Whatsapp icon Whatsapp

Rochas Sedimentares

As rochas sedimentares formam-se a partir dos desgastes de outras rochas preexistentes.
Exemplo de rocha sedimentar
Exemplo de rocha sedimentar

As rochas sedimentares são rochas formadas pela junção de detritos – chamados de sedimentos – oriundos da fragmentação de outras rochas. Essa fragmentação ocorre graças à ação dos agentes externos ou exógenos de transformação do relevo, em um processo denominado por intemperismo.

Certamente, você já ouviu o ditado “água mole e pedra dura, tanto bate até que fura”. Ele narra justamente uma ocorrência de intemperismo, em que as rochas e os solos desgastam-se, “quebrando-se” em inúmeros e minúsculos sedimentos, como a areia das praias ou a poeira. No intemperismo, podem ocorrer processos químicos, físicos e biológicos que estão sempre modificando o relevo, isto é, a porção superficial da Terra.

Assim, percebemos que as rochas sedimentares são, em comparação aos demais tipos, as menos resistentes e as que mais sofreram com processos de desgaste. Além disso, elas recobrem cerca de ¾ da superfície terrestre, embora em volume elas existam em menor quantidade do que as rochas metamórficas e magmáticas.

As rochas sedimentares têm como uma de suas principais características a sua estruturação em camadas, ou seja, é um tipo de rocha estratificada (veja a figura abaixo). Essas camadas são resultantes da interposição lenta e gradual, que leva milhares e milhares de anos, das diferentes camadas de sedimentos. Essas interposições muitas vezes são responsáveis por “enterrar” ou recobrir os corpos de animais e plantas, dando origem aos fósseis. Estudar as rochas sedimentares é, dessa forma, uma das formas mais eficazes de se estudar os passados histórico, geológico e biológico do planeta.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Formação rochosa do tipo sedimentar. Observe a formação das camadas
Formação rochosa do tipo sedimentar. Observe a formação das camadas

Como as rochas sedimentares se formam?

Sabemos que a formação das rochas sedimentares acontece pela junção de inúmeros sedimentos. No entanto, essa união de pequenas partículas manifesta-se em duas etapas denominadas, respectivamente, por sedimentogênese e diagênese.

 a) sedimentogênese: ocorre através da sucessão dos processos de meteorização, erosão, transporte e sedimentação. Apesar dessa série de nomes, é um processo simples e de fácil compreensão. Vejamos:

Sequência da sedimentogênese
Sequência da sedimentogênese

b) diagênese: ocorre após a sedimentogênese e engloba uma série de processos físico-químicos responsáveis por dar coesão aos sedimentos, formando, assim, as rochas sedimentares propriamente ditas. Ela manifesta-se a partir dos processos de compactação e cimentação.

A compactação ocorre quando as várias camadas de sedimentos vão sendo depositadas umas sobre as outras. Assim, o peso e a pressão exercidos sobre as camadas mais inferiores agem no sentido de compactar as partículas de rochas então dispersas.

Em seguida, durante a cimentação, as camadas desidratam-se e unem-se, formando, finalmente, as rochas.

Publicado por Rodolfo F. Alves Pena
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Dano provocado por terremoto em São Francisco, Estados Unidos.
A intensidade dos terremotos e suas conseqüências
A intensidade dos terremotos e suas conseqüências, Como os terremotos são medidos, A variação de escala dos tremores e seus respectivos prejuízos, A quantidade de tremores no mundo.
América Central
América Central
América Central, características da América Central, problemas enfrentados pelos países da América Central, economia, clima, Estados Unidos da América Central.
As diferentes Placas Tectônicas
As principais Placas Tectônicas
Clique aqui e conheça quais são as principais placas tectônicas da Terra!
Ilustração de um buraco negro
Buraco negro
Saiba quais são as principais características do buracos negros. Veja detalhes da formação e propriedades dessas grandes estruturas espaciais.
Floresta influenciada pelo clima equatorial
Climas do Mundo
Climas do Mundo, Os tipos de Climas do Mundo, Clima equatorial no Mundo, Clima tropical no Mundo, Clima subtropical no Mundo, Clima temperado no Mundo, Clima desértico no Mundo, Clima mediterrâneo no Mundo, Clima semi-árido no Mundo, Clima subtropical no Mundo.
Mar Cáspio, localizado entre o continente europeu e o continente asiático, é um exemplo de depressão.
Depressões
Aprenda um pouco mais sobre o tipo de relevo conhecido como depressão. No conteúdo do texto a seguir, você poderá encontrar não só a definição de depressão, como também as suas classificações, processos que a originam, as principais curiosidades sobre esse tipo de relevo e onde se localizam no Brasil e no mundo.
Mar Morto, exemplo de lago de água salgada (lago residual).
Lagos
A limnologia é a ciência responsável por estudar os distintos tipos de lagos. Confira!
A vegetação da savana apresenta arbustos, árvores de pequeno porte e plantas rasteiras
Savanas
Saiba mais sobre a savana, uma vegetação rica e diversa presente na África e também no Brasil.
Exemplo de tipo de chuva.
Tipos de chuva
Clique aqui e conheça as características dos diferentes tipos de chuva!
video icon
Português
Aterrissar, aterrizar ou aterrisar?
Aterrissar, aterrizar ou aterrisar? Os verbos “aterrissar” e “aterrizar” são registrados em língua portuguesa. “Aterrisar”, não. Enquanto o primeiro está relacionado ao substantivo “aterrissagem”, o segundo é formado por um processo de derivação prefixal e sufixal. Assista a esta videoaula e aprenda a empregar adequadamente essas palavras.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Matemática
Área da esfera
Clique para aprender a calcular a área da esfera.
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Estrangeirismo
Nessa videoaula você entende sobre o estrangeirismo na música "Samba do Approach."
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!