Whatsapp icon Whatsapp

Devemos sempre utilizar a crase na indicação de horas?

Tal ocorrência encontra-se relacionada a pressupostos específicos
Tal ocorrência encontra-se relacionada a pressupostos específicos

Usar ou não a crase sempre evidencia um dos muitos questionamentos feitos pelos usuários do sistema linguístico, principalmente no que tange à modalidade escrita da linguagem. Quando eles se veem frente as tantas regras que a esse assunto pertencem, assim como a muitos outros, sentem-se meio atordoados, simplesmente pensando: “Como vou conseguir memorizar tudo isso?”.

O fato é que a princípio pode parecer um tanto quanto complicado, mas nada que um pouco de prática, mediante a assiduidade da leitura e o exercício da escrita, não possa aperfeiçoar. Sendo assim, tal aspecto decorre do que chamamos de memória visual, ou seja, quanto mais estabelecemos familiaridade com um determinado assunto, mais tendemos a internalizá-lo.

Por esse e outros motivos é que o artigo em questão, no intento de proporcionar a você algumas dicas, que por sinal são sempre bem-vindas, tem por finalidade discorrer acerca do emprego da crase no que tange à indicação de horas. Vamos a elas, portanto:

* Uma das circunstâncias em que a crase se manifesta é antes das locuções femininas, sejam essas prepositivas (à espera de...), conjuntivas (à proporção que, à medida que...) ou adverbiais (às vezes, à noite...). Assim sendo, integrando as adverbiais está a indicação de horas, como podemos constatar por meio dos enunciados subsequentes:

Sairemos às 2h30.

Todos chegaram às 13h.


O que se pode notar é que se trata da indicação exata das horas. Nesse sentido, podemos dizer que o uso da crase é conveniente. Contudo, vale dizer que tal ocorrência nem sempre é manifestada, por isso, vejamos:

* No caso de ocorrer o uso de outras preposições, distintas das já mencionadas, recomenda-se não utilizar a crase. Para tanto, de modo a conferirmos como realmente se efetiva a ocorrência, analisemos alguns casos:

Sairemos após as 18h.

O voo está marcado para as 20h.

Estamos aqui desde as 14h30.

A palestra será realizada entre as 15h e as 17h.


Por Vânia Duarte
Graduada em Letras

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Publicado por Vânia Maria do Nascimento Duarte

Artigos Relacionados

O acento indicador da crase é resultante da junção do artigo “a” + a preposição “a”, o que resulta em À
Características e conceito da crase
Uma seção reservada somente a você, usuário (a), que deseja ampliar ainda mais sua competência linguística sobre a crase. Por isso, não deixe de conferir, clicando, é claro!
O uso da crase antes de pronomes possesivos é aconselhável, de modo a evitar possíveis ambiguidades
Crase antes de pronomes possessivos
O uso da crase antes de pronomes possessivos é aconselhável , com vistas a evitar possíveis ambiguidades. Certifique-se de algumas informações aqui!
O uso da crase se encontra intrinsecamente atrelado à regência verbal
O uso da crase e a regência verbal: uma autêntica parceria
Por que o uso da crase se encontra relacionado com a regência verbal? Nem imagina? Pois agora irá saber, por meio de um simples clique!
video icon
Filosofia
Filosofia e erotismo
O erotismo seduz o ser humano desde os primórdios da humanidade. Eros era o deus do amor, da sedução e do erotismo. Na literatura, o erotismo pode ser utilizado como recurso de sedução do leitor. Nas artes em geral, o erotismo conecta-se à beleza do oculto que se mostra. Assista a este vídeo para batermos um papo sobre este complexo campo da produção estética: o erotismo.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas.