Whatsapp icon Whatsapp

3 de Dezembro — Dia Internacional das Pessoas com Deficiência

O Dia Internacional das Pessoas com Deficiência é comemorado anualmente no dia 3 de dezembro. A data foi criada em 1992 pela Organização das Nações Unidas e é um momento para a reflexão a respeito dos desafios enfrentados pelas pessoas com deficiência e das melhorias que devem ser feitas para garantir acessibilidade e inclusão social.

Leia também: 21 de setembro – Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência

Por que o Dia Internacional das Pessoas com Deficiência é importante?

O Dia Internacional das Pessoas com Deficiência é importante para dar visibilidade a essas pessoas, que, muitas vezes, não conseguem ter a mesma acessibilidade aos locais e às oportunidades que as pessoas sem deficiências. A data também é importante para lutar pela igualdade de oportunidades e também para celebrar todas as conquistas dessas pessoas.

Devemos lembrar também a importância do respeito e da empatia com o próximo. Frequentemente vemos o desrespeito com as pessoas com deficiência no nosso dia a dia, como acontece quando uma pessoa sem deficiência utiliza a vaga destinada àquelas que possuem alguma deficiência ou quando um aluno deficiente não recebe o atendimento especializado na escola.

As pessoas com deficiência enfrentam uma série de dificuldades, como o acesso ao mercado de trabalho.
As pessoas com deficiência enfrentam uma série de dificuldades, como o acesso ao mercado de trabalho.

Muitas conquistas foram alcançadas ao longo do tempo, mas devemos ressaltar a importância de que essas conquistas sejam respeitadas, tanto pelos cidadãos comuns como pelo poder público. O Dia Internacional das Pessoas com Deficiência é um dia de comemoração, mas também de luta, a qual não deve ficar restrita apenas ao dia 3 de dezembro.

Quem é considerado uma pessoa com deficiência?

A Lei nº 13.146, de 6 de julho de 2015, que instituiu a Lei Brasileira de Inclusão da Pessoa com Deficiência (Estatuto da Pessoa com Deficiência), afirma o seguinte:

“Considera-se pessoa com deficiência aquela que tem impedimento de longo prazo de natureza física, mental, intelectual ou sensorial, o qual, em interação com uma ou mais barreiras, pode obstruir sua participação plena e efetiva na sociedade em igualdade de condições com as demais pessoas”.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

As deficiências podem ser divididas em cinco grupos: física, auditiva, visual, mental e múltipla.

  • Deficiência física: alteração completa ou parcial de um ou mais segmentos do corpo de um indivíduo, a qual compromete sua função física. Nesse caso, incluem-se problemas como a paraplegia, tetraplegia, triplegia, paraparesia, ostomia, amputação ou ausência de membros, paralisia cerebral e membros com deformidades congênitas. Vale destacar que deformidades estéticas e que não proporcionam dificuldades para o desempenho das funções não são consideradas deficiências físicas.

  • Deficiência auditiva: alteração na capacidade de ouvir sons. É considerada deficiência auditiva perda bilateral, parcial ou total de 41 decibéis (dB) ou mais, sendo essa perda aferida por audiograma em diferentes frequências.

  • Deficiência visual: ocorre quando a pessoa apresenta cegueira, baixa visão, somatória do campo visual em ambos os olhos igual ou menor que 60º ou a ocorrência simultânea dessas condições.

  • Deficiência mental: funcionamento intelectual significativamente abaixo da média, com manifestações antes dos 18 anos e limitações em duas ou mais das seguintes habilidades: comunicação, cuidado pessoal, habilidades sociais, utilização dos recursos da comunidade, saúde e segurança, habilidades acadêmicas, lazer e trabalho.

  • Deficiência múltipla: ocorre quando o indivíduo apresenta duas ou mais das deficiências anteriormente descritas.

Leia também: Inclusão social — o que é e por que é tão importante?

Por que não utilizar a terminologia “pessoa portadora de deficiência”?

Muitas pessoas, ao se referirem a alguém com deficiência, utilizam expressões como “portador de deficiência” ou “portador de necessidades especiais”. Entretanto, é importante destacar que essa terminologia é inadequada e não deve ser utilizada. Isso se deve ao fato de que, ao se referir a uma pessoa como portadora, temos a ideia de que é possível livrar-se daquela deficiência quando o indivíduo achar necessário.

 As deficiências não tornam os indivíduos incapazes.
As deficiências não tornam os indivíduos incapazes.

Essa ideia de algo temporário não é pertinente, pois as deficiências são, na maioria dos casos, situações permanentes do indivíduo. A expressão adequada é “pessoa com deficiência”, sendo essa terminologia adotada no Brasil em substituição ao termo “pessoa portadora de deficiência” desde o dia 3 de novembro de 2010 com a Portaria SEDH nº 2.344.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Entre os principais problemas enfrentados pelas pessoas com deficiência, está a falta de acessibilidade
21 de setembro – Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência
Clique aqui para saber mais sobre o Dia Nacional de Luta das Pessoas com Deficiência!
A pessoa cega pode realizar suas atividades desde que seja estimulada
Cegueira
Entenda mais sobre a cegueira, uma condição relativamente comum caracterizada pela perda total ou parcial da visão.
Os indivíduos com deficiência mental apresentam dificuldade no equilíbrio.
Deficiência Mental
Deficiência mental, o que é deficiência mental, características da deficiência mental, o tratamento para a deficiência mental, os níveis existentes na deficiência mental, como diagnosticar a deficiência mental.
Quais são as causa da surdez?
Surdez
Porque ocorre, quais os tipos e o que devemos fazer para nos prevenir da surdez.
video icon
Guia de Profissões
Guia de Profissões | A vida na Letras, com Paula Martins de Souza
Quer ter mais informações sobre o curso de Letras e a profissão? Confira uma entrevista com a professora Paula Martins de Souza, que fala tudo o que você precisa saber sobre o assunto.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Sigmund Freud
Filosofia
Sigmund Freud
Nessa videoaula você conhecerá mais sobre a vida e estudos do "pai" da psicanálise.
video icon
Thumb Brasil Escola
Literatura
Realismo fantástico
Trazemos uma análise sobre realismo fantástico. Assista já!
video icon
Thumb Brasil Escola
Química
Funções orgânicas
Tire um tempo para entender melhor o que são as amidas