Whatsapp icon Whatsapp

Sistema respiratório

Sistema respiratório é um dos sistemas do corpo humano que garante a captação de oxigênio da atmosfera e também a eliminação do gás carbônico.
Representação do sistema respiratório.
O sistema respiratório garante a captação de oxigênio atmosférico, essencial para a realização da respiração celular.

O sistema respiratório é o sistema do corpo humano responsável pela captação de oxigênio atmosférico e a liberação do gás carbônico para fora do nosso corpo. Esse sistema é constituído pela porção condutora e pela porção respiratória. A porção condutora é constituída por fossas nasais, faringe, laringe, traqueia, brônquios e bronquíolos, enquanto a porção respiratória é constituída pelos bronquíolos respiratórios, ductos alveolares e alvéolos. É nos alvéolos que as trocas gasosas são realizadas.

Leia também: Tipos de respiração dos animais

Resumo sobre sistema respiratório

  • Garante a absorção de oxigênio e a remoção do gás carbônico dos pulmões.

  • É formado pelos pulmões e por uma série de tubos que comunicam esse órgão com o meio externo.

  • Podemos dividi-lo em porção condutora e porção respiratória.

  • As trocas gasosas ocorrem nos alvéolos pulmonares, os quais constituem a maior parte do parênquima pulmonar.

  • A inspiração e a expiração são resultados da contração e do relaxamento do diafragma e dos músculos intercostais externos.

Videoaula sobre sistema respiratório

Função do sistema respiratório

O sistema respiratório é um sistema do corpo humano responsável pela absorção de oxigênio e a liberação do gás carbônico. O ar é levado até os pulmões por meio da porção condutora do sistema respiratório. Quando o ar chega até os alvéolos, ocorre o processo de trocas gasosas. O oxigênio presente no ar passa para o sangue e o gás carbônico se difunde na direção oposta. O oxigênio que passa para o sangue será levado para as diferentes células do organismo, nas quais ele será utilizado no processo de respiração celular.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Órgãos do sistema respiratório

O sistema respiratório é formado pelo pulmão e uma série de tubos que garantem a comunicação entre esse órgão e o meio exterior. Podemos dividir esse sistema em duas porções, a porção condutora e a porção respiratória. A porção condutora é constituída pelas fossas nasais, faringe, laringe, traqueia, brônquios e bronquíolos. A porção respiratória, por sua vez, é formada pelos bronquíolos respiratórios, ductos alveolares e alvéolos. A seguir, conheceremos melhor esses órgãos:

Esquema ilustrativo didático sobre os órgãos do sistema respiratório humano
Observe o órgãos que compõem o sistema respiratório.
  • Fossas nasais

O ar entra no sistema respiratório pelas fossas nasais. Nessa região, encontram-se pelos e muco, os quais funcionam como uma barreira de proteção contra a entrada de partículas e micro-organismos nas vias respiratórias. Além disso, observa-se na região uma grande vascularização, que ajuda aquecer o ar que entra nas fossas nasais. Desse modo, o ar é aquecido, filtrado e também umidificado ao passar por essa parte do sistema respiratório.

  • Faringe

Após passar pelas fossas nasais, o ar segue em direção à faringe, um órgão comum ao sistema respiratório e ao digestório. É devido a essa comunicação que somos capazes de respirar também pela boca. Entretanto, como mencionado, nas fossas nasais o ar será aquecido, filtrado e umidificado, características que não serão adquiridas caso a respiração seja feita diretamente pela boca.

  • Laringe

A laringe é um órgão em formato de tubo que liga a faringe à traqueia. A parede da laringe possui peças cartilaginosas irregulares, as quais estão unidas por meio de tecido conjuntivo. A presença de cartilagem é fundamental para que a estrutura não entre em colapso e o lúmen permaneça aberto.

Estendendo-se da laringe em direção à faringe, está um prolongamento chamado de epiglote. Quando o alimento é engolido, a laringe se move de modo que a epiglote tampe a entrada da traqueia, impedindo que o alimento siga em direção ao sistema respiratório e permaneça no sistema digestório.

Na laringe estão presentes as chamadas pregas vocais, também chamadas de cordas vocais, estruturas essenciais para a produção de sons. Os sons são produzidos devido à vibração das pregas vocais provocada pela passagem de ar. O grau de estiramento das cordas é o principal responsável pelo tom da vibração, entretanto, outros fatores estão relacionados, como a massa de suas bordas.

  • Traqueia

A traqueia é um tubo localizado logo após a laringe. Ela apresenta um número variável de cartilagens hialinas que possuem o formato de C. As extremidades livres dessas cartilagens estão voltadas para o lado posterior. Músculo liso e ligamentos fibroelásticos unem as porções abertas das peças cartilaginosas. A traqueia se ramifica, originando dois brônquios.

  • Brônquios

A traqueia se ramifica em dois brônquios, os quais penetram, cada um em um dos pulmões, por meio do hilo. Esses brônquios recebem a denominação brônquios primários. O brônquio direito se diferencia do esquerdo por ser mais curto, mais largo e apresentar um trajeto mais vertical. Essas características permitem que objetos estranhos presentes na traqueia entrem com maior frequência no brônquio direito que no esquerdo.

Os brônquios primários se ramificam e dão origem a três brônquios no pulmão direito e dois no pulmão esquerdo. Esses brônquios são denominados brônquios secundários ou lobares. Eles se dividem em brônquios terciários ou segmentares, os quais continuam a se ramificar até se tornarem ramos finos chamados de bronquíolos.

  • Bronquíolos

Os bronquíolos são segmentos intralobulares que possuem um diâmetro de cerca de 1 mm. Nessas estruturas, cartilagens não estão presentes. Cada bronquíolo se divide em vários bronquíolos terminais, que se dividem em dois ou mais bronquíolos respiratórios. O bronquíolo respiratório se abre em ductos alveolares, os quais terminam em alvéolos.

  • Alvéolos

Os alvéolos estão localizados ao final do ducto alveolar, o qual pode terminar em um alvéolo único ou em um saco alveolar, formado por vários alvéolos. Os alvéolos são estruturas que lembram um favo de mel. Eles são formados por uma camada epitelial fina e são circundados por uma rede de capilares. Nos alvéolos, o oxigênio presente no ar passa para o sangue dos capilares, e o gás carbônico presente no sangue difunde-se para o interior do alvéolo. Cada pulmão humano apresenta milhões de alvéolos, que garantem uma grande área de superfície.

  • Pulmões

Os pulmões são dois órgãos importantes do sistema respiratório. Eles possuem o formato de cone e apresentam uma consistência esponjosa, sendo ela resultado da presença dos alvéolos pulmonares, os quais formam a maior parte do parênquima pulmonar. No indivíduo jovem, o pulmão apresenta uma coloração rósea, enquanto em indivíduos adultos, frequentemente, observa-se uma coloração acinzentada, resultado da poeira e fuligem inaladas ao longo dos anos.

Os pulmões são divididos por fissuras. No pulmão direito, observa-se a presença das fissuras oblíqua e horizontal, as quais o dividem em lobos superior, médio e inferior. No pulmão esquerdo, por sua vez, há apenas uma fissura oblíqua, que o divide em lobos superior e inferior. Os brônquios e artérias pulmonares entram no pulmão por meio do hilo. Os pulmões são envolvidos pela pleura, formada por dois folhetos, o parietal e o visceral.

Leia também: Pneumonia — entre seus principais sintomas, estão febre, tosse e desconforto respiratório

Inspiração e expiração

Esquema representativo dos movimentos respiratórios inspiração e expiração
Os movimentos respiratórios garantem a entrada e saída de ar dos pulmões.

Para garantir a entrada e saída de ar dos pulmões, temos dois mecanismos importantes: a inspiração e expiração. A inspiração faz com que o ar entre em nosso sistema respiratório, enquanto a expiração promove a saída de ar dos pulmões. Para que esses movimentos respiratórios aconteçam, diafragma e músculos intercostais externos atuam contraindo e relaxando.

  • Inspiração: ocorre devido à contração do diafragma e dos músculos intercostais externos. Quando os músculos intercostais externos se contraem, eles provocavam a elevação das costelas. O diafragma, por sua vez, ao contrair, faz com que o assoalho da cavidade torácica se abaixe. Desse modo, temos o alargamento do tórax e a expansão dos pulmões. Observa-se então que a pressão intrapulmonar se abaixa, fazendo com que o ar se mova em direção aos pulmões.

  • Expiração: aqui, o processo é inverso, sendo observado o relaxamento dos músculos intercostais externos e também do diafragma. Esse relaxamento faz com que a caixa torácica retorne ao seu tamanho de repouso e os pulmões retraiam. Com isso, temos um aumento da pressão intrapulmonar, o que força o ar dos pulmões para fora.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Alvéolos pulmonares
Descubra mais sobre os alvéolos pulmonares clicando aqui. Saiba o que são, como é sua estrutura, qual sua função e o que é o enfisema pulmonar.
Brônquios
Amplie seus conhecimentos sobre os brônquios clicando aqui. Veja aqui a função dessas estruturas, suas características e o que é a bronquite.
Câncer de pulmão
Saiba mais sobre o câncer de pulmão, uma doença grave que leva várias pessoas à morte todos os anos.
Desvios posturais
Lordose, escoliose e cifose: alterações na coluna representadas por desvios anormais ou acentuação de seus desvios naturais.
Faringe
Clique aqui e descubra mais sobre a faringe. Neste texto conheceremos as características gerais e aprenderemos mais sobre a faringite. Saiba o que é faringite.
Laringe
A laringe tem tamanho variável, sendo maior em homens, em face da influência de hormônios. Conheça mais sobre esse órgão tão importante.
Língua
Conheça aspectos anatômicos e histológicos da língua.
Movimentos respiratórios
Você sabe como ocorrem os movimentos respiratórios? Clique aqui e aprenda mais sobre a inspiração e a expiração.
Placenta
Entenda o que é a placenta, sua anatomia e as principais funções que desempenha durante a gestação.
Pulmão
Clique aqui e conheça mais sobre o pulmão, um órgão do sistema respiratório. Neste texto exploraremos as características e função do órgão.
Respiração celular
Aprenda mais sobre a respiração celular, clicando aqui. Neste texto, abordaremos detalhadamente cada uma das etapas do processo.
Rins
Conheça mais sobre os rins! Neste texto falaremos a respeito da estrutura desses órgãos, como manter a saúde renal, e conheceremos alguns problemas renais.
Sistema reprodutor feminino
Aprenda mais a respeito do sistema reprodutor feminino aqui! Neste texto falaremos a respeito dos principais órgãos desse sistema e suas funções.
Tipos de respiração dos animais
Conheça os diferentes tipos de respiração dos animais clicando aqui! Neste texto exploraremos, entre outras, as respirações traqueal, branquial e pulmonar.
Traqueia
Amplie seus conhecimentos a respeito da traqueia clicando aqui! Neste texto falaremos mais a respeito das características desse órgão e sua função.
video icon
Texto"Matemática do Zero | Número de diagonais de um polígono convexo" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Número de diagonais de um polígono convexo
Nessa aula demonstrarei a fórmula do número de diagonais de um polígono convexo e resolveremos questões modelo.