Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Curiosidades Químicas
  4. Química das papilas gustativas

Química das papilas gustativas

Como funciona o paladar? Por que somos capazes de diferenciar o salgado do amargo, o ácido do doce? As papilas gustativas de nossa língua têm a resposta, elas foram intituladas de quimiorreceptoras, ou seja, as responsáveis por detectar a presença de substâncias químicas em nossa boca.

As papilas gustativas estão presentes em todo o comprimento da língua, desde a ponta até a parte mais interna, veja abaixo como elas se distribuem:



A ilustração demonstra quais regiões da língua são responsáveis pela percepção dos diferentes sabores. Esse órgão muscular tem cerca de 10 centímetros de comprimento e se não fosse por ele, não poderíamos sentir o sabor dos alimentos e classificá-los. Por exemplo, se você ingere uma fruta cítrica, a região localizada na extremidade da língua permite sentir o sabor azedo característico.

Aquela vontade de saborear determinados alimentos tem explicação científica. A língua possui também as chamadas moléculas saporíferas (do latim sapere = provar). Essas estimulam nosso apetite, nos fazendo ficar literalmente com água na boca diante de guloseimas como doces, tortas, bombons, etc.

E não podemos nos esquecer do olfato, que também possui um papel importante neste contexto. O que conhecemos como sabor, nada mais é do que uma combinação de odores e gostos percebidos pelo sentido gustativo e olfativo, ambos ativados pelos seus quimiorreceptores. Prova disso é quando estamos gripados e não conseguimos sentir o sabor dos alimentos, tudo porque nosso nariz fica congestionado.

Veja mais!
Sistema sensorial

Por que sentimos o sabor dos alimentos?
Por que sentimos o sabor dos alimentos?
Publicado por: Líria Alves de Souza
Assuntos relacionados
A laranja é rica em vitamina C
Vitaminas solúveis e insolúveis
O perigoso consumo de vitaminas insolúveis.
Devemos tomar algumas precauções diante do uso de cotonetes
O que é a cera de ouvido?
Clique aqui e conheça qual é a composição e qual a formação da cera de ouvido.
Origem da bomba atômica
Desenvolvimento de bombas nucleares
Como surgiram as diferentes armas atômicas.
Inicialmente, a ideia de se usar micro-ondas ocorreu na Segunda Guerra Mundial para detectar sinais de aeronaves inimigas
Origem e Funcionamento do forno de micro-ondas
O micro-ondas surgiu durante a segunda Guerra Mundial e funciona por dois meios: aquecimento dielétrico e condução iônica.
Observe as manchas vermelhas que surgem na língua do paciente
Língua geográfica
Conheça os sintomas, as formas de realizar o diagnóstico e o tratamento de uma condição denominada de língua geográfica.
Sistema de Copérnico
Nicolau Copérnico: o sol como centro de tudo
Nicolau Copérnico, descobertas de Copérnico, história das esferas celestes, centro do cosmo, modelo coperniciano, movimento de rotação, teoria de Copérnico, corpos celestes, estrutura da astronomia moderna, Galileu Galilei, Isaac Newton, conhecimento atual sobre o Universo.
É possível fazer sangue?
Sangue do futuro
Como reproduzir o fluido essencial a vida a partir de polímeros.
Louis Pasteur (1822-1895)
Louis Pasteur e a Estereoquímica
Associação entre a cristalografia, a química e a óptica.
As cores das hortênsias são determinadas pela acidez do solo em que são plantadas
Acidez do solo
Veja como a acidez do solo, medida por seu pH, influencia no crescimento e na cor de algumas flores.