Whatsapp icon Whatsapp

Conjuntivite: cuidados

Em muitos casos de conjuntivite, o uso de colírios é necessário
Em muitos casos de conjuntivite, o uso de colírios é necessário

A conjuntivite é uma infecção da conjuntiva, membrana que reveste a região branca dos olhos. Ela confere vermelhidão, ardência, lacrijamento e secreções em um ou nos dois olhos e pode comprometer, também, a córnea e a pálpebra.

Pode ser causada por alergia, contato com substâncias químicas ou pela infestação de vírus ou bactérias. Nestes dois últimos casos, ela é contagiosa.

Assim, no caso de infecção por estes microorganismos, a pessoa acometida deverá tomar certos cuidados para evitar complicações e, também, algumas medidas, a fim de evitar a contaminação de outras pessoas :

- Não coçar os olhos;
- Fazer compressas de água fria, para diminuir o desconforto;
- Limpar os olhos com delicadeza;
- Para limpeza, utilizar gaze úmida, com água morna ou soro fisiológico a 0,9%. O uso de água boricada não deve ser considerado, visto que pode causar reações alérgicas;
- Como, ao acordar, os olhos podem se apresentar “colados”, o ideal é usar compressas sobre os olhos fechados até o amolecimento da secreção;
- Sempre lavar as mãos, principalmente após entrar em contato com a região ocular;
- Não tomar banho de piscina ou mar;
- Preferir lenços e toalhas de papel;
- Caso use travesseiro, fazer uso exclusivo dele;
- Trocar as roupas de cama todos os dias, não se esquecendo da fronha;
- Caso tenha companheiro (a), os dois devem dormir em locais separados, a fim de evitar a contaminação deste;
- Não compartilhar óculos, lentes de contato, maquiagem, etc;
- Desconfortos ao contato com a luz? Usar óculos escuros aliviam o quadro;
- Usar seu próprio (e exclusivo) sabonete;
- Não encostar o frasco do colírio nos olhos;
- Não usar lentes de contato até que seja curado;
- Ingerir mais alimentos ricos em vitamina C, para reforçar o sistema imune;
- Secreção amarelada é uma característica da conjuntivite bacteriana, podendo ser necessário o uso de colírio com antibióticos.


*Devido à grande capacidade de contaminação de outras pessoas e a necessidade de repouso, o afastamento das atividades por aproximadamente uma semana pode ser necessário.

**Aos sinais dos primeiros sintomas, a visita a um médico oftalmologista é essencial. O uso de qualquer remédio ou mesmo determinadas ações devem ser feitas sob a orientação deste, a fim de evitar problemas como a seleção artificial dos patógenos, consequência da má administração de antibióticos.
 

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)


Por Mariana Araguaia
Graduada em Biologia

Publicado por Mariana Araguaia de Castro Sá Lima

Artigos Relacionados

Anemia falciforme
Na anemia falciforme, as pessoas acometidas apresentam hemácias rígidas, com pouco tempo de vida, e em forma de foice. Anemia falciforme não tem cura.
Tireoide
Clique aqui e amplie seus conhecimentos a respeito da glândula tireoide. Saiba a estrutura, a função e os distúrbios que a afetam.
video icon
Escrito"Tiocompostos ou compostos sulfurados" em fundo laranja e próximo a um botijão de gás vazando.
Química
Tiocompostos ou compostos sulfurados
Os tiocompostos ou compostos sulfurados apresentam átomo de enxofre ocupando uma posição de um átomo de oxigênio na função oxigenada.