Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Química nuclear
  4. A mãe da radiação

A mãe da radiação

Os estudos sobre a radioatividade tiveram a colaboração de uma dama do século XIX, o nome dela era Marie Sklodowska Curie (1867-1934). Essa cientista realizou experimentos sobre a radiação a partir do elemento Urânio, ela utilizou da linha de raciocínio do físico francês Antoine Henri Becquerel (1852-1908), que percebeu que um sal de Urânio emitia radiações. Este sal era o sulfato duplo de potássio e uranila, K2(UO2) (SO4)2.

Marie Curie constatou o que Antoine Henri propôs através de intensos estudos envolvendo Urânio, esse elemento foi classificado como radioativo e a partir daí ainda descobriu dois novos elementos radioativos: o Rádio e o Polônio, inclusive o nome deste último foi em homenagem à terra Natal de Marie Curie, a Polônia.

Os trabalhos de Marie Curie lhe renderam dois prêmios Nobel, um de Física em 1903 e outro de Química em 1911, aliás, ela foi a única pessoa a alcançar o mérito de ser premiada em duas categorias diferentes. Conheça agora um pouco da história desta corajosa cientista:

Marie Curie nasceu na hora e no lugar errado para uma mulher incrivelmente inteligente que queria cursar uma Universidade. Na Polônia do século XIX as mulheres eram proibidas de elevar seus estudos, mas Maria não desistiu de seus sonhos e se mudou para Paris para estudar em uma das faculdades mais conceituadas da época: a Sorbonne. Alguns anos mais tarde ela foi a primeira mulher a ministrar aulas nessa universidade.

Com a ajuda do marido Pierre Curie, que era físico, Marie Curie explorou o mineral chamado pechblenda, descobriu os dois novos elementos já citados, e inventou o termo radioatividade, foi a partir daí que se intensificaram os estudos neste assunto. As contribuições de Marie Curie para a Química e Física ficaram famosas e por isso ela é chamada de “mãe da radiação”.
Marie Curie estampada em moeda internacional.
Marie Curie estampada em moeda internacional.
Publicado por: Líria Alves de Souza
Assuntos relacionados
Urânio enriquecido
Energia nuclear brasileira
Uma forma diferente de urânio radioativo.
Por que devemos nos proteger da radiação?
Bombas radioativas: proteja-se!
Conheça quais são os processos químicos que ocorrem dentro das bombas radioativas e quais efeitos elas podem causar.
A radioatividade é aplamante utilizada na medicina
Aplicação da Radioatividade na Medicina
Neste texto são abordadas as principais aplicações da radioatividade na medicina, principalmente quanto à inserção de radioisótopos no organismo.
O maior problema da energia nuclear é o lixo atômico gerado
Vantagens e desvantagens do uso da energia nuclear
Veja as principais vantagens e desvantagens do uso da energia nuclear e passe a se posicionar melhor a respeito dessa importante questão mundial.
O clímax da produção de neutrinos (tipos de léptons) ocorre quando as estrelas morrem, como na explosão da supernova acima
Os léptons
Conheça a classe de partículas subatômicas dos léptons, que envolve o elétron, o muon, o tau e os neutrinos de cada um deles.
Central nuclear
Uso da Energia Nuclear
Mudanças da constituição do núcleo de um átomo, átomo de urânio, fissão nuclear, central nuclear, energia nuclear, materiais radioativos, reator nuclear, energia elétrica, ciclo termodinâmico.
Qual a potência da bomba de hidrogênio?
Bomba de hidrogênio
Você sabe o que é uma bomba de hidrogênio? Clique aqui e entenda!
Frederick Soddy, cientista que deu nome à segunda lei da radioatividade
Segunda Lei de Soddy
Veja qual foi a segunda lei de Soddy da radioatividade, que explica, juntamente com a hipótese de Fermi, a mudança que ocorre no átomo que emite uma partícula beta.