Whatsapp icon Whatsapp

Os biociclos da Terra

Os biociclos abrangem os ecossistemas terrestres e aquáticos
Os biociclos abrangem os ecossistemas terrestres e aquáticos

Chamamos de biosfera o conjunto de todos os ecossistemas do planeta, ou seja, a camada do planeta Terra que contém organismos vivos. Na biosfera, encontramos diversos ecossistemas (terrestres, marinhos e dulcícolas) e para facilitar o estudo deles é que muitos autores dividiram-na nos chamados biociclos, que são três: epinociclo, talassociclo e limnociclo.

O epinociclo abrange todos os ecossistemas terrestres. Nesse biociclo, encontramos uma biodiversidade riquíssima devido à grande variedade de biomas que possui. Elas são: tundra, taiga, florestas temperadas, florestas tropicais, campos e desertos, é por isso que ele é considerado o biociclo com a maior diversidade de espécies. Cada um desses biomas apresentam uma fauna e flora características, que se adaptaram ao clima, ao regime de chuvas, à latitude, entre outras condições ambientais. Algumas espécies que são encontradas em alguns desses biomas são endêmicas, ou seja, são encontradas somente em determinado bioma.

Características dos biomas pertencentes ao epinociclo:

Tundra – bioma característico do Hemisfério Norte.  Fica quase todo o ano coberto por neve. Nos meses de verão, podem ser encontrados gramíneas, pequenos arbustos, líquens e musgos. Dentre os animais da tundra, podemos citar renas, bois almiscarados, aves, raposas, insetos etc.

Taiga – encontrada no Canadá, Sibéria e Estados Unidos. Ela é chamada por alguns de floresta de coníferas. Nesse bioma, encontramos insetos, aves, alces, renas, ratos, linces, lobos, ursos-pardos etc.

Florestas temperadas – com estações bem definidas, esse bioma é encontrado em áreas dos Estados Unidos, Europa Ocidental, China e também no sul do Brasil. Sua flora é constituída por carvalhos, araucárias, samambaias etc., e sua fauna por diversos animais invertebrados e vertebrados.

Florestas tropicais – bioma encontrado na faixa da linha do Equador com uma diversidade de fauna e flora riquíssimas.

Campos – bioma encontrado em áreas dos Estados Unidos, Rússia, África do Sul, Austrália e América do Sul. Por apresentar baixo índice pluviométrico, a flora encontrada nos campos se restringe a capim. A fauna desse bioma se constitui de gazelas, antílopes, zebras, leões etc.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Desertos – bioma com baixíssimo índice pluviométrico e devido a isso não há diversidade de flora e fauna.

O segundo biociclo que iremos estudar é o talassociclo, que abrange os ecossistemas marinhos. Esse biociclo é considerado como sendo o maior, pois mares e oceanos ocupam aproximadamente ¾ da superfície terrestre. Os organismos encontrados no ambiente aquático, tanto no talassociclo quanto no limnociclo, são chamados plâncton (seres microscópicos como o zooplâncton e o fitoplâcton), nécton (organismos macroscópicos que nadam livremente como peixes) e benton (vivem fixos a um substrato ou se arrastando pelo fundo do mar, como ostras, cracas, anêmonas, siris etc.). O talassociclo é composto pelas regiões costeiras, pelos recifes de corais e pelos manguezais.

As regiões costeiras e os recifes de corais são áreas extremamente produtivas e por esse motivo apresentam uma grande diversidade de organismos vivos. Os manguezais são encontrados em toda região costeira do Brasil e apresentam pouca diversidade de plantas. Neles é possível encontrarmos animais como caranguejos, ostras, aves, peixes etc.

Quanto à profundidade, o talassociclo é dividido em zona nerítica, zona batial e zona abissal. A zona nerítica vai da superfície até aproximadamente 200m de profundidade, já a zona batial vai de 200m até 2.000m de profundidade e a zona abissal pode chegar a profundidades que variam entre 2.000m e 11.000m abaixo da superfície.

O terceiro biociclo conhecido e estudado por nós no presente artigo é o limnociclo, que abrange ecossistemas de água doce e é considerado como sendo o menor dos biociclos. No limnociclo, encontramos dois tipos de ecossistemas, o lêntico e o lótico. O lêntico é representado por ambientes de água parada como lagos e lagoas e o lótico por ambientes de água corrente como rios e córregos.  Os ambientes lênticos são ricos em fitoplâcton, enquanto os ambientes lóticos são pobres em plâncton.

Publicado por Paula Louredo Moraes

Artigos Relacionados

Ciclo da água
Clique aqui e saiba mais sobre o ciclo da água. Neste texto falaremos a respeito da importância desse ciclo e das etapas que o compõem.
Ciclo do Fósforo
Um elemento químico componente da estrutura molecular de importantes substâncias orgânicas.
Fogo no Cerrado
Descubra o principal causador de queimadas no Cerrado.
Herbivoria
Saiba mais sobre a herbivoria, relação ecológica interespecífica que é boa para o animal, mas prejudicial às plantas.
Hora do Planeta 2019
A Hora do Planeta é um movimento muito conhecido e em 2019 ocorrerá no dia 30 de março. Aproveite essa data para conhecer melhor essa ação e seu objetivo.
Relações ecológicas intraespecíficas
Saiba quais são os tipos de relações ecológicas intraespecíficas existentes e compreenda a diferença com as relações ecológicas interespecíficas.
video icon
Professora ao lado do texto"Verbos irregulares".
Português
Verbos irregulares
Sabendo que o estudo de verbos não é uma tarefa fácil, nesta videoaula esclareceremos as formas de flexão dos verbos irregulares, ou seja, aqueles que, ao serem conjugados, apresentam alteração em seu radical ou em sua terminação. Não deixe de assistir!