Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Matemática
  3. Função
  4. Pontos Notáveis da Parábola

Pontos Notáveis da Parábola

Para construirmos o gráfico de uma função do 2º grau representada por uma parábola, precisamos ter conhecimento de alguns pontos especiais, de forma a facilitar a construção da estrutura gráfica. A parábola intersecta o eixo das abscissas (x) e o eixo das ordenadas (y).

Dada uma função do 2º grau representada pela expressão y = ax² + bx + c, para descobrirmos se a parábola intersecta eixo x, devemos fazer y = 0 e resolver a equação do 2º grau com base na expressão ax² + bx + c = 0. Na resolução desta equação, podemos verificar os pontos de intersecção de acordo com o valor do discriminante (∆), utilizando a fórmula de Bháskara:  


As condições são as seguintes:

∆ > 0, a equação possui duas raízes reais e distintas. Dessa forma, a parábola cruza o eixo das abscissas em dois pontos.

∆ = 0, a equação possui duas raízes reais e iguais. Assim, a parábola intersecta o eixo das abscissas em apenas um único ponto.

∆ < 0, a equação não possui raízes reais. Dessa forma, a parábola não possui ponto de intersecção no eixo das abscissas.

A parábola sempre intersectará o eixo das ordenadas (y) de acordo com o valor do coeficiente c da equação do 2º grau. Para determinarmos o valor do coeficiente c, basta atribuirmos a x, valor igual a zero. Por exemplo, a função do 2º grau y = 2x² + 9x + 4 tem como intersecção no eixo y, o ponto de valor igual a 4, pois:

y = 2x² + 9x + 4
x = 0
y = 2 * 0² + 9 * 0 + 4
y = 4


Os vértices da parábola também constituem pontos importantes na determinação correta do gráfico. Os pontos Xv e Yv são representados pelas seguintes expressões matemáticas:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

 

Publicado por: Marcos Noé Pedro da Silva
Assuntos relacionados
Analisando Situações Através de Funções do 1º Grau
Aplicações de uma Função do 1º grau.
O gráfico de funções do segundo grau é uma parábola
Cinco passos para construir o gráfico de uma função do 2º grau
Aprenda a construir o gráfico de uma função do 2º grau em cinco passos!
O vértice é o ponto mais alto de uma parábola com concavidade voltada para baixo
Demonstração das fórmulas das coordenadas do vértice
Aprenda as fórmulas usadas para encontrar as coordenadas do vértice de uma parábola. Conheça também uma demonstração dessas fórmulas baseada nas raízes da função do segundo grau. Veja ainda um segundo método para determinar as coordenadas do vértice, que pode ser o ponto mais alto ou mais baixo de uma parábola.
Função injetora
Definição de uma função injetora. Compreendendo a definição de uma função injetora e sua aplicabilidade.
Interseções são os pontos de encontro entre a parábola e a reta
Interseções entre uma reta e uma parábola
Clique e aprenda o que são as interseções entre uma reta e uma parábola e conheça uma maneira de encontrar as coordenadas referentes a esses pontos.
Leitura de números decimais
fração, números decimais, leitura de números decimais, como é feita a leitura de números decimais, décimos, centésimos, milésimos, parte inteira de uma fração.
Limite de uma Função
Noção intuitiva de Limite.
As parábolas são figuras cuja distância de um de seus pontos até o foco é igual à distância desse mesmo ponto até a diretriz
Parábolas
Clique e aprenda o que são parábolas para a Geometria Analítica, conheça seus elementos e saiba encontrar as equações reduzidas dessa figura.
Variáveis e Funções
Estudo das funções.
Zero da função do 1º grau
O estudo do zero de uma função do 1º grau consiste em encontrar a raiz da equação do 1º grau que constitui esta função, ou seja, o valor de x que determina o zero da função.