Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Química Geral
  4. Raio atômico: o tamanho do átomo

Raio atômico: o tamanho do átomo

     O raio atômico (r) é a metade da distância (d) entre dois núcleos de átomos vizinhos. Neste caso, considera-se o átomo como uma esfera. Então, de modo mais completo, podemos definir que o raio atômico (r) de um elemento é a metade da distância (d) internuclear mínima na qual dois átomos desse elemento podem estar, sem estarem ligados quimicamente. Utilizamos dois átomos não ligados, pois a medida do raio de um átomo isolado não pode ser feita com precisão, uma vez que a eletrosfera não tem um limite determinado.

      Para realizar esta medida faz-se com que um feixe de raios-X atravesse a amostra de um material feito de átomos ou íons de um único elemento químico, sofrendo então um desvio. A imagem registrada sobre uma chapa fotográfica mostra a posição dos núcleos dos átomos e a distância (d) entre eles. Desse modo, é só dividir por dois este valor, que encontraremos o raio atômico deste elemento.

      Por exemplo, a medida da distância entre os núcleos de dois átomos de ferro é 2,48 Å. Dividindo este valor por dois, obtemos o valor do raio do átomo de ferro que é de 1,24 Å.

O raio atômico (r) é a metade da distância (d) entre dois núcleos de átomos vizinhos
 

*Variação do raio atômico na Tabela Periódica:

a) Na mesma família: à medida que o número atômico aumenta (de cima para baixo), o raio atômico também aumenta. Isto ocorre porque os níveis de energia ou camadas eletrônicas do átomo no estado fundamental também aumentam. Assim, podemos dizer que o raio atômico cresce de cima para baixo na tabela periódica.

b) No mesmo período: neste caso, ocorre o inverso. À medida que o número atômico aumenta (da esquerda para a direita) em um mesmo período, o raio atômico diminui. Isto acontece porque, à medida que aumenta o número de prótons (carga nuclear), aumenta também a atração sobre os elétrons. Assim, diminui-se o tamanho dos átomos. Podemos confirmar, então, que o raio atômico cresce da direita para a esquerda na Tabela Periódica.

 

Sentido de crescimento dos raios atômicos na Tabela periódica
Por Jennifer Fogaça
Graduada em Química
 

 

Ilustração de um átomo com ênfase em seu núcleo
Ilustração de um átomo com ênfase em seu núcleo
Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto

QUERO FAZER OS EXERCÍCIOS

Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios

Questão 1

A ordem crescente de raio atômico entre os átomos 714N, 37Li, 1224Mg, 1940K é:

a) 714N < 37Li < 1224Mg < 1940K

b) 37Li < 714N < 1224Mg < 1940K

c) 1940K <1224Mg < 714N < 37Li

d) 714N < 1224Mg < 37Li < 1940K

e) 1224Mg < 37Li < 714N < 1940K

Questão 2

(Cesgranrio-RJ) Considerando um grupo ou família na tabela periódica, podemos afirmar em relação ao raio atômico que:

a) Aumenta com o aumento do número atômico, devido ao aumento do número de camadas.

b) Aumenta à medida que aumenta o número de elétrons do nível L.

c) Não sofre influência da variação do número atômico.

d) Diminui à medida que aumenta o número atômico, devido ao aumento da força de atração do núcleo.

e) Diminui com o aumento do número atômico, devido ao aumento do número de elétrons.

Mais Questões
Assuntos relacionados
Ilustração de átomo – corresponde apenas a um modelo, e não à realidade
Estrutura do átomo
Conheça a estrutura básica do átomo e quais são as suas principais partículas constituintes.
Thomson em seus experimentos.
O átomo de Thomson
Modelo atômico de Thomson, Joseph John Thomson, descargas elétricas de gases, núcleo, carga positiva, carga negativa, elétrons, prótons, eletrosfera, massa do átomo, partículas, experimentos científicos, radioatividade, matéria.
A graduação do termômetro é a escala termométrica (existem várias escalas em uso atualmente)
Conversão de Escalas Termométricas
Conheças as escalas termométricas (graus Celsius, Kelvin e Fahrenheit), como surgiu cada uma, o que é o zero absoluto e como realizar a conversão dessas unidades.
As patas da lagartixa possuem milhares de filamentos que realizam uma força de atração com as moléculas da superfície
Força Intermolecular de Dipolo Induzido
Por que o gelo-seco sublima? Por que as lagartixas andam pelo teto? Leia aqui como esses fenômenos são explicados pelas forças de dipolo induzido.
Valores de eletronegatividade dos elementos da Tabela Periódica segundo Linus Pauling
Eletronegatividade
Conheça umas das propriedades periódicas mais importantes, a eletronegatividade.
O tamanho de um átomo é influenciado pela quantidade de prótons e elétrons existente na sua composição
Raio iônico
Clique e conheça a influência da perda e do ganho de elétrons em um raio iônico.
O cimento é composto por um óxido que apresenta na sua constituição o metal alcalinoterroso cálcio
Metais alcalinoterrosos
Conheça as principais características e utilizações dos metais alcalinoterrosos!
Na substância cloreto de cálcio, o cálcio é o elemento mais eletropositivo
Eletropositividade
Aprenda a determinar a eletropositividade de um elemento pela análise do seu raio atômico e do seu posicionamento na Tabela Periódica.
A confecção de joias é uma aplicação dos metais nobres
Metais nobres
Clique e aprenda o que são os metais nobres e conheça as principais características de cada um deles!
Como a ciência é comprovada?
Método científico
Clique aqui e entenda o que é e quais são as etapas do método científico!
Os elementos do grupo 18 da Tabela Periódica são os gases nobres
Gases Nobres
Conheça os elementos que compõem o grupo dos gases nobres, suas principais propriedades e aplicações.
Algumas balanças analíticas possuem portinholas de vidro corrediças para impedir que correntes de ar levem a medidas erradas
Exatidão e Precisão das Medidas
Entenda qual é a diferença entre exatidão e precisão nos instrumentos de medidas.