Whatsapp icon Whatsapp

Gutação

A gutação é a eliminação de água líquida pela planta e ocorre graças ao processo de pressão da raiz.
As gotas na folha não são orvalho, e sim líquido sendo eliminado pela própria planta
As gotas na folha não são orvalho, e sim líquido sendo eliminado pela própria planta

A gutação (do latim gutta, que significa gota) é um processo que se caracteriza pelo surgimento de gotículas de água pura, ou de soluções com solutos orgânicos e inorgânicos, nas bordas ou no ápice das folhas. Essa água é proveniente do interior do corpo da planta e, muitas vezes, pode ser confundida com orvalho, um fenômeno formado devido à condensação da água presente no ar.

Por que a gutação acontece?

A gutação é consequência do processo denominado de pressão da raiz. Essa pressão existe em momentos em que a transpiração da planta está ocorrendo lentamente, ou não está acontecendo, como à noite.

Nessas situações, as células da raiz continuam secretando íons dentro do xilema, fazendo com que o potencial de água dele torne-se mais negativo. Isso faz com que a água penetre nesse tecido condutor por osmose, desenvolvendo-se uma pressão positiva, a chamada pressão da raiz, que força a água para cima através do xilema.

A gutação ocorre, portanto, por causa dessa pressão da raiz que faz com que a água seja forçada para as folhas. Como a água que entra nas folhas é maior que a quantidade que está sendo transpirada, ela é eliminada. A saída da água acontece por estruturas especializadas chamadas de hidatódios.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

De uma maneira geral, podemos dizer que a gutação ocorre quando algumas condições especiais acontecem, tais como:

  • Redução da transpiração;
  • Grande disponibilidade de água no solo;
  • Alta umidade relativa do ar.

O que são hidatódios?

Os hidatódios, ou poros aquíferos, são estruturas localizadas no ápice ou na borda das folhas. Eles são formados por elementos do xilema, células parenquimáticas de parede fina, que formam o chamado epitema, e poros aquíferos, que se assemelham a estômatos modificados. As traqueídes terminais liberam a solução no epitema, alguns íons são captados pela planta e o material restante é secretado para fora da planta pelos poros aquíferos. A captação de íons proporciona a nutrição mineral das folhas.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Estômatos
Aprenda mais sobre os estômatos, estruturas presentes nos vegetais. Neste texto conheceremos as características, as funções e os tipos de estômatos.
Tecidos condutores
Entenda a importância dos tecidos condutores e conheça as diferenças básicas entre o xilema e o floema.
Tecidos parenquimáticos
Um tecido vegetal com função de preenchimento, e armazenamento.
Transpiração nas plantas
Entenda um pouco mais a respeito do processo de transpiração que ocorre nos vegetais. Neste texto abordaremos o que é a transpiração, em que regiões do corpo da planta ela ocorre, quais fatores influenciam esse processo e a importância e malefícios da transpiração para o vegetal.
Xilema
Amplie seus conhecimentos sobre o xilema, um tecido de condução encontrado em alguns vegetais.
video icon
Professora ao lado do texto"Verbos dicendi".
Português
Verbos dicendi
Dizer, falar, gritar, responder são verbos dicendi, ou seja, palavras que apresentam a maneira pela qual uma pessoa se expressa. Assista a esta videoaula para aprender um pouco mais sobre essa classificação!