Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Física
  3. Astrofísica
  4. O telescópio

O telescópio

O instrumento utilizado para ver objetos que se encontram a uma distância muito grande da Terra é chamado de telescópio. Ele tem a capacidade de ampliar e formar uma imagem virtual próxima à lente ocular, fazendo com que a imagem nos pareça maior do que a observada a olho nu. Não somente os astrônomos, mas também qualquer pessoa que tenha um telescópio pode fazer observações de outros planetas, estrelas e galáxias.

Para a construção de um telescópio, o físico Galileu utilizou uma lente do tipo convergente e uma lente do tipo divergente. Em seu telescópio, a primeira lente, denominada objetiva, formava uma imagem real do objeto em questão. Já a segunda lente, denominada ocular, permitia fazer observação da imagem real bem detalhadamente, ampliando-a como se fosse uma lupa.
A lente ocular forma uma imagem virtual, portanto quanto maior for a imagem formada pela lente objetiva, e quanto maior for a ampliação da lente ocular, maior será a imagem observada pelo olho. Com o objetivo de formar uma imagem real grande, tem que ser utilizada uma lente com distância focal também grande. Já para se obter uma ampliação maior por parte da lente ocular, é necessário que esta tenha uma distância focal pequena, para que funcione como uma lupa.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O telescópio sofreu diversas modificações, sendo uma delas a substituição da lente objetiva por um espelho côncavo. Isso permitiu construir objetivas muito maiores do que as lentes, sem problemas de sustentação mecânica. Os espelhos devem ser segurados por baixo, enquanto as lentes precisam ser seguradas pelas bordas.

Outra vantagem conseguida com a utilização dos espelhos foi a ausência da aberração cromática, pelo fato de não mais existir dispersão da luz. O diâmetro da lente objetiva determina a quantidade de luz que será captada pelo telescópio. Por esse motivo é que os astrônomos fazem uso de telescópios com espelhos de diversos tamanhos de diâmetro para observar astros de baixa luminosidade.

Um fato que devemos levar em consideração é que a observação dos corpos celestes é prejudicada pela atmosfera. Isso acontece porque nossa atmosfera não é homogênea, ou seja, ela apresenta flutuações de densidade. Essa flutuação da densidade faz com que as imagens observadas pelos telescópios sofram distorções. A solução encontrada para solucionar tal fato foi a de colocar um telescópio fora da atmosfera, em órbita ao redor da Terra.

O telescópio Pan-starrs fica no topo do vulcão Haleakala, no Havaí
O telescópio Pan-starrs fica no topo do vulcão Haleakala, no Havaí
Publicado por: Domiciano Correa Marques da Silva
Assuntos relacionados
Apesar de nos parecer instantânea, a luz se move com velocidade finita, levando um tempo para chegar aos nossos olhos
Velocidade da Luz
Você sabe qual é a velocidade da luz? A luz propaga-se no vácuo com uma velocidade de 299.792.458 m/s, ou seja, cerca de trezentos milhões de metros por segundo. A velocidade da luz é uma das mais importantes constantes da Física e foi medida com precisão, pela primeira vez, pelo engenheiro francês Hypollyte Fizeau.
A Polarização da Luz
A polarização da luz só pode ocorrer em luzes formadas por ondas eletromagnéticas. Entenda!
Laser utilizado em festas e boates.
O Laser e a Luz do Laser
Clique aqui e entenda como a luz de um laser comporta-se! Veja também onde o laser vem sendo aplicado!
A pessoa que apresenta Miopia não consegue enxergar nitidamente objetos distantes dela
Defeito da visão chamado Miopia
Entenda aqui como ocorre o defeito visual conhecido como miopia e o que pode ser feito para corrigi-lo.
A NASA é a agência espacial estadunidense para assuntos aeronáuticos e de exploração espacial
NASA
Clique aqui e saiba mais sobre a NASA, agência espacial estadunidense responsável pelo desenvolvimento de equipamentos de aeronáutica e exploração espacial.
As imagens formadas pelos diferentes tipos de lentes auxiliam na correção de problemas de visão
Formação de imagens nas lentes esféricas
Saiba como as imagens das lentes divergentes e convergentes são formadas e conheça exemplos da utilização delas em aparelhos.
Radiotelescópios do Observatório Nacional do México
Radiotelescópios
Saiba mais sobre o funcionamento dos radiotelescópios: a sua função, potencialidades e características principais.
Newton e a experiência da dispersão da luz.
Newton e as Cores
Saiba como Isaac Newton verificou a dispersão da luz branca.
Fases do Eclipse da Lua
Eclipse Lunar
Você sabia que o eclipse lunar acontece sempre na lua cheia? Clique aqui e entenda como ocorre o eclipse da lua.
Câmara Escura de Orifício
Veja como a imagem de um objeto é formada dentro de uma câmara escura de orifício.
Experiência de Cavendish
Rotação de um espelho plano
Determinando o ângulo de rotação de um espelho plano.
Representação do conceito de visão nos dias atuais
Luz e visão
Veja aqui um breve estudo que relaciona a luz à nossa visão e que aborda também os conceitos de visão adotados da Antiguidade até os dias de hoje.
Lentes Esféricas
Você sabe o que são lentes esféricas? Quais são suas propriedades? Então acesse para entender tudo a respeito desse tipo de lente e ainda conferir exercícios!