Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Biologia
  3. Botânica
  4. A importância das auxinas para os vegetais

A importância das auxinas para os vegetais

As auxinas são os fitormônios, ou hormônios vegetais, mais importantes das plantas. Além das plantas, esses hormônios podem ser encontrados também em fungos, bactérias e algas. Dentre as atividades fisiológicas das auxinas, podemos destacar como a principal a regulação do crescimento dos vegetais. Elas são produzidas nos locais onde há crescimento, por exemplo, células meristemáticas, folhas jovens, flores, frutos, nas pontas dos caules e das raízes, sendo que, posteriormente, são transportadas às outras regiões das plantas que necessitam.

Dependendo de sua concentração, as auxinas podem ter diversos efeitos sobre a planta. Ela pode provocar o crescimento do caule, das folhas, das flores, das raízes e dos frutos, como também a abscisão foliar, a dominância apical, a formação de flores femininas, a partenocarpia, entre outras atividades.

A aplicação de auxina em plantas frutíferas é utilizada para a produção em larga escala, pois quando aplicadas no ovário das flores, a auxina estimula o crescimento do fruto, mesmo que não haja fecundação. Isso resulta em frutos partenocárpicos, ou seja, frutos que se desenvolveram de ovários não fecundados e, portanto, não possuem sementes.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

A auxina, quando em altas concentrações no ápice das plantas, inibe o crescimento das gemas laterais, em um fenômeno chamado de dominância apical. Ao retirarmos as gemas apicais, observamos que as gemas laterais saem do estado de dormência, dando origem a novos ramos, flores e frutos. É a partir disso que surgiu a poda das plantas, que consiste no ato de se retirar as gemas apicais para o desenvolvimento das gemas laterais.

As abscisões das folhas, flores e frutos nos vegetais não estão relacionadas apenas ao hormônio etileno. As auxinas também atuam nessa queda, que ocorre quando há uma diminuição na concentração de auxina nas folhas, frutos e flores mais velhos.

A auxina está relacionada com a dominância apical em uma planta
A auxina está relacionada com a dominância apical em uma planta
Publicado por: Paula Louredo Moraes
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Lista de Exercícios

Questão 1

A auxina é um fitormônio que atua controlando diversas atividades da planta. Marque a alternativa em que estão descritos apenas efeitos da auxina no vegetal.

a) Dominância apical e fototropismo.

b) Estimula o desenvolvimento das gemas laterais e promove a dominância apical.

c) Maturação de frutos e queda de folhas.

d) Inibe o crescimento e promove a dormência de sementes.

e) Estimula o desenvolvimento de gemas laterais e promove a dormência das sementes.

Questão 2

Em relação aos frutos, a auxina atua estimulando seu desenvolvimento. Pesquisas demonstram que a aplicação de auxina em flores promove o desenvolvimento de frutos mesmo sem a fecundação. Esses frutos são chamados de:

a) Pseudofrutos.

b) Frutos secos.

c) Frutos carnosos.

d) Partenocárpicos.

e) Frutos alados.

Mais Questões
Assuntos relacionados
O etileno estimula o amadurecimento de frutos
Etileno
Descubra os efeitos do etileno em um vegetal e como esse gás pode ser usado economicamente.
Plantas carnívoras realizam movimentos násticos
Movimentos vegetais
Que tal aprender um pouco sobre movimentos vegetais? Apresentaremos neste texto o que são movimentos vegetais e trataremos dos seus principais tipos: tropismo, nastismo (movimentos násticos), heliotropismo (rastreamento solar) e tactismo. Leia o texto e conheça um pouco mais sobre esses importantes movimentos.
A samambaia pertence as pteridófitas
Pteridófitas
Pteridófitas, classificação das Pteridófitas, características das Pteridófitas, a reprodução das Pteridófitas, a estrutura das Pteridófitas, a importância das Pteridófitas.
A epiderme, um dos tecidos de revestimento das plantas, é encontrada em órgãos com crescimento primário.
Tecidos de revestimento
Clique aqui e descubra mais sobre os tecidos de revestimento, importantes tecidos que envolvem a planta. Neste texto, abordaremos sobre as principais características da epiderme e da periderme. Além disso, falaremos sobre as funções desses tecidos vegetais.
Morfologia estomática, apresentando ostíolo fechado.
Estômatos
Fatores que regulam a abertura e o fechamento do ostíolo.
A ação dos fitormonios a favor do comércio
Hormônios Vegetais
A ação dos hormônios no desenvolvimento da planta.
As adaptações foliares visam uma melhor adaptação do vegetal no ambiente
Adaptações foliares
Saiba quais são e quais as funções das adaptações foliares nos vegetais.
Quais características permitiram que as plantas conquistassem o meio terrestre?
Plantas e o meio terrestre
Compreenda como as plantas conseguiram se desenvolver no meio terrestre.
O fototropismo é o movimento orientado da planta em direção à luz
Fototropismo
Descubra o que é e como ocorre o fototropismo, movimento relacionado com o crescimento das plantas. Aprenda também a definição de fototropismo, a participação do hormônio auxina nesse processo e a diferença entre fototropismo positivo e negativo. Conheça ainda uma simples experiência para observar esse fenômeno.
Flor e fruto: estruturas encontradas unicamente nas angiospermas.
Angiospermas
Angiospermas: plantas que formam flores verdadeiras e frutos.
Fotossíntese
Que tal aprender sobre fotossíntese, o processo que ocorre em plantas, principalmente nas folhas, e em outros organismos? Entenda seu funcionamento e sua importância!
A = Xilema, B = Floema.
Vasos Condutores de Seiva: Lenho e Líber
Feixes de vasos condutores de seiva: bruta e elaborada.
Horta que utiliza hidroponia
Hidroponia
Conheça a hidroponia, técnica de cultivo de plantas fora do solo. Acredite, essa técnica vem desde a Antiguidade!