Você está aqui
  1. Mundo Educação
  2. Geografia
  3. Geografia humana
  4. Reforma Agrária

Reforma Agrária

Reforma agrária em sua essência ou em uma definição genérica é a reorganização mais justa da terra.
Em um país onde a estrutura fundiária corresponde à elite e ao poder, todas as possíveis mudanças são encaradas de forma negativa por parte da sociedade. Ainda hoje os grandes proprietários exercem influência sobre autoridades em níveis desde regional até nacional.

Os membros das famílias burguesas, a partir das indicações de políticos, conseguem ocupar cargos em órgãos públicos e, posteriormente, alcançam um lugar efetivo na vida pública. A partir dessa realidade procedem de forma a fixar seus interesses, fazendo uso do poder para isso, estabelecem uma série de mecanismos com intuito de barrar qualquer tipo de movimento que possa prejudicar o desenvolvimento das atividades elitizadas.

Para tentar realizar uma reorganização fundiária o governo elabora medidas para assentar famílias, denominadas de reforma agrária. A reforma agrária em sua essência tem objetivo louvável, no entanto, em sua prática esbarra em diversos problemas, dentre eles está a desapropriação de grandes latifúndios considerados improdutivos, além disso, outros fatores dificultam a execução eficaz da reforma agrária no que remete aos aspectos complementares à distribuição de terras como infra-estrutura (estradas, energia elétrica, saúde, educação entre outras).

O que dificulta o programa de reforma agrária é que não adianta apenas dividir terras é preciso infra-estrutura, créditos e facilidades para pagamentos de débitos, comercialização, etc., além da necessidade de recursos para modernização dos meios de produção rural para o aumento da produtividade para assim poder competir no mercado.
Assentamento de trabalhadores rurais
Assentamento de trabalhadores rurais
Publicado por: Eduardo de Freitas
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios

Questão 1

Trabalhadores rurais ligados à Confederação Nacional dos Trabalhadores na Agricultura (Contag) e à Federação dos Trabalhadores e Trabalhadoras da Agricultura Familiar (Fetraf) fazem uma manifestação na Esplanada dos Ministérios desde as 9h30 desta quarta-feira (20). Eles reivindicam a implementação da reforma agrária e de melhorias no campo. (…)

O secretário de formação e organização social da Contag, Jurassi Souto, afirmou que os trabalhadores rurais lutam também pela segurança no trabalho, pela geração de emprego no campo e a fiscalização nas empresas. "A reforma agrária no Brasil é fundamental para a geração de empregos e na venda e produção de alimentos", disse. "Precisamos avançar e não retroceder."

G1 – Distrito Federal, 20 mai. 2015. Adaptado

O argumento em favor da reforma agrária associa a sua implementação ao aumento da produção de alimentos por intermédio:

a) da ocupação de latifúndios não produtivos.

b) do controle do Estado sobre a produção agrícola.

c) da redução da produção para o mercado externo.

d) da obrigatoriedade em produzir grãos em terras doadas.

e) do combate ao desperdício em propriedades rurais.

Questão 2

“Não deixa de causar certo desconforto, entre aqueles que têm se dedicado ao estudo das transformações no mundo rural, estarmos aqui reunidos, em pleno século XXI, para falar de reforma agrária, uma questão que já deveria ter sido resolvida no Brasil desde a segunda metade do século XIX. Entretanto, por fazer parte da realidade atual, como uma questão importante a ser tratada – embora, muitos dos que a defendiam no passado recente não mais pensem assim – não podemos e nem temos o direito de ignorá-la, pelo significado que ela encerra, seja do ponto de vista sócio-econômico, seja da dimensão política que lhe é inerente”.

(LOPES, E. S. A. A Reforma Agrária no Brasil: um velho problema, esperando uma solução que nunca chega? Fundação Joaquim Nabuco. Acesso em: 22 maio de 2015.)

A justificativa principal para a defesa da reforma agrária no Brasil assenta-se na existência, no espaço rural do país,

a) da defasagem dos impostos rurais.

b) do declínio no êxodo rural atual.

c) da concentração fundiária.

d) do decréscimo produtivo agrícola.

e) da importância dos movimentos sociais do campo.

Mais Questões
Assuntos relacionados
A hierarquia do mundo capitalista.
Os problemas derivados do capitalismo
Os problemas derivados do capitalismo, O que é o capitalismo, Quando teve início o capitalismo, O capitalismo e a luta entre proletário e donos dos meios de produção, O capitalismo e a natureza, O capitalismo e as desigualdades sociais, O capitalismo e a perda de valores.
O processo de globalização tem contribuído para o aumento das desigualdades sociais.
Reflexos da globalização no mundo
Como esse processo tem interferido na vida das pessoas?
Soldados dos Estados Unidos no Iraque
Retirada das Tropas Estadunidenses do Iraque
Após sete anos de ocupação, o exército dos Estados Unidos se retira do Iraque.
A redução da taxa de mortalidade infantil é uma das oito Metas de Desenvolvimento do Milênio
Mortalidade Infantil
Clique aqui e entenda como é expressa a taxa de mortalidade infantil e quais são as suas principais causas.
A mobilidade urbana é um grande desafio para o Brasil na atualidade
Mobilidade Urbana
Entenda o que é a mobilidade urbana e o porquê de o Brasil enfrentar tantos problemas no que se refere à locomoção no espaço das cidades.