Whatsapp icon Whatsapp

Movimentos respiratórios

Para garantir a respiração, o corpo realiza dois movimentos respiratórios: a inspiração, que é a entrada de ar nos pulmões, e a expiração, que é a eliminação de gás carbônico.
É por meio da respiração que conseguimos captar o oxigênio do ar e liberar o gás carbônico
É por meio da respiração que conseguimos captar o oxigênio do ar e liberar o gás carbônico

A respiração pulmonar é um processo em que ocorre a entrada de ar em nossos pulmões e sua posterior eliminação. A entrada do ar é importante, pois garante que oxigênio seja levado até o sangue para, então, ser distribuído às células. Além disso, a respiração permite que o gás carbônico produzido pelas células seja lançado para fora do corpo.

Para que a respiração pulmonar aconteça, é fundamental a realização de dois movimentos respiratórios: inspiração e expiração.

→ Inspiração

Na inspiração, o ar entra em nossos pulmões graças à ação integrada de várias estruturas. Os principais eventos que determinam a inspiração são:

  • Contração dos músculos intercostais externos que promovem a elevação das costelas;

  • A elevação das costelas que promove a movimentação do esterno para fora, desencadeando o aumento do diâmetro do tórax;

  • O diafragma, músculo que separa a cavidade abdominal e torácica, contrai e abaixa o assoalho da cavidade torácica;

  • O pulmão alarga-se;

  • A pressão intrapulmonar diminui.

A diminuição da pressão intrapulmonar, que chega a valores abaixo da pressão atmosférica, promove a entrada de ar nos pulmões. Quando o ar entra nos pulmões, a pressão atmosférica e a intrapulmonar ficam equilibradas temporariamente.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Observe a esquematização da inspiração e da expiração, os dois movimentos respiratórios existentes
Observe a esquematização da inspiração e da expiração, os dois movimentos respiratórios existentes

→ Expiração

Na expiração, o ar é expulso do nosso corpo de maneira passiva. O que se observa nesse movimento respiratório é o inverso do que ocorre na inspiração, assim, os eventos marcantes desse movimento são:

  • Relaxamento dos músculos intercostais externos;

  • Relaxamento do diafragma;

  • Retorno ao tamanho de repouso da cavidade torácica;

  • Retração dos pulmões;

  • Aumento da pressão intrapulmonar.

O aumento da pressão intrapulmonar força o ar para fora dos pulmões, lançando-o no meio. Quando o ar sai dos pulmões, a pressão atmosférica e a intrapulmonar ficam equilibradas temporariamente.

Atenção: Apesar dos vários fatores existentes que proporcionam a inspiração e a expiração, é importante salientar que cerca de 80% de todo o movimento respiratório acontece graças à contração e ao relaxamento do músculo diafragma.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Brônquios
Amplie seus conhecimentos sobre os brônquios clicando aqui. Veja aqui a função dessas estruturas, suas características e o que é a bronquite.
Ilustração do sistema respiratório humano com indicação do nome de cada órgão.
Hematose
Você sabe o que é hematose? Clique aqui e entenda o que é esse processo e como ele ocorre nos seres humanos e em outros animais.
A respiração pelo nariz garante que o ar entre no sistema respiratório aquecido, umedecido e limpo
Por que devemos respirar pelo nariz?
Entenda por que devemos respirar pelo nariz e conheça as consequências de uma respiração inadequada para o organismo.
Respiração celular
Aprenda mais sobre a respiração celular, clicando aqui. Neste texto, abordaremos detalhadamente cada uma das etapas do processo.
O sistema respiratório garante a captação de oxigênio atmosférico, essencial para a realização da respiração celular.
Sistema respiratório
Aprenda um pouco mais a respeito do sistema respiratório clicando aqui. Neste texto conheceremos os órgãos desse sistema e os movimentos respiratórios.
Tipos de respiração dos animais
Conheça os diferentes tipos de respiração dos animais clicando aqui! Neste texto exploraremos, entre outras, as respirações traqueal, branquial e pulmonar.
video icon
Filosofia
Argumento ontológico de Santo Anselmo
Controverso em sua época, retomado pelos racionalistas (Descartes e Leibniz) e finalmente criticado por Kant, o argumento ontológico de Santo Anselmo é um importante instrumento para a compreensão da metafísica medieval. Assista a este vídeo para compreender o argumento ontológico de Santo Anselmo!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas