Whatsapp icon Whatsapp

Ecolocalização

Alguns animais utilizam a ecolocalização para identificar obstáculos e presas no ambiente. Isso é feito por meio da emissão de ondas sonoras e pela percepção do eco produzido.
Os golfinhos são animais que fazem uso da ecolocalização
Os golfinhos são animais que fazem uso da ecolocalização

Várias são as espécies que conseguem movimentar-se graças à ecolocalização. Como exemplo de animais que realizam esse tipo de estratégia para a locomoção e identificação de obstáculos, podemos citar os morcegos e os golfinhos.

→ O que é a ecolocalização?

A ecolocalização, biossonar ou localização por eco, é uma forma apresentada por animais para localizar-se no ambiente e conseguir locomover-se por meio da identificação dos obstáculos em volta e, assim, não sofrer nenhum dano. Para ocorrer esse processo, é necessário que o animal apresente órgãos capazes de emitir um sinal acústico e de interpretar o eco desse sinal emitido.

Os animais que realizam a ecolocalização emitem, em geral, sons de alta frequência (que não são perceptíveis pelo ouvido humano). Esses sons atingem obstáculos ou presas, produzindo um eco que será captado pelo animal que os emitiu. Com isso, esses animais podem formar verdadeiros mapas para perceber o ambiente.
→ Ecolocalização em morcegos

Os morcegos são animais noturnos e, por isso, contam com a ecolocalização para movimentar-se, pois a visão, nessas condições, não se apresenta tão eficiente. Dessa forma, eles emitem espécies de gritos pela boca ou pelas narinas que são inaudíveis para humanos. Esses impulsos de ultrassom atingem objetos e são refletidos na forma de ecos, que, então, são captados pelos ouvidos desse animal e processados. Isso possibilita que o morcego consiga identificar a forma e a dimensão desses objetos e, consequentemente, reconheça o meio em que se encontram.

→ Ecolocalização em golfinhos

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Os golfinhos, animais mamíferos do grupo dos cetáceos, também realizam a ecolocalização para perceber o ambiente a sua volta. Esses animais emitem pulsos ultrassônicos de frequência variável pela laringe e captam o eco por meio de suas mandíbulas. Nesse local, o sinal é transmitido por canais até os ouvidos do golfinho. Assim como outros animais que realizam a ecolocalização, o golfinho pode perceber todo o meio em torno dele, localizando presas e garantindo uma distância segura de alguns objetos.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Os mamíferos têm capacidade de inteligência, memória e aprendizado maior que a dos outros vertebrados
Mamíferos
Clique aqui e veja quais são as principais características dos mamíferos.
Morcego-raposa (<i>Pteropus vampyrus</i>): maior morcego do mundo, alcançando dois metros de envergadura. Apesar do nome e do tamanho, é uma espécie i
Morcego (Ordem Chiroptera)
Compreenda quão importantes são os morcegos para a manutenção da vida em nosso planeta.
Sonares podem ser utilizados para detectar cardumes
Sonar
Clique aqui para entender o funcionamento do sonar, a diferença entre sonar e radar e os prejuízos causados pelo uso desse equipamento.
video icon
História
Balaiada | Revoltas Regenciais
Assista a nossa videoaula para entender as principais características da Revolta Regencial da Balaiada (1838-1841). Confira também no nosso canal outras informações sobre Revoltas Regenciais.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.