Whatsapp icon Whatsapp

Quantidade de movimento relativístico

Equação da quantidade de movimento determinada na Mecânica Clássica
Equação da quantidade de movimento determinada na Mecânica Clássica

Na Mecânica Clássica, um corpo de massa m e velocidade v possui quantidade de movimento p definida pela equação exposta no quadro acima. Essa definição é adequada quando o módulo de v é pequeno comparado à velocidade da luz. Porém, quando as velocidades são “altas”, para que seja mantido o Princípio da Conservação da Quantidade de Movimento, verifica-se que p deve ser dada por:

Na equação acima, m0 é conhecido como massa de repouso. Se fizermos:

A equação do momento poderá ser representada da seguinte maneira:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Para que a equação III fique igual à equação I, podemos definir a massa relativística m por:

Dessa forma, a equação   representa a quantidade de movimento em qualquer caso, desde que m assuma o valor da massa relativística. Observe que se v tiver um valor muito menor do que c, temos:

Na equação II, vemos que, conforme a velocidade se aproxima de c, o denominador da fração aproxima-se de zero e a quantidade de movimento fica infinitamente grande.

Publicado por Domiciano Correa Marques da Silva

Artigos Relacionados

A descoberta do núcleo e os atuais ramos de estudo
História da Física Nuclear
Constante de Planck
Clique aqui para saber tudo sobre a constante de Planck. Confira seu valor e como calculá-lo. Aprenda a lei de Planck e conheça a sua história.
LHC - funcionamento até o final de 2012
Centro europeu de pesquisas: LHC tem funcionamento até o fim de 2012.
O enigma do éter
Existência ou mito de um quinto elemento?