Whatsapp icon Whatsapp

Dupla fecundação

A dupla fecundação é um processo que ocorre exclusivamente em angiospermas e caracteriza-se pela produção de um embrião e de uma estrutura triploide denominada endosperma.
As angiospermas são o único grupo de plantas que apresenta a dupla fecundação
As angiospermas são o único grupo de plantas que apresenta a dupla fecundação

A dupla fecundação é um processo típico das angiospermas, ou seja, só ocorre nesse grupo de plantas. Esse processo caracteriza-se pela fecundação da oosfera e dos núcleos polares por dois gametas masculinos.

→ Grão de pólen e saco embrionário

Antes de descrever esse processo, precisamos entender as características do grão de pólen e do saco embrionário. A seguir, descreveremos essas duas estruturas:

  • Grão de pólen: Diferentemente do que muitos pensam, o grão de pólen não é o gameta masculino. Ao ser liberado da antera, em geral, ele é formado por uma célula vegetativa (célula do tubo) e uma célula geradora e, nesse estágio, é conhecido como microgametófito imaturo. Posteriormente, a célula geradora divide-se e, então, dá origem aos gametas masculinos, chamados de células espermáticas.

  • Saco embrionário: No início do desenvolvimento, o óvulo é apenas nucelo, e essa estrutura é, posteriormente, envolvida pelos tegumentos, os quais formam uma abertura chamada micrópila na extremidade do óvulo. Um único megasporócito surge no nucelo e, em seguida, divide-se por meiose, formando quatro megásporos haploides. Três dos quatro megásporos degeneram-se, e o megásporo funcional começa a ter seu núcleo dividido mitoticamente. Ao final do terceiro ciclo mitótico, temos oito núcleos. Dois núcleos estão localizados no centro da célula octonucleada e são chamados de núcleos polares. Três núcleos localizam-se na região próxima à micrópila e constituem o aparelho oosférico com duas sinérgides e uma oosfera. Outros três núcleos localizam-se na região oposta à micrópila e são chamados de antípodas. Nas antípodas, observa-se a formação de parede celular, assim como nas sinérgides. Temos, portanto, uma estrutura com oito núcleos e sete células: o saco embrionário ou megagametófito maduro.

    Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

→ Processo de dupla fecundação

Para ocorrer a dupla fecundação, é necessário que aconteça, inicialmente, a chamada polinização. Nesse processo, o grão de pólen é depositado sobre o estigma da flor, ou seja, a parte feminina. O grão de pólen absorve água do estigma e germina, formando o tubo polínico. O tubo, então, segue pelo estigma e pelo estilete até alcançar a entrada da micrópila.

Ao entrar na micrópila e atingir o saco embrionário, o tubo polínico, que carrega os dois gametas masculinos e o núcleo vegetativo, adentra uma sinérgide. Essa célula degenera-se e os gametas são descarregados. Um núcleo de um gameta masculino une-se com o núcleo da oosfera e outro, com os núcleos polares. É por esse motivo que dizemos que ocorre uma dupla fecundação.

→ Resultado da dupla fecundação

Como resultado da dupla fecundação, haverá a formação do embrião e do endosperma. A união do gameta masculino com a oosfera produzirá o embrião, enquanto a união do gameta com os núcleos polares levará à formação do endosperma. Esse último destaca-se por ser um tecido triploide rico em nutrientes que fornecerá alimento para o embrião em desenvolvimento.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos
Assista às nossas videoaulas

Artigos Relacionados

Flor e fruto: estruturas encontradas unicamente nas angiospermas.
Angiospermas
Angiospermas: plantas que formam flores verdadeiras e frutos.
Flor
Saiba mais sobre a estrutura da flor e conheça seus aparelhos reprodutores masculino e feminino.
Durante a germinação, a primeira estrutura a emergir da semente é a raiz.
Germinação
Neste texto, aprenderemos sobre o processo de germinação da semente e conheceremos os fatores necessários para que ela ocorra.
A semente garante nutrientes para o embrião
Semente
Conheça as principais características da semente e sua importância para os vegetais.
video icon
História
História de Goiás: coronelismo
Assista a nossa videoaula para conhecer a história do coronelismo do estado de Goiás. Confira também, no nosso canal, outras informações sobre a história do Brasil republicano.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas