Whatsapp icon Whatsapp

Personificação (Prosopopeia)

A prosopopeia, ou personificação, é uma figura de linguagem que consiste em atribuir características humanas a seres inanimados ou irracionais.
A prosopopeia atribui características humanas a seres inanimados
A prosopopeia atribui características humanas a seres inanimados

Veja a poesia a seguir de Vinícius de Moraes:

A ESTRELA POLAR

Eu vi a estrela polar
Chorando em cima do mar
Eu vi a estrela polar
Nas costas de Portugal!
Desde então não seja Vênus
A mais pura das estrelas
A estrela polar não brilha
Se humilha no firmamento
Parece uma criancinha
Enjeitada pelo frio
Estrelinha franciscana
Teresinha, mariana
Perdida no Polo Norte
De toda a tristeza humana.

Podemos notar que o autor constrói a figura da estrela atribuindo-lhe características como a capacidade de chorar, de humilhar-se, de entristecer-se, o que lhe confere uma personificação, ou seja, a estrela parece ter vida própria ao comportar-se como está descrito no texto, não é mesmo? Esse recurso poético é uma figura de linguagem chamada prosopopeia, ou personificação, e possui exatamente esta finalidade: personificar seres inanimados e irracionais. Então, tome nota:

Prosopopeia: é uma figura de linguagem que realiza a personificação de um ser inanimado ou irracional utilizando-se de características próprias de seres humanos.

Observe mais um exemplo em outra poesia do mesmo autor:

AS BORBOLETAS

Brancas
Azuis
Amarela
E pretas
Brincam
Na luz
As belas
Borboletas.

Borboletas brancas
São alegres e francas.

Borboletas azuis
Gostam muito de luz.

As amarelinhas
São tão bonitinhas!

E as pretas, então...
Oh, que escuridão!

A cantiga popular sobre a briga de um cravo e uma rosa é também um exemplo claro do uso dessa figura de linguagem. Veja:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

O Cravo Brigou Com a Rosa

O cravo brigou com a rosa
Debaixo de uma sacada
O cravo saiu ferido
E a rosa despedaçada

O cravo ficou doente
E a rosa foi visitar
O cravo teve um desmaio
E a rosa pôs-se a chorar

A rosa fez serenata
O cravo foi espiar
E as flores fizeram festa
Porque eles vão se casar

Agora, observe como o Enem já abordou esse tema em uma de suas questões:

(Enem 2016)
O adolescente

A vida é tão bela que chega a dar medo.
Não o medo que paralisa e gela,
estátua súbita,
mas
esse medo fascinante e fremente de curiosidade
                                                           [que faz
o jovem felino seguir para frente farejando o vento
ao sair, a primeira vez, da gruta.
Medo que ofusca: luz!
Cumplicentemente,
as folhas contam-te um segredo
velho como o mundo:
Adolescente, olha! A vida é nova...
A vida é nova e anda nua
— vestida apenas com o teu desejo!

QUINTANA, M. Nariz de vidro. São Paulo: Moderna, 1998.

Ao abordar uma etapa do desenvolvimento humano, o poema mobiliza diferentes estratégias de composição. O principal recurso expressivo empregado para a construção de uma imagem da adolescência é a:

a) hipérbole do medo.

b) metáfora da estátua.

c) personificação da vida.

d) antítese entre juventude e velhice.

e) comparação entre desejo e nudez.

Resposta: Letra C.

Publicado por Mariana Rigonatto

Artigos Relacionados

Assonância
Aprenda mais sobre assonância e veja exemplos dessa figura de linguagem. Entenda a diferença entre assonância e aliteração. Resolva os exercícios sobre o tema.
Eufemismo
Entenda o que é o eufemismo e saiba quando ele é usado. Veja alguns exemplos dessa figura de linguagem.
Figuras de linguagem
As figuras de linguagem mais usadas em textos literários, jornalísticos ou publicitários.
Figuras de palavras ou semânticas
Conheça as figuras de palavras. Observe as diferenças existentes entre elas. Aumente a sua capacidade de expressão estilística ao dominar o uso delas.
As figuras de pensamento estão atreladas ao campo das ideias, do pensamento.
Figuras de pensamento
Saiba o que são figuras de pensamento e conheça cada uma delas. Veja também vários exemplos e confira os exercícios propostos.
Entre as principais figuras de sintaxe estão a hipérbole, o eufemismo, a prosopopeia e o pleonasmo, utilizados para conferir expressividade ao texto
Figuras de sintaxe
Desconstruindo a sintaxe: Saiba mais sobre as figuras de sintaxe ou construção, interessante elemento estilístico da língua portuguesa.
As figuras sonoras combinam os sons às palavras, provocando no leitor uma experiência auditiva extremamente agradável
Figuras sonoras
Quer saber o que são as figuras sonoras? Clique aqui e sinta o som das palavras!
video icon
Filosofia
Banalidade do mal | Hannah Arendt
Uma das maiores pensadoras do século XX, Hannah Arendt cunhou o conceito de banalidade do mal. Para a filósofa, havia um tipo de prática do mal (inerente, inclusive, ao regime nazista e a outros totalitarismos) que não era aquela por quem acreditava no mal, mas por alguém que cumpria ordens visando a uma ascensão na carreira militar. Para a pensadora, esse era o mal banal, muito mais perigoso que o mal praticado por quem tem a finalidade apenas no mal em si. Assista ao nosso vídeo para entender o assunto!

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Matemática
Área da esfera
Clique para aprender a calcular a área da esfera.
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Estrangeirismo
Nessa videoaula você entende sobre o estrangeirismo na música "Samba do Approach."
video icon
videoaula brasil escola
História
Crise de 1929
A quebra da bolsa de valores de Nova Iorque afetou não só os EUA, como o mundo. Entenda!