Whatsapp icon Whatsapp

Preservação e Conservação Ambiental

Plantar árvores não contempla os preceitos preservacionistas.
Plantar árvores não contempla os preceitos preservacionistas.

Você sabia que, apesar de serem utilizados amplamente como sinônimos, preservação e conservação são conceitos distintos?

O preservacionismo e o conservacionismo são correntes ideológicas que surgiram no fim do século XIX, nos Estados Unidos. Com posicionamento contra o desenvolvimentismo - uma concepção que defende o crescimento econômico a qualquer custo, desconsiderando os impactos ao ambiente natural e o esgotamento de recursos naturais – estas duas se contrapõem no que se diz respeito à relação entre o meio ambiente e a nossa espécie.

O primeiro, o preservacionismo, aborda a proteção da natureza independentemente de seu valor econômico e/ou utilitário, apontando o homem como o causador da quebra desse “equilíbrio”. De caráter explicitamente protetor, propõe a criação de santuários, intocáveis, sem sofrer interferências relativas aos avanços do progresso e sua consequente degradação. Em outras palavras, “tocar”, “explorar”, “consumir” e, muitas vezes, até “pesquisar”, tornão-se, então, atitudes que ferem tais princípios. De posição considerada mais radical, esse movimento foi responsável pela criação de parques nacionais, como o Parque Nacional de Yellowstone, em 1872, nos Estados Unidos.

Já a segunda corrente, a conservacionista, contempla o amor à natureza, mas aliado ao seu uso racional e manejo criterioso pela nossa espécie, executando um papel de gestor e parte integrante do processo. Podendo ser identificado como o meio-termo entre o preservacionismo e o desenvolvimentismo, o pensamento conservacionista caracteriza a maioria dos movimentos ambientalistas, e é alicerce de políticas de desenvolvimento sustentável, que são aquelas que buscam um modelo de desenvolvimento que garanta a qualidade de vida hoje, mas que não destrua os recursos necessários às gerações futuras. Redução do uso de matérias-primas, uso de energias renováveis, redução do crescimento populacional, combate à fome, mudanças nos padrões de consumo, equidade social, respeito à biodiversidade e inclusão de políticas ambientais no processo de tomada de decisões econômicas são alguns de seus princípios. Inclusive, essa corrente propõe que se destinem áreas de preservação, por exemplo, em ecossistemas frágeis, com um grande número de espécies endêmicas e/ou em extinção, dentre outros.

Tais discussões começaram a ter espaço em nosso país apenas em meados da década de setenta, com a criação do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente – IBAMA, quase vinte anos depois. Em razão de a temática ambiental ter sido incorporada em nosso dia a dia apenas nas últimas décadas, tais termos relativamente novos acabam sendo empregados sem muitos critérios – mesmo por profissionais como biólogos, pedagogos, jornalistas e políticos. Prova disso é que a própria legislação brasileira, que nem sempre considera correto o uso desses termos, atribui a proteção integral e “intocabilidade” à preservação; e conservação dos recursos naturais, com a utilização racional, garantindo sua sustentabilidade e existência para as futuras gerações, à conservação.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia

Publicado por Mariana Araguaia de Castro Sá Lima

Artigos Relacionados

A preservação do meio ambiente é uma tarefa de todos!
10 dicas importantes para preservar o meio ambiente
Clique aqui e confira dicas importantes para preservar o meio ambiente! Faça sua parte!
Proteger o meio ambiente hoje é garantir recursos para as novas gerações
5 de Junho - Dia Mundial do Meio Ambiente
Entenda a importância do Dia Mundial do Meio Ambiente e saiba quando ele foi criado.
Observe atentamente o esquema que representa o ciclo do nitrogênio
Ciclo do nitrogênio
Compreenda as principais etapas do ciclo do nitrogênio e entenda a sua importância para os seres vivos e para o ambiente!
Na imagem, podemos observar uma relação de comensalismo entre as rêmoras e o tubarão
Comensalismo, uma relação ecológica interespecífica
Veja qual é a relação ecológica que ocorre entre tubarões e rêmoras.
Desenvolvimento sustentável
Saiba mais sobre o desenvolvimento sustentável. Entenda a importância desse conceito e veja exemplos de ações que promovem a sustentabilidade.
Fauna e flora da Floresta Amazônica
Conheça mais sobre a fauna e flora da Floresta Amazônica clicando aqui! Neste texto abordaremos uma série de espécies encontradas nessa importante floresta tropical.
A cadeia alimentar é uma sequência linear em que um serve de alimento para o outro
O que é cadeia alimentar?
Clique aqui e veja o que é e como funciona uma cadeia alimentar.
As abelhas são insetos que vivem em sociedade, um exemplo de relação ecológica intraespecífica
Relações ecológicas intraespecíficas
Saiba quais são os tipos de relações ecológicas intraespecíficas existentes e compreenda a diferença com as relações ecológicas interespecíficas.
Tucano-de-bico-verde: animal onívoro que desempenha diversos papéis nas cadeias alimentares.
Teia alimentar
Conheça aspectos deste conjunto de cadeias alimentares.
video icon
Português
Tempos derivados do pretérito perfeito do indicativo
São derivados do tempo pretérito perfeito do indicativo o pretérito mais-que-perfeito do indicativo, o pretérito imperfeito do subjuntivo e o futuro do subjuntivo. Assista a esta videoaula para conferir como se dá a formação de cada um deles.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.