Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Química
  3. Química nuclear
  4. Variantes da bomba atômica

Variantes da bomba atômica

As bombas atômicas também são conhecidas como bombas nucleares, isso porque são armas explosivas cuja energia deriva de uma reação nuclear e tem um poder destrutivo imenso. Os principais gêneros estão listados a seguir:

Bombas de fissão nuclear

As bombas que utilizam da chamada fissão nuclear são, em geral, feitas com urânio ou plutônio. Esses elementos têm pesados núcleos atômicos que são desintegrados em elementos mais leves quando bombardeados por nêutrons.

O bombardeamento de um núcleo implica na produção de mais nêutrons, que bombardeiam outros núcleos, gerando uma reação em cadeia.

Bombas de fusão nuclear

Esse tipo de bomba comporta a reação onde núcleos leves de hidrogênio e hélio combinam-se para formar elementos mais pesados e liberar enormes quantidades de energia.

As bombas de fusão são também conhecidas como bombas de hidrogênio ou bombas termonucleares. Esse último termo se justifica pelo fato da fusão ocorrer em altíssima temperatura para que a sua reação em cadeia ocorra.

A bomba de fusão nuclear é considerada a mais potente de todas, felizmente nunca foi usada em uma guerra. Uma amostra foi testada pelos Estados Unidos em 1961 e ficou conhecida como Tsar Bomba.


Bomba de nêutrons

A bomba de nêutrons consiste num dispositivo termonuclear pequeno. É composta por um corpo de níquel ou cromo, onde ocorre uma reação de fusão, os nêutrons gerados não são absorvidos pelo interior da bomba, eles escapam.

As partículas de nêutrons possuem alta energia e por isso grande poder de destruição. A ação penetrante dessas partículas é a maior, se comparada a outros tipos de radiação. Portanto, a bomba de nêutrons tem ação destrutiva sobre organismos vivos. Tecidos humanos são facilmente penetrados por nêutrons.

Tsar Bomba (réplica) no Museu de Bombas Atômicas de Sarov
Tsar Bomba (réplica) no Museu de Bombas Atômicas de Sarov
Publicado por: Líria Alves de Souza
Assuntos relacionados
O Césio 137 é um elemento altamente radioativo
Césio 137
O que é Césio 137, acidente do Césio em Goiânia, isótopo radioativo, fissão de urânio ou plutônio, equipamentos de radiografia, emitir radiações gama, fiscalização do lixo radioativo, Comissão Nacional de Energia Nuclear, conseqüências do Césio 137.
Radioisótopos
Clique aqui e conheça as características de alguns radioisótopos!
Qual a potência da bomba de hidrogênio?
Bomba de hidrogênio
Você sabe o que é uma bomba de hidrogênio? Clique aqui e entenda!
Quais as vantagens da fusão nuclear?
Energia do futuro
Saiba mais sobre a fusão nuclear.
Partícula Alfa sendo emitida
Emissão Alfa
Saiba sobre os emissores Alfa.
Por que átomos se desintegram?
Decaimento radioativo
Desintegração nuclear de isótopos.
Frederic Soddy estudou as emissões alfa e criou a primeira lei da radioatividade, que leva seu nome
Primeira Lei de Soddy
Conheça a lei de Soddy, que constitui a primeira lei da radioatividade, cujo enunciado explica a transformação que ocorre quando um átomo emite partículas alfa.
Imagem do LHC, o maior acelerador de partículas do mundo
LHC: O Maior Acelerador de Partículas do Mundo
Conheça o processo de funcionamento do LHC, o maior acelerador de partículas do mundo, a finalidade da sua construção e por que não precisamos ficar com medo.
O período de meia-vida ou de semidesintegração ajuda a determinar por quanto tempo o lixo radioativo deve ser isolado
Meia-Vida ou Período de Semidesintegração de Elementos Radioativos
Conheça o que é o período de meia-vida ou de semidesintegração dos isótopos radioativos, uma grandeza usada para medir a idade de fósseis, rochas e de objetos arqueológicos.
Réplica da “Tsar Bomb”, em exposição no museu de Moscou*
Tsar Bomb – a bomba mais potente já feita
Saiba o que é a Tsar Bomb e o que ela representou no contexto da Guerra Fria e o que representa ainda hoje.
Radioatividade do Urânio
Como foi descoberta a radiação emitida por este elemento.
Qual a idade deste fóssil?
Datação radiométrica
Clique aqui e entenda como funciona o processo de datação radiométrica!
Para aumentar a velocidade das partículas que bombardearão o núcleo de um elemento, usa-se um acelerador de partículas
Acelerador de partículas
Conheça o que constitui um acelerador de partículas, os três tipos principais de aceleradores e para que eles são utilizados.
Quando o núcleo de um átomo é instável, ele sofre decaimento radioativo natural
Decaimento radioativo natural
Descubra por que ocorre o decaimento radioativo natural somente em determinados elementos químicos.