Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Gramática
  3. Crase
  4. Casos especiais e facultativos do uso da crase

Casos especiais e facultativos do uso da crase

O uso da crase, longe de representar algo inusitado, figura-se entre os questionamentos mais recorrentes acerca dos fatos que norteiam a língua. Da mesma forma, longe de concebermos tal ocorrência como inatingível à nossa compreensão, saibamos que se trata de um assunto bem simples, a partir do instante que tomamos consciência de que ela mantém uma estreita relação com os caso relacionados à regência verbal e nominal.

Nesse sentido, os complementos verbais, a depender das circunstâncias comunicativas, podem ou não estar precedidos do uso dela. Mas, atendendo ao propósito firmado pelo artigo em questão, certifiquemo-nos dos casos facultativos e especiais de tal fato linguístico, de modo a ampliar nossa competência linguística e, sobretudo, fazermos uso dos conhecimentos aqui adquiridos, sobretudo em situações formais de interlocução.

Casos especiais:

# Nos casos relativos à palavra “distância”, há dois aspectos a serem notados:

- Quando ela estiver indeterminada, o uso da crase não se faz necessário;

Captaram os sinais a distância

- Nas circunstâncias em que a palavra distância estiver determinada, o uso da crase será obrigatório.

Captaram os sinais à distância de quatro metros.

# Diante da palavra terra, também há de se observar alguns detalhes:

- No sentido de chão firme, opondo-se a bordo, o uso da crase não é recomendado;

Os tripulantes da embarcação desceram a terra por volta da 14h.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

- Já no sentido de se referir ao planeta Terra, bem como se a palavra terra estiver acompanhada de um determinante, indicando lugar de origem, o uso da crase será recomendado.

Retornamos à terra de meus avós há três meses.

Os astronautas retornaram à Terra por volta do século passado.

# Em se tratando da palavra casa, há duas observações a se fazer:

- No caso de a palavra casa aparecer sem nenhum qualificativo, o uso da crase não será recomendado;

Depois de muito tempo, eu voltei a casa esta semana.

- Já, se a palavra casa estiver determinada, o uso se fará necessário.

Depois de muito tempo, eu voltei à casa de meus pais esta semana.

Casos facultativos:

# Antes de pronomes possessivos femininos;

Desejei boa viagem à (a) minha prima.

# Depois da preposição “até”;

Devemos ir até a (à) secretaria para pegar a transferência.

# Antes de nomes próprios femininos (de pessoas).

Dirigi-me a (à) Paula no sentido de lhe dar a boa notícia

Observação: Nos casos em que o nome próprio vier especificado, determinado, haverá o uso da crase:

Dirigi-me à bela Paula no sentido de lhe dar a boa notícia.

Os casos especiais e facultativos do uso da crase relacionam-se a pressupostos específicos
Os casos especiais e facultativos do uso da crase relacionam-se a pressupostos específicos
Publicado por: Vânia Maria do Nascimento Duarte
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios

Questão 1

Assinale as alternativas verdadeiras no que diz respeito ao uso facultativo da crase:

I. Antes de substantivos masculinos;

II. Antes dos pronomes possessivos femininos minha, tua, nossa.

III. Antes de substantivos próprios femininos.

IV. Em expressões formadas por palavras repetidas.

V. Antes de verbos, o uso é facultativo.

a) I e V.

b) II, IV e V.

c) II e III.

d) I, IV e V.

e) III e IV.

Questão 2

Todas as proposições estão corretas, exceto:

a) O casal de namorados marcou um encontro para às 21h.

b) O aluno fez a lição às pressas e entregou para a professora.

c) Ele disse a ela que não fará a viagem.

d) A viagem a Santa Catarina foi maravilhosa!

e) O suspeito está disposto a ajudar nas investigações.

Mais Questões
Assuntos relacionados
O uso da crase antes de pronomes possesivos é aconselhável, de modo a evitar possíveis ambiguidades
Crase antes de pronomes possessivos
O uso da crase antes de pronomes possessivos é aconselhável , com vistas a evitar possíveis ambiguidades. Certifique-se de algumas informações aqui!
As vezes = artigo definido e substantivo; significa “as ocasiões”. Às vezes = locução adverbial de tempo que significa “de vez em quando”
As vezes ou às vezes?
Sane todas as suas dúvidas a respeito das expressões “as vezes” e “às vezes”. Vamos lá?
O acento indicador da crase é resultante da junção do artigo “a” + a preposição “a”, o que resulta em À
Características e conceito da crase
Uma seção reservada somente a você, usuário (a), que deseja ampliar ainda mais sua competência linguística sobre a crase. Por isso, não deixe de conferir, clicando, é claro!
O uso da crase se encontra intrinsecamente atrelado à regência verbal
O uso da crase e a regência verbal: uma autêntica parceria
Por que o uso da crase se encontra relacionado com a regência verbal? Nem imagina? Pois agora irá saber, por meio de um simples clique!