Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Química Inorgânica
  4. Reações de Simples Troca

Reações de Simples Troca

Uma reação de simples troca ocorre quando reagem uma substância simples (formada por um único tipo de elemento químico) e uma substância composta (formada por mais de um tipo de elemento), originando uma nova substância simples e outra composta.

Dizemos que a substancia simples “desloca” da substância composta uma nova substância simples. Por isso, ela também é chamada de reação de deslocamento.

Outro nome comumente dado para essas reações é de substituição, pois um tipo de elemento é substituído por outro na substância composta.

Genericamente, temos:

A + BC → AB + C   ou         A + BC → AC + B

Um exemplo desse tipo de reação inorgânica ocorre quando o ferro reage com alguma solução ácida, como uma solução aquosa de ácido clorídrico:

2 Fe(s) + 6 HCl(aq) → 2 FeCl3(aq) + 3 H2(g)

Observe que nessa reação o ferro é a substância simples e o ácido clorídrico é a substância composta. O ferro perde três elétrons que são recebidos pelos íons hidrogênio do ácido, formando então uma nova substância simples (o gás hidrogênio – H2) e uma nova substância composta (o cloreto de ferro III- FeCl3).

Visto que nas reações de simples troca há também transferência de elétrons entre as substâncias, elas também correspondem a reações de oxirredução.

No entanto, a reação acima só ocorreu porque o ferro é mais reativo que o hidrogênio. Dessa forma, o metal (ou ametal) mais reativo precisa ser o que está na substância simples, que poderá então deslocar o outro metal (ou ametal) menos reativo que está na substância composta. Para verificarmos se a reação de simples troca realmente ocorrerá, temos que analisar a fila de reatividade dos metais e dos ametais, que são dadas abaixo:

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Fila de reatividade ou eletropositividade dos metais e ametais

Por exemplo, será que as reações abaixo ocorrem?

  • Zn + HCl → ?
  • P + HCl → ?
  • Cl2 + KI → ?
  • I2 + KCl → ?

Temos que:

  • Zn + HCl → ZnCl2 + H2

Pela fila de reatividade dos metais, vemos que o zinco é mais reativo que o hidrogênio, por isso a reação acima ocorrerá. Se colocarmos uma lâmina de zinco numa solução de acido clorídrico, veremos a formação de uma grande efervescência, que indica a liberação de gás hidrogênio.

A efervescência indica a ocorrência da reação de simples troca entre os pedaços de zinco e o ácido clorídrico, pois há a liberação de gás hidrogênio

  • Cu + HCl → Não ocorre.

O cobre é menos reativo que o hidrogênio, por isso, se colocarmos uma lâmina de cobre numa solução de ácido clorídrico, não acontecerá nada.

  • Cl2 + 2 KI → 2 KCl + I2

Essa reação ocorre, porque pela fila de reatividade dos ametais, notamos que o cloro é mais reativo que o iodo.

  • I2 + KCl → Não ocorre.

O iodo é menos reativo que o cloro, por isso, essa reação não acontece.

 

Bolhas de gás hidrogênio sendo liberadas numa reação de simples troca
Bolhas de gás hidrogênio sendo liberadas numa reação de simples troca
Publicado por: Jennifer Rocha Vargas Fogaça
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios

Questão 1

(UFRJ-mod.) Reações de deslocamento ou simples troca são aquelas em que uma substância simples de um elemento mais reativo desloca outra de uma substância composta. Um exemplo de reação de deslocamento, em que o cálcio desloca o hidrogênio, é apresentado a seguir:

Ca(s) + 2HNO3(aq) → Ca(NO3)2(aq) + H2(g)

Assinale a alternativa que indica o nome do sal formado nessa reação e que apresenta a equação da reação em que o alumínio desloca o hidrogênio do ácido clorídrico.

a) Nitreto de cálcio; 2 Al + 6 HCl → 2 AlCl3 + 3 H2.

b) Nitrato de cálcio; 2 Al + 6 HCl → 2 AlCl3 + 3 H2.

c) Dinitreto de monocálcio; 2 Al + 6 HCl → 2 AlCl3 + 3 H2.

d) Nitrato de cálcio; 2 Al + 2 HCl → 2 AlCl + H2.

e) Nitrato de cálcio; 2 AlCl3 + 3 H2 → 2 Al + 6 HCl 2.

Questão 2

Qual dos metais a seguir não poderia realizar uma reação de deslocamento com o AgNO3 (nitrato de prata)?

a) Cu.

b) Fe.

c) K.

d) Na.

e) Au.

Mais Questões
Assuntos relacionados
O nome do dióxido de carbono é dado pela regra de nomenclatura de óxidos moleculares
Nomenclatura dos óxidos
Clique e conheça as regras de nomenclatura utilizadas para realizar a nomenclatura de óxidos (iônicos e moleculares).
A soda cáustica é uma base (hidróxido de sódio) usada na fabricação de sabões
Bases no cotidiano
Conheça algumas das principais aplicações e origens das bases usadas no cotidiano.
O bote salva-vidas é um exemplo de aplicação de hidretos iônicos
Hidretos
Conheça a definição e a diferença entre hidretos iônicos e hidretos moleculares.
O ácido fluorídrico é corrosivo
Ácido Fluorídrico (HF)
Conheça algumas propriedades e aplicações do ácido fluorídrico (HF).
Ilustração da pilha de Daniell
Pilha de Daniell
Conheça a pilha de Daniell ou pilha de zinco-cobre, como ela é montada e seu funcionamento.
O gás cloro pode ser obtido por meio de reação de simples troca entre ametais
Reações de simples troca entre ametais
Aprenda os critérios para determinar se uma reação de simples troca entre ametais ocorrerá ou não.
O dióxido de enxofre é produzido em toda reação de ustulação
Reações de ustulação
Clique e aprenda o que é uma reação de ustulação, as condições para que ela ocorra e quais são os produtos que podem ser formados.
Sais de banho
Sal por toda parte
Conheça vários sais e onde são aplicados.
Existem vários tipos de sais estudados em Química Inorgânica
Classificação dos Sais
Entenda mais a respeito da classificação dos sais através deste texto.
A reação que faz os airbags inflarem, protegendo o motorista de um impacto muito danoso, é uma reação de análise ou decomposição
Reações de Análise ou Decomposição
A reação que faz os airbags inflarem, que produz o bio-óleo como alternativa de combustível e muitas outras são de análise ou decomposição. Veja mais exemplos aqui.
Reação química sendo feita em laboratório
Reações inorgânicas
Conheça as principais reações inorgânicas, incluindo reações de síntese ou adição, análise ou decomposição, simples troca ou oxirredução e dupla troca ou metátese.
Os ácidos e bases são compostos muito usados em laboratório (Obs.: Na imagem, temos também outros compostos, como os sais)
Teorias ácido-base de Arrhenius, de Brønsted-Lowry e de Lewis
Conheça as teorias ácido-base de Arrhenius, de Brønsted-Lowry (protônica) e de Lewis (eletrônica).