Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Química Geral
  4. Propriedades intensivas e extensivas

Propriedades intensivas e extensivas

As propriedades intensivas e extensivas são aquelas que são analisadas de acordo com a dependência da variação da massa na amostra.

Uma das formas de se classificar as propriedades físicas da matéria, isto é, aquelas propriedades que são analisadas e coletadas de modo que a composição do material continue a mesma, é de acordo com a dependência da massa na amostra.

Existem dois tipos de propriedades nesse caso, as intensivas e as extensivas. As propriedades intensivas são aquelas que não dependem da massa da amostra. Por exemplo, como mostra a imagem mais acima, se temos uma solução e medimos a sua temperatura, independente da sua quantidade, a temperatura será a mesma. Desse modo, temos que a temperatura é uma propriedade intensiva da matéria.

Outros exemplos são os pontos de fusão e de ebulição, independente da quantidade de material, eles permanecerão os mesmos. Como acontece, por exemplo, com a água; não importa se temos 100 g ou 1 kg de água, ao nível do mar, o seu ponto de fusão sempre será 0ºC e seu ponto de ebulição sempre será 100ºC.

Isso distingue a água dos demais materiais, o que nos mostra que algumas propriedades intensivas podem ser utilizadas para descobrir a constituição de uma substância.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As propriedades extensivas, por outro lado, são aquelas que dependem da massa da amostra. O volume é um exemplo, podemos ver isso comparando 1 saco de 2 kg de açúcar com 1 um saco de 5 kg. É obvio que o que possui maior massa ocupa um espaço maior.

Existem também algumas propriedades intensivas que são derivadas de propriedades extensivas, como é o caso da densidade (densidade = massa/volume). A densidade é uma propriedade intensiva, pois não depende da variação da massa. Por exemplo, um cubo de gelo tem densidade igual a 0,92 g/cm3. A densidade de um iceberg é a mesma. É por isso que tanto um cubo de gelo quanto um iceberg flutuam na água, que possui densidade maior (1,0 g/cm3).

A massa e o volume, conforme já dito, são propriedades extensivas, mas a densidade é intensiva porque à medida que a massa diminui, o volume também diminui e, portanto, a relação m/v permanece constante, isto é, a densidade permanece a mesma independente da amostra.

A densidade é outra propriedade intensiva que pode ser usada para distinguir uma substância da outra.

A medida da temperatura é uma propriedade intensiva
A medida da temperatura é uma propriedade intensiva
Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça
Assuntos relacionados
Forças intermoleculares e estado físico da matéria
Como a mudança de temperatura interfere na união entre moléculas?
Uma substância é caracterizada por ter propriedades próprias bem definidas. Não existem duas substâncias que tenham todas as propriedades exatamente i
Substâncias Simples e Compostas
Substâncias simples são formadas por átomos de um mesmo elemento químico e substâncias compostas são formadas por átomos (ou íons) de elementos químicos diferentes.
O conteúdo energético de cada um dos elétrons de um átomo é caracterizado por quatro números quânticos
Os Quatro Números Quânticos
Entenda como é feita a determinação dos quatro números quânticos dos elétrons de um átomo.
O tamanho do raio atômico muda se ele ganhar ou perder elétrons
Raio Atômico e Iônico
Descubra como ocorre a variação do tamanho do raio atômico quando o átomo perde ou ganha elétrons, transformando-se em um íon.
O termômetro é o equipamento usado para medir a temperatura
Temperatura como variável de estado dos gases
Entenda o que é temperatura, como ela é medida, por que ela é considerada uma variável de estado dos gases e como ocorre essa variação.
É possível separar o petróleo da água com o funil de bromo
Decantação com o funil de bromo
Clique e aprenda como realizar a separação dos componentes de uma mistura heterogênea por meio da decantação com o funil de bromo.
Equações Químicas
Equações Químicas, ácido clorídrico, Equação Química equilibrada, balanceamento de equações, produtos, reagentes, coeficiente estequiométrico, estado físico do átomo participante, Catalisadores, aquecimento, reação reversível.
Maleabilidade: permite obter diversos objetos.
Metais
Metais, maleabilidade, ductibilidade, condutibilidade, brilho metálico, estrutura cristalina, corrente elétrica, coloração vermelha, coloração dourada, cobre, ouro, cor prateada, raios X, agrupamento de cátions fixos, elétrons deslocalizados.
Linus Pauling criou um diagrama de distribuição eletrônica que serve tanto para átomos neutros como para íons
Distribuição eletrônica de íons
Aprenda a realizar a distribuição eletrônica de íons no diagrama de Linus Pauling.