Verbos defectivos

Verbos defectivos são aqueles que possuem conjugação incompleta, ou seja, não se conjugam em todos os modos, tempos e pessoas. Podem ser conjugados apenas nas formas arrizotônicas, ou melhor, nas formas cuja vogal tônica permanece fora do radical.

Os motivos pelos quais esse fato ocorre são variados: alguns verbos se fossem conjugados iriam se confundir com outros, como é o caso de “falar” e “falir”, os quais na 1ª pessoa do indicativo ficariam do mesmo modo “falo”. Assim, somente o verbo “falar” tem conjugação na primeira pessoa do singular do presente do indicativo.

Além do problema de equívoco que os verbos defectivos poderiam causar, como exposto anteriormente, há ainda outras causas: algumas formas são repudiadas por questão de provocarem sons desagradáveis, ou por não serem usuais, ou por desenvolverem conotações pejorativas.

São exemplos de alguns verbos defectivos: adequar, falir, doer, reaver, abolir, banir, brandir, carpir, colorir, delir, explodir, ruir, exaurir, demolir, puir, delinqüir, fulgir (resplandecer), feder, aturdir, bramir, esculpir, extorquir, retorquir, soer (costumar: ter costume de), etc.

Estes verbos, em sua maioria, são conjugados apenas na primeira e segunda pessoa do plural do modo indicativo, na segunda pessoa do plural do modo imperativo e não possuem flexões no presente do subjuntivo.

Porém, a fixação dos modos de se conjugar os verbos depende muito dos falantes e, portanto, pode ser alterada, conforme os usuários da língua comecem a utilizar determinada forma. Este fato está ocorrendo com o verbo “adequar”, flexões como “adéquo”, “adeqúa” vem sendo empregadas pelos falantes. Quem sabe em breve todas as flexões deste verbo serão “corretas” para os gramáticos? Pois isso já aconteceu antes com os verbos polir, emergir, agir.

Observamos que o fato de um verbo ser caracterizado como defectivo, não quer dizer que será assim o tempo todo. A língua é viva e nós, como falantes nativos, podemos adequar a escrita à fala, de acordo com a necessidade da época em que estamos.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Publicado por: Sabrina Vilarinho
Assista às nossas videoaulas
Assuntos relacionados
Ratificar ou Retificar?
Em que situações devemos utilizá-los corretamente?
Minúcias relativas às locuções verbais
Confira algumas considerações importantes!
Constituem-se de características específicas, que assim os denominam
Verbos terminados em “-iar” – regulares ou irregulares
Confira importantes pressupostos que a eles se referem!
O verbo desculpar tanto pode se apresentar como transitivo direto, quanto como pronominal
Minúcias do verbo desculpar
O verbo “desculpar” apresenta algumas minúcias: tanto pode ser usado na forma transitiva direta como na forma pronominal. Atenha-se a mais detalhes aqui!
Verbos anômalos
Clique aqui e veja tudo sobre os verbos anômalos. Entenda as características e funções desse tipo de verbo. Aprenda mais com exercícios resolvidos.
Os verbos unipessoais apresentam somente a terceira pessoa gramatical
Verbos unipessoais
Os verbos unipessoais são aqueles que apresentam somente a terceira pessoa do singular ou do plural.
O presente do subjuntivo e o imperativo afirmativo e negativo são derivados do presente do indicativo
Tempos derivados do presente do modo indicativo
Sua competência linguística pode se ampliar ainda mais, sabe como? Clicando e conferindo acerca dos tempos derivados do presente do modo indicativo!