Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Sexualidade
  3. Camisinha masculina

Camisinha masculina

A camisinha masculina é um método de barreira feito de látex que evita a gravidez e protege contra doenças sexualmente transmissíveis.

A camisinha é o método atualmente disponível mais eficiente na prevenção contra diversas doenças sexualmente transmissíveis e contra a gravidez. Feita de látex, ela impede a passagem do sêmen, sendo considerada, portanto, um método de barreira.

Apesar de ser um método com relativa eficácia, seu uso incorreto pode ocasionar rompimento, levando à gravidez e à contaminação por vírus e bactérias. Sendo assim, é essencial utilizá-la de maneira adequada.

Leia abaixo algumas dicas de como utilizar a camisinha corretamente:

- Abra a camisinha somente no momento que for usá-la e utilize sempre as mãos. Usar o dente ou tesoura para abri-la pode causar fissuras no preservativo;

- Coloque a camisinha na ponta do pênis quando ele estiver ereto;

- Aperte a ponta da camisinha com uma mão. Esse local será destinado ao armazenamento do esperma;

- Desenrole a camisinha com a outra mão até a base do pênis;

- Certifique-se que não existe ar dentro da camisinha;

- Após a relação sexual, retire a camisinha com o pênis ainda ereto. Cuidado para que o esperma não seja derramado;

- Não jogue a camisinha em vasos sanitários, pois pode ocasionar o seu entupimento.

Além do uso incorreto, a camisinha pode estourar por outros motivos, como má conservação, prazo de validade vencido, embalagem danificada, uso de lubrificantes oleosos e até mesmo tamanho inadequado da camisinha. Apesar do que muitos acreditam, existe sim um tamanho adequado de camisinha. Assim, para uma prevenção eficiente, é necessário observar esse fator.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

É importante também nunca usar dois preservativos ao mesmo tempo, isso pode ocasionar a ruptura em virtude do atrito gerado. Além disso, lembre-se sempre de deixar sua camisinha em local fresco e seco, bem como de verificar a data de validade e a integridade da embalagem. Não guarde o preservativo em carteiras e bolsos, que podem danificar o material, e utilize sempre lubrificantes à base de água.

Em razão da dificuldade de aceitação do método por muitas pessoas que afirmam que ela diminui o prazer ou torna a relação “sem graça”, muitas empresas têm investido na diversificação da camisinha. Hoje já é possível encontrar camisinhas com sabor, cheiro, texturas, maior sensibilidade, que promovem a sensação de calor, entre outras. Todas essas variações têm como principal objetivo incentivar o uso e desmistificar o fato de que a camisinha diminui o prazer sexual.

A camisinha deve ser usada em todas as relações sexuais, incluindo-se a oral e a anal, uma vez que essas práticas também são responsáveis pela transmissão de DSTs. É muito importante salientar que algumas doenças, tais como HPV, podem provocar lesões em partes que a camisinha não protege. Sendo assim, pode ocorrer a contaminação mesmo com o uso de preservativo. Percebe-se, portanto, a importância da redução do número de parceiros sexuais.

Você sabia que a camisinha é um método relativamente barato e também pode ser conseguida gratuitamente em postos de saúde? Caso não saiba onde as camisinhas são distribuídas em sua cidade, ligue para o Disque Saúde (136) e informe-se!

A camisinha protege contra diversas doenças sexualmente transmissíveis e contra a gravidez
A camisinha protege contra diversas doenças sexualmente transmissíveis e contra a gravidez
Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Assuntos relacionados
A sífilis é uma doença causada pela bactéria <i>Treponema pallidum</i>
Sífilis
Saiba mais sobre a sífilis, uma doença sexualmente transmissível que pode matar caso não seja tratada adequadamente.
A camisinha feminina, quando usada corretamente, tem risco de falha de apenas 5%
Camisinha feminina
Entenda como funciona a camisinha feminina e aprenda como colocá-la.
O anticoncepcional oral pode ter sua eficácia reduzida em alguns casos
O que pode “cortar” o efeito do anticoncepcional?
Saiba o que pode “cortar” o efeito do anticoncepcional e previna-se de forma mais efetiva contra uma gravidez indesejada.
HPV é um vírus capaz de infectar pele e mucosas.
HPV
Você já ouviu falar em HPV? Clique aqui e saiba mais sobre esse vírus. Neste texto, abordaremos os diferentes tipos de HPV, os sintomas da infecção por esse grupo de vírus, como é o HPV em homens, as formas de transmissão, de tratamento e de prevenção desse vírus. Falaremos também sobre a vacina contra HPV.
O pênis é o órgão masculino relacionado com a reprodução.
Pênis
Aprenda um pouco mais sobre o pênis humano, sua função e anatomia. Entenda também o que é fimose, circuncisão e as causas do câncer de pênis.
Cuidados com o corpo durante o carnaval
Você sabe quais cuidados com o corpo durante o carnaval todo folião deve ter? Clique aqui e conheça 10 dicas valiosas para aproveitar melhor o carnaval!
Casal praticando sexo seguro
Sexo Seguro
Sexo Seguro, o que é Sexo Seguro, como proceder no ato sexual para se proteger, como usar a camisinha, o que é camisinha.
A pílula anticoncepcional previne a gravidez, porém não evita DST
Pílula anticoncepcional
Compreenda como funciona a pílula anticoncepcional, seus efeitos colaterais e seus tipos.
Tema para ser abordado em sala de aula.
Educação Sexual
Educação sexual, o que é educação sexual, o sexo na adolescência, a importância de conscientizar os adolescentes quanto aos perigos do sexo, o papel dos pais e do professor na educação sexual.
A pílula do dia seguinte não pode ser tomada com frequência
Pílula do dia seguinte, uma contracepção de emergência
Entenda o que é a pílula do dia seguinte e os motivos pelos quais ela não deve ser usada frequentemente como um método contraceptivo.
O método de Billings também é chamado de método do muco cervical.
Método de Ovulação Billings (MOB)
Método contraceptivo natural, que também auxilia no planejamento de uma gravidez.
O diafragma é um método anticoncepcional eficaz na contracepção, quando usado corretamente.
Diafragma
O que é e vantagens e desvantagens do diafragma como método anticoncepcional.