Hierarquia urbana

A hierarquia urbana refere-se à estrutura mundial de subordinação e organização econômica das cidades e suas redes.

A hierarquia urbana é a ordem de organização entre os diferentes níveis de complexidade econômica das cidades. Como a própria ideia de hierarquia sugere, trata-se das relações de dependência econômica exercidas por algumas cidades sobre outras, formando uma cadeia mais ou menos definida de cidades dependentes e economicamente interligadas entre si.

Essas relações econômicas estabelecem inevitavelmente a consolidação de uma rede urbana que estrutura uma teia formada por nós (as cidades) e os fluxos (os sistemas de transporte e telecomunicações). Essa estruturação é um fator que pode ser diretamente associado ao processo da globalização.

Fazem parte da hierarquia urbana mundial as cidades globais, as metrópoles nacionais, as metrópoles regionais e as cidades de menor porte.

Cidades globais: representam os principais polos da hierarquia urbana internacional. Além de concentrarem elevados quantitativos populacionais, sendo quase todas elas megacidades (cidades com mais de 10 milhões de pessoas), essas cidades apresentam uma complexa economia. Ao longo da história, em grande parte dos casos, as cidades globais foram as primeiras a industrializar-se no mundo ou, pelo menos, em seus países. Foram também as primeiras a iniciar o processo de desconcentração industrial que ainda está ocorrendo, passando a ser conhecidas por abrigar as principais sedes e centros de negócios das empresas multinacionais.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Exemplos de cidades globais: Nova York, Tóquio, Paris, Londres, Buenos Aires, Berlim, entre outros. No Brasil, existem duas: São Paulo e Rio de Janeiro.

Metrópoles nacionais: são cidades que também apresentam uma complexa e avançada organização econômica, uma grande quantidade de habitantes e uma posição atrativa no recebimento de investimentos, sobretudo de empresas estrangeiras. No entanto, o seu nível econômico não lhes permite criar em torno de si uma influência além de seus países ou regiões territoriais próximas.

Exemplos de metrópoles nacionais: Belo Horizonte, Porto Alegre, Curitiba, Brasília e outras cidades.

Metrópoles regionais: são cidades cuja importância e domínio alcançam apenas o nível regional, estando direta ou indiretamente subordinadas às metrópoles nacionais e às cidades globais. Mesmo assim, são centros estratégicos, pois representam o elo de regiões ou pontos afastados em relação aos grandes polos da economia mundial.

Exemplos de metrópoles regionais: Goiânia, Cuiabá, Campinas, Belém e outras.

Abaixo dessas cidades, no contexto da hierarquia urbana, encontram-se cidades de menor porte, mas com relativa influência local, tais como as cidades médias brasileiras que, apesar da menor importância, vêm atraindo muitas indústrias e contemplando índices de crescimento muito acima da média das grandes cidades.

Nova York, um dos principais centros da hierarquia urbana mundial
Nova York, um dos principais centros da hierarquia urbana mundial
Publicado por: Rodolfo F. Alves Pena
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios

Questão 1

“Em estudo sobre a hierarquia urbana do Brasil, Fortaleza figura como o terceiro mais importante polo agregador de pessoas em todo o País, perdendo apenas para dois centros reconhecidamente bem maiores em termos populacionais e econômicos: Rio de Janeiro e São Paulo. Referido estudo mostra que a influência de algumas cidades se expande além da jurisdição de seu território, um fenômeno denominado de região de influência urbana, e é exatamente nesse item que está enquadrada a metrópole cearense”.

Diário do Nordeste, Editorial, 07 jul. 2012. Disponível em: http://diariodonordeste.verdesmares.com.br>. Acesso em: 21 ago. 2015.

De acordo com as informações acima, a cidade supracitada pode ser classificada como:

a) metrópole global de longo alcance

b) metrópole global continental

c) metrópole nacional

d) metrópole regional

e) capital comercial

Questão 2

Uma característica estrutural que difere as cidades globais dos demais espaços que compõem a hierarquia urbana é:

a) concentração de sedes de organizações internacionais

b) presença de um grande número de indústrias

c) menor inserção no contexto burocrático

d) disponibilidade de redes móveis de comunicação

e) presença de mão de obra barata e qualificada

Mais Questões
Assuntos relacionados
Belo Horizonte forma a terceira maior região metropolitana do Brasil
Regiões Metropolitanas
Veja o conceito, os aspectos gerais e os principais exemplos de regiões metropolitanas do Brasil.
Vista da cidade de Londres, um dos principais centros das estruturas da globalização
Cidades e Globalização
Entenda a relação entre cidades e globalização, compreendendo como o meio urbano transforma-se a partir do processo de internacionalização da economia.
Nova York, principal cidade global da atualidade
Cidades globais
Entenda o que são as cidades globais, as suas principais funcionalidades e a classificação de suas hierarquias nos padrões alfa, beta e gama.
São Paulo, a principal megacidade brasileira
Megacidades
Entenda o que são as megacidades, suas características, bem como os seus problemas e desafios.
Nova York uma das cidades mundiais
Cidades Mundiais
Cidades Mundiais, O que são Cidades Mundiais, Onde estão localizadas as Cidades Mundiais, Quais as características das Cidades Mundiais, Quais as funções das Cidades Mundiais.
Características das Primeiras Cidades do Brasil
Urbanização Brasileira
Urbanização Brasileira, O que é a Urbanização Brasileira, Em qual século iniciou a Urbanização Brasileira, Em que região surgiu a Urbanização Brasileira, Urbanização Brasileira no litoral.
As redes de cidades expressam a integração entre os diferentes centros urbanos
Rede Urbana
O conceito e as funcionalidades da rede urbana no mundo.
Nova York, o principal exemplo de metrópole no mundo
Metrópole
Você conhece a definição de metrópole? Gostaria de conferir alguns exemplos? Clique e informe-se sobre o conceito e os tipos de metrópoles no Brasil e no mundo.