Whatsapp icon Whatsapp

Hormônios produzidos nas glândulas suprarrenais

Glândulas endócrinas
Glândulas endócrinas

O nosso organismo, através das glândulas que compõem o sistema endócrino, lança em nossa corrente sanguínea vários hormônios que influenciam nas atividades celulares de células específicas. Há hormônios que são proteínas, e por isso são constituídos por aminoácidos; enquanto outros hormônios são chamados de esteroides, por derivarem do colesterol. Cada hormônio tem a sua função específica, e a quantidade deles influencia muito no metabolismo do organismo.

Há hormônios que controlam o crescimento e o desenvolvimento do corpo, a reprodução e as características sexuais; hormônios que influenciam no armazenamento de energia e controlam os níveis de substâncias como a glicose, entre tantos outros.

A glândula suprarrenal é formada por dois tecidos embrionários diferentes, que originam duas partes da glândula: o córtex suprarrenal e a medula suprarrenal. Sendo assim, cada parte dessa glândula produz hormônios diferentes, como veremos a seguir.

A medula suprarrenal é responsável pela produção de adrenalina e noradrenalina. Os dois hormônios são liberados em grandes quantidades no organismo depois de fortes reações emocionais (como susto, medo, estresse) e provocam aumento dos batimentos cardíacos e pressão arterial, constrição dos vasos, etc. Algumas doenças são causadas pelo excesso desses hormônios no corpo, como a Síndrome de Cushing e o feocromocitoma.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Adrenalina: tem efeito contrário ao da insulina, sendo liberada quando o nível de glicose no sangue está baixo. Ela também atua como um neurotransmissor, sendo liberada quando há estresse físico ou mental. Sua falta causa taquicardia, bradicardia e disfunções no nível de glicose.

Noradrenalina: esse hormônio acelera os batimentos cardíacos e mantém a tonicidade muscular nos vasos sanguíneos, controlando a pressão sanguínea.

O córtex suprarrenal é responsável pela produção dos hormônios cortisol e aldosterona.

Cortisol: estimula a formação de carboidratos a partir de proteínas e outras substâncias, processo chamado de gliconeogênese. Esse hormônio também diminui a utilização de glicose pelas células, aumenta o armazenamento de glicogênio pelo fígado, mobiliza ácidos graxos que serão úteis na produção de glicose e impede o desenvolvimento de inflamações.

Aldosterona: auxilia na retenção de sódio, agindo no equilíbrio dos líquidos. Glândulas salivares e sudoríparas sofrem a influência desse hormônio na retenção de sódio, enquanto que ele também interfere na absorção de sódio pelo intestino. Aumenta a reabsorção de potássio.

Publicado por Paula Louredo Moraes

Artigos Relacionados

Placenta
Entenda o que é a placenta, sua anatomia e as principais funções que desempenha durante a gestação.
Sistema Sensorial
Seção que aborda os mecanismos inerentes às sensações.
video icon
Professora ao lado do texto"Verbos dicendi".
Português
Verbos dicendi
Dizer, falar, gritar, responder são verbos dicendi, ou seja, palavras que apresentam a maneira pela qual uma pessoa se expressa. Assista a esta videoaula para aprender um pouco mais sobre essa classificação!