela e conhecida obra arquitetônica bizantina. Portanto, podemos dizer que a arte e a cultura bizantina surgiram a partir do “mosaico de culturas” que formou o Império Bizantino, ou seja, o Império foi constituído por povos de várias localidades do mundo, como gregos, egípcios, asiáticos, semitas, eslavos, entre outros, influenciando diretamente a arte bizantina.

Mosaicos bizantinos e a igreja de Santa Sofia: arte bizantina
Mosaicos bizantinos e a igreja de Santa Sofia: arte bizantina
Publicado por: Leandro Carvalho
Assuntos relacionados
Mosaico localizado em Milão, na galeria Vittorio Emanuel, que representa a lenda da loba com Rômulo e Remo
Origens de Roma: lendas de uma civilização
Conheça algumas das lendas que buscam explicar as origens de Roma.
As revoltas plebéias transformaram as instituições políticas romanas.
Revoltas Plebéias
Roma, Roma Antiga, Antigüidade Ocidental, República Romana, Revoltas Plebéias, Lei das Doze Tábuas, Monte Sagrado, Lei Licínia Sextia, magistratura romana, tribunos da plebe.
Júlio César: um dos mais poderosos generais de toda história do Império Romano.
O militarismo romano
As feições do exército responsável pela formação do poderoso Império Romano.
Espártaco liderou uma revolta que ameaçou a vigência do sistema escravista em Roma.
A revolta de Espártaco
O enorme levante do gladiador trácio que enfrentou o Exército Romano.
Escultura em relevo do imperador Teodósio assistindo a uma disputa no Hipódromo de Constantinopla
Revolta de Nika
Saiba o que foi e os motivos que levaram à ocorrência da Revolta de Nika em Constantinopla.