Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Química nuclear
  4. Emissões Radioativas Naturais

Emissões Radioativas Naturais

Existem três emissões radioativas principais que são emitidas pelos núcleos dos elementos radioativos naturais, que são: emissão alfa (α), beta (β) e gama (γ).

Ernest Rutherford realizou um experimento que ajudou na identificação dessas emissões. Ele trabalhou com um feixe de partículas radioativas que eram emitidas naturalmente por uma amostra de minério de urânio. Essa radiação foi colocada sob ação de um campo magnético e Rutherford observou que o feixe se dividia em três, como mostrado a seguir:

Experimento de Rutherford com emissões radioativas

1- Emissão alfa (α):

Um dos feixes era positivo, pois era atraído pelo polo negativo do campo magnético. Visto que sofreu ação do campo magnético, isso significava que se tratava de partículas, que Rutherford chamou de partículas alfa.

Hoje, sabemos que as partículas alfa são constituídas de dois prótons e dois nêutrons, igual ao núcleo do hélio. Como os prótons são positivos e os nêutrons não possuem carga elétrica, as partículas alfa possuem carga de +2, podendo ser representadas assim: 42α2+.

Assim, quando um elemento radioativo emite uma partícula alfa, ele se transforma em outro elemento com o número atômico (quantidade de prótons) menor em duas unidades (porque perdeu dois prótons) e com o número de massa (quantidade de prótons e nêutrons no núcleo) menor em quatro unidades.

Por exemplo, se o urânio-238 emitir uma partícula alfa, ele se transmuta no tecnécio-234:

92238U → 42α2+ + 90234Th

As emissões α são as que possuem menor poder de penetração e que consequentemente trazem menor dano aos seres vivos, pois elas não conseguem atravessar uma camada de ar de 7cm, uma folha de papel ou uma chapa de alumínio de 0,06 mm. Quando incidem diretamente sobre a pele, podem causar, no máximo, queimaduras, porque as células mortas da pele conseguem deter essas partículas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

2- Emissão beta (β) :

A segunda emissão observada por Rutherford foi a que ele chamou de beta e que ele também concluiu que eram partículas, só que dessa vez com carga negativa, porque sofriam desvio causado pelo campo magnético, sendo atraídas pelo polo positivo.

As partículas beta são, na realidade, semelhantes a elétrons, com massa desprezível e sendo representadas por 0-1β ou β-.

Seu poder de penetração é maior que o da emissão alfa, sendo médio. Essas partículas podem ser detidas por uma chapa de chumbo de 2 mm ou de alumínio de 1 cm, podem penetrar até 2 cm da pele e causar sérios danos.

3- Emissão gama (γ) :

O terceiro feixe observado por Rutherford não sofreu desvio pelo campo magnético, ele seguiu direto, o que significa que não eram partículas e que não tinha carga elétrica.

A emissão gama é na verdade uma onda eletromagnética de alta energia, sendo representada por 00γ.

Ela é a emissão que possui o maior poder de penetração das três e pode causar danos irreparáveis ao organismo humano, pois pode atravessá-lo. São detidas por placas de chumbo de 5 cm ou mais e por grossas paredes de concreto. 

Poder de penetração das emissões radioativas naturais

A emissão radioativa natural mais prejudicial aos seres vivos, podendo trazer danos irreparáveis, é a radiação gama
A emissão radioativa natural mais prejudicial aos seres vivos, podendo trazer danos irreparáveis, é a radiação gama
Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Lista de Exercícios

Questão 1

(UEL-PR) Os elementos radiativos são muito usados em medicina, tanto para diagnósticos como para procedimentos terapêuticos. São também usados para determinar os mecanismos das reações químicas e determinar a idade de objetos antigos. As reações nucleares são aproveitadas em geradores de eletricidade e em armas de destruição maciça. Com relação à emissão de partículas e/ou radiações por átomos radiativos, é correto afirmar:

a) Radioatividade é a emissão espontânea de partículas e/ou radiações de núcleos estáveis de átomos, originando outros núcleos que serão sempre instáveis.

b) A partícula α é um núcleo do átomo de hélio, portanto, é formada por 2 prótons, dois elétrons e dois nêutrons.

c) A partícula β forma-se a partir da desintegração do nêutron, que resulta em um próton, um elétron (partícula β) e um neutrino, partícula sem carga elétrica e de massa desprezível.

d) As emissões gama (γ) são partículas que apresentam menor poder de penetração e maior poder ionizante sobre os gases.

e) As emissões alfa (α) são as principais responsáveis pelos efeitos biológicos das radiações. Podem produzir mutações nas células do nosso organismo com gravíssimas consequências genéticas.

Questão 2

(Unesp) Detectores de incêndio são dispositivos que disparam um alarme no início de um incêndio. Um tipo de detector contém uma quantidade mínima do elemento radioativo amerício-241. A radiação emitida ioniza o ar dentro e ao redor do detector, tornando-o condutor de eletricidade. Quando a fumaça entra no detector, o fluxo de corrente elétrica é bloqueado, disparando o alarme. Esse elemento se desintegra de acordo com a equação a seguir:

95Am241 93Np237 + Z

Nessa equação, é correto afirmar que Z corresponde a:

a) uma partícula alfa.

b) uma partícula beta.

c) radiação gama.

d) raios X.

e) dois prótons.

Mais Questões
Assuntos relacionados
O Césio 137 é um elemento altamente radioativo
Césio 137
O que é Césio 137, acidente do Césio em Goiânia, isótopo radioativo, fissão de urânio ou plutônio, equipamentos de radiografia, emitir radiações gama, fiscalização do lixo radioativo, Comissão Nacional de Energia Nuclear, conseqüências do Césio 137.
Qual a potência da bomba de hidrogênio?
Bomba de hidrogênio
Você sabe o que é uma bomba de hidrogênio? Clique aqui e entenda!
Lixo nuclear: manter isolado
Classificação do lixo nuclear
Qual o grau de nocividade dos resíduos radioativos?
Radioatividade
Clique aqui e entenda em que consiste o fenômeno da radioatividade!
Usa-se o decaimento radioativo para se determinar a idade aproximada da Terra
Decaimento radioativo e a idade da Terra
Entenda como é possível saber qual é a idade da Terra, das rochas e dos meteoritos, por meio de um método que utiliza o decaimento radioativo do urânio e do potássio.
A descontaminação radioativa das pessoas tem início a partir da detecção do nível de radioatividade
Descontaminação de pessoas que entram em contato com a radioatividade
Leia esse texto para entender como é feita a descontaminação de pessoas que entram em contado com a radioatividade.
A transmutação artificial é conseguida em laboratório por meio do bombardeamento de núcleos estáveis com diferentes partículas
Radioatividade Artificial
Descubra o que é radioatividade artificial, como ela é realizada em laboratório, como foi a sua descoberta e de que forma ela tem sido aplicada atualmente.
Frederick Soddy propôs as leis da radioatividade *
Leis da radioatividade
Conheça as leis da radioatividade e como elas explicam a formação de um novo elemento químico a partir de emissões radioativas!
Explosão de uma bomba atômica.
Bomba atômica
Bomba atômica, arma de energia nuclear elaborada durante a Segunda Guerra Mundial, teorias de Albert Einstein, Urânio, fissão nuclear, Hiroshima e Nagasáqui, Harry Truman, quebra do núcleo.
Frederick Soddy, cientista que deu nome à segunda lei da radioatividade
Segunda Lei de Soddy
Veja qual foi a segunda lei de Soddy da radioatividade, que explica, juntamente com a hipótese de Fermi, a mudança que ocorre no átomo que emite uma partícula beta.