Whatsapp icon Whatsapp

Aplicação da Radioatividade na Medicina

A radioatividade é aplamante utilizada na medicina
A radioatividade é aplamante utilizada na medicina

A radioatividade tem larga aplicação em nossa sociedade; portanto, na medicina não poderia ser diferente. A forma de radiação mais conhecida em diagnósticos médicos é a radiografia dos ossos através do uso de raios X. Além disso, usam-se isótopos para diagnósticos, tratamentos e detecção de drogas e hormônios no organismo.

Na medicina, é comum introduzir no organismo de alguns pacientes radioisótopos artificiais, denominados radiotraçadores. Eles recebem esse nome porque, ao serem transportados pelo corpo da pessoa, emitem radiações que permitem seu monitoramento, sabendo por onde passaram e onde se depositaram. Isso permite que o radiologista faça um mapeamento de órgãos.

Um exemplo de radioisótopo é o iodo-131 que é usado no tratamento de câncer de tireoide, pois, por se acumular nesse órgão, suas radiações gama destroem as células cancerígenas. Abaixo temos um quadro com exemplos de outros radioisótopos e sua utilização na medicina:

Exemplos de radioisótopos usados na medicina

Além disso, é possível produzir imagens para os médicos analisarem, pois as radiações beta e gama incidem sobre filmes fotográficos. As imagens também são geradas por radioisótopos emissores de pósitrons e assim é possível detectar se a lesão em questão é benigna ou maligna.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Um tomógrafo usado para esse fim é o PET, sigla que vem do inglês, pósitron emission tomography, isto é, Tomografia por Emissão de Pósitron. O paciente submetido a esse exame recebe uma injeção com radioisótopo emissor de pósitron ligado a uma molécula que tem afinidade com o órgão do paciente que será estudado. Normalmente o radioisótopo utilizado é o flúor-18 com período de meia-vida de apenas 108 min. Ao redor do paciente estarão detectores de radiação que detectarão a emissão de ondas eletromagnéticas dos pósitrons que colidem com os elétrons. Dessa forma, o órgão é mapeado.

Esquema da tomografia por emissões de pósitron

É claro que para cada caso deve haver uma avaliação médica criteriosa que decidirá se o benefício será maior que o risco, visto que a radiação também pode danificar células boas.

Publicado por Jennifer Rocha Vargas Fogaça

Artigos Relacionados

Marie Curie estampada em moeda internacional.
A mãe da radiação
A história da mulher que ganhou dois prêmios Nobel pelos estudos da radioatividade.
O acidente com Césio-137 que aconteceu em Goiânia, em 1987, é até hoje o maior acidente radiológico da história.
Acidente com Césio-137 em Goiânia
Clique o link e acesse este texto sobre o acidente com Césio-137 em Goiânia. Entenda como ele aconteceu e qual trabalho foi realizado para conter seus danos.
Por que devemos nos proteger da radiação?
Bombas radioativas: proteja-se!
Conheça quais são os processos químicos que ocorrem dentro das bombas radioativas e quais efeitos elas podem causar.
Quando o núcleo de um átomo é instável, ele sofre decaimento radioativo natural
Decaimento radioativo natural
Descubra por que ocorre o decaimento radioativo natural somente em determinados elementos químicos.
Lixo nuclear: como se livrar dele?
Descarte de resíduos nucleares
Como dar o destino correto a esse material?
Mutação gerada pelo contato com radiações.
Efeitos da radiação no corpo humano
Saiba sobre as consequências do contato com a radiação.
Símbolo utilizado para indicar a presença de um elemento ou material radioativo
Elementos radioativos
Clique aqui e conheça quais são os elementos radioativos e aprenda algumas de suas utilizações e o porquê dessa denominação.
Os pósitrons são partículas expulsas do núcleo de radioisótopos com elevado número de prótons
Pósitrons
Nesse texto, você conhecerá a constituição das emissões radioativas artificiais denominadas pósitrons, como ocorreu sua descoberta e qual a sua principal aplicação hoje.
Símbolo obrigatório que indica se o alimento foi tratado com radiação
Uso da radiação na indústria de alimentos
Clique e conheça as vantagens e as desvantagens do uso da radiação na indústria de alimentos!
video icon
Química
Éter
Éteres são compostos orgânicos cujo grupo funcional é caracterizado por um oxigênio que se localiza entre dois carbonos (oxi-ponte). São compostos muito utilizados antigamente como anestésicos. São considerados derivados da água por substituição dos hidrogênios por radicais orgânicos.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
videoaula brasil escola
Química
Cinética química
Se ainda tem dúvidas quanto a velocidade das reações, essa videoaula é para você!
video icon
videoaula brasil escola
Português
Redação
Entenda como realizar argumento por causa e consequência com a nossa aula.
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!