Whatsapp icon Whatsapp

Crase antes de pronomes possessivos

O uso da crase antes de pronomes possesivos é aconselhável, de modo a evitar possíveis ambiguidades
O uso da crase antes de pronomes possesivos é aconselhável, de modo a evitar possíveis ambiguidades

O uso da crase representa, sem dúvida, um dos muitos questionamentos acerca dos fatos que norteiam a língua. Diante das muitas regras e das possíveis exceções, inclusive do uso facultativo, o usuário se perde em meio a um aglomerado de informações que porventura tendem a confundi-lo cada vez mais.

Em face dessa realidade, sobretudo de modo a não concebermos a língua portuguesa como um estigma, ocupemo-nos em estabelecer familiaridade com o uso da crase antes de pronomes possessivos. Assim, torna-se correto dizer “à minha” ou “a minha”?

Segundo os preceitos gramaticais, devemos nos ater a duas elucidações:

* O uso da crase antes de pronomes possessivos no singular, desde que antecedam um substantivo (pronome adjetivo), é facultativo. Vejamos o exemplo em questão:

Fiz elogios a (à) sua prima.

Contudo, o aconselhável é fazer o uso deste sinal, de modo a evitar possíveis ambiguidades, o que resulta na incompreensão de sentido, sobretudo depois de verbos. Tudo fica ainda mais claro quando analisamos a regência do verbo em questão, haja vista que quando fazemos elogios o fazemos a uma determinada pessoa.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Outro exemplo de tal ocorrência é com o verbo “anexar”:

Peço que anexe as pontuações obtidas à sua nota.

Ora, trata-se de dois complementos, um objeto direto: as pontuações; e um objeto indireto: à sua nota.

* Em se tratando de casos relativos a pronomes possessivos expressos no plural, um fato é certo: não se trata de mera opção entre as/às, mas sim do uso de uma simples preposição (a) ou da sua combinação com o artigo no plural (às). Entendamos, portanto:

Quis fazer referência as minhas conquistas durante a conversa.

                                                   OU
Quis fazer referência às minhas conquistas durante a conversa.

Publicado por Vânia Maria do Nascimento Duarte

Artigos Relacionados

Características e conceito da crase
Uma seção reservada somente a você, usuário (a), que deseja ampliar ainda mais sua competência linguística sobre a crase. Por isso, não deixe de conferir, clicando, é claro!
Casos especiais e facultativos do uso da crase
Amplie ainda mais sua competência linguística, conhecendo os casos especiais e facultativos do uso da crase!
Devemos sempre utilizar a crase na indicação de horas?
Confira alguns pressupostos e descubra!
video icon
Texto" Matemática do Zero | Polígono convexo e não convexo" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Polígono convexo e não convexo
Nessa aula veremos o que é um polígono convexo e um polígono não convexo a partir da definição matemática e, posteriormente, um “macete”.