Whatsapp icon Whatsapp

Escandinávia

A região conhecida como Escandinávia localiza-se na porção setentrional do continente europeu. Conhecida por deter grande desenvolvimento social e econômico, essa região permeia o imaginário de muitas pessoas que buscam qualidade de vida e países de tirar o fôlego. Juntos, os países que formam a Escandinávia compartilham histórias, tradições, cultura, bem como semelhanças geográficas, políticas e linguísticas.

Leia também: Países desenvolvidos: quais são, características

A Escandinávia é uma das regiões mais desenvolvidas do mundo econômica e socialmente.
A Escandinávia é uma das regiões mais desenvolvidas do mundo econômica e socialmente.

A Escandinávia é um país?

Não! A Escandinávia não é um país, mas sim uma região geográfica que abrange o território de três países:

Por vezes são associados outros territórios à Escandinávia, como o da Finlândia, Islândia e Ilhas Faroé. É válido dizer que essas associações permeiam questões geopolíticas.

Tudo sobre a Escandinávia

Noruega

Suécia

Dinamarca

Área: 323.802 km²

Língua: norueguês

População: 5.323.933 habitantes

PIB: US$ 512 bilhões

IDH: 0,953

Moeda: Coroa norueguesa

 

Área: 450.295 km2

Língua: sueco

População: 10.171.524 habitantes

PIB: US$ 601 bilhões

IDH: 0,933

Moeda: Coroa sueca

Área: 43.094 km2

Língua:dinamarquês

População: 5.789.957 habitantes

PIB: US$ 347 bilhões

IDH: 0,929

Moeda: Coroa dinamarquesa

Mapa da Escandinávia

Península Escandinava

A região da Escandinávia é considerada o núcleo da Península Escandinava, sendo essa uma porção territorial circundada por massas de água por quase todos os seus lados, com exceção do lado que a liga com o resto do território continental. A Península Escandinava localiza-se entre o Golfo de Bótnia, Mar Báltico e Mar do Norte, sendo composta por três países: Noruega, Suécia e a porção norte da Finlândia. A Dinamarca não faz parte da península.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Vikings

Os vikings habitaram a região da Escandinávia por volta de 800 d.C. e 1500 d.C. Essa antiga civilização desenvolveu-se com a agricultura, sendo considerados guerreiros que exploravam os territórios buscando novas áreas para a prática agrícola e também para colonizá-los. Era comum que esses povos saqueassem alguns locais durante as invasões. Várias expedições eram realizadas, comercializando os produtos e estreitando parcerias comerciais. Guerrear fazia parte da cultura viking.

Os vikings organizavam-se de maneira hierárquica: o principal posto era ocupado pelo rei, sendo esse cargo ocupado de forma hereditária. Abaixo dele estavam os nobres, os homens livres e os escravos. A Era Viking iniciou-se com a ocupação do Mosteiro de Lindisfarne, na parte setentrional da Inglaterra, e findou-se por volta de 1066, com a conquista da Inglaterra pelo normando Guilherme.

Leia também: Como os vikings enxergavam a guerra?

Países nórdicos

Muitas pessoas referem-se à Escandinávia e aos países nórdicos como se fossem a mesma coisa. Isso não é errado, mas depende da abordagem que se quer fazer sobre os territórios dessas regiões. Geograficamente a Escandinávia é a região ocupada pela Noruega, Suécia e Dinamarca, como já dito anteriormente. Já os países nórdicos correspondem à região setentrional do continente europeu, que abrange, além dos territórios dos países da Escandinávia, Finlândia, Islândia e regiões autônomas da Groenlândia, Ilhas Faroé e Ilhas Aland.

Conselho Nórdico

O Conselho Nórdico, fundado em 1952, corresponde a um órgão de cooperação entre as nações participantes, atuando em setores da economia, saúde, educação, justiça e meio ambiente. São membros do conselho todos os países nórdicos e as regiões autônomas.

Línguas faladas na Escandinávia

As línguas faladas na Escandinávia são dinamarquês, sueco e norueguês, além de algumas partes em que se falam islandês e feroês. Basicamente elas são mutuamente entendidas em toda a região, apesar de serem consideradas idiomas separados.

Turismo nos países da Escandinávia

Os países da Escandinávia, além de apresentarem os melhores indicadores sociais do mundo — como a Noruega, que está no topo do ranking do Índice de Desenvolvimento Humano — e serem considerados os países mais felizes do mundo, segundo o World Happiness Report, possuem também paisagens de tirar o fôlego. Muitos turistas viajam até esses países em buscas daquelas paisagens de landscape, as que usamos em proteção de tela no computador ou celular. São muitos os pontos turísticos em cada país. Veja alguns deles:

Pontos turísticos na Noruega

Os fiordes da Noruega são considerados os mais belos do mundo.
Os fiordes da Noruega são considerados os mais belos do mundo.

A Noruega é considerada o terceiro país mais feliz do mundo. Além de sua capital, Oslo, que possui diversos pontos turísticos, o país também se destaca pelos seus belos fiordes (entrada do mar entre montanhas). Isso faz com que a Noruega seja um país para ser visto de cima especialmente. Muitos aventureiros sobrevoam a área e ficam deslumbrados com o que veem. Nessas regiões há presença de vários mirantes, que possibilitam uma visão panorâmica dos fiordes.

Pontos turísticos na Dinamarca

A Dinamarca é um dos países com o menor índice de desigualdade do mundo.
A Dinamarca é um dos países com o menor índice de desigualdade do mundo.

A Dinamarca é considerada o segundo país mais feliz do mundo. No país os visitantes podem encontrar diversos museus que contam a história do país e também um dos parques de diversões mais antigos do mundo, o Tivoli Gardens. A capital do país, Copenhague, atrai muitos turistas e conta com cerca de 390 km de ciclovias.

Pontos turísticos na Suécia

 A Suécia é o país da inovação e do desenvolvimento sustentável.
A Suécia é o país da inovação e do desenvolvimento sustentável.

A Suécia é o sétimo país mais feliz do mundo, e sua capital, Estocolmo, é considerada uma das mais belas da Escandinávia. A capital é constituída por mais de dez ilhas, sendo a mais famosa a Gamla Stan, também chamada de Cidade Velha. Muitos turistas vão até essa ilha para conhecer a Catedral de Estocolmo e o Palácio Real. Lund, uma cidade histórica no país, também atrai diversos turistas que buscam romantismo nas pequenas vielas e na arquitetura medieval.  

Publicado por Rafaela Sousa

Artigos Relacionados

Copenhague, capital da dinamarquesa
Dinamarca
Clique aqui e conheça os principais aspectos referentes à Dinamarca, um país europeu!
Helsinque, capital finlandesa
Finlândia
Nação localizada no extremo norte do continente europeu.
Bandeira da Suécia
Suécia
Clique aqui e conheça um pouco mais da Suécia!
Acima, um modelo de embarcação usada pelos vikings
Vikings
Saiba mais sobre os povos Vikings e a relação que eles tiveram com o mundo da cristandade ocidental durante a Idade Média.
video icon
Matemática
Mediana
Em estatística, temos alguns valores específicos chamados de medidas de tendência central. Nesta aula, falaremos sobre uma dessas medidas, a chamada mediana.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.