Whatsapp icon Whatsapp

Dígrafo

O dígrafo ocorre quando duas letras se juntam para formar um único fonema. Existem dígrafos consonantais e vocálicos. Eles se diferenciam do encontro consonantal.
Homem segura balão de pensamento onde está escrito: “Dígrafo”.
O dígrafo é o encontro de duas letras para formar um único fonema.

 Dígrafo é um fenômeno linguístico caracterizado pela união de duas letras que, juntas, representam um só fonema. Já no encontro consonantal, as letras mantêm a sua independência fonética. Os dígrafos podem ser vocálicos (“am”, “an”, “em”, “en”, “im”, “in”, “om”, “on”, “um”, “un”) ou consonantais (“ch”, “gu”, “lh”, “nh”, “qu”, “rr”, “sc”, “sç”, “ss”, “xc”, “xs”).

Leia também: Regras para a separação silábica

Resumo sobre dígrafo

  • O dígrafo é a união de duas letras para formar um único fonema.

  • Os dígrafos vocálicos são: am, an, em, en, im, in, om, on, um, un.

  • Os dígrafos consonantais são: ch, gu, lh, nh, qu, rr, sc, sç, ss, xc, xs.

  • No encontro consonantal, cada letra mantém sua independência fonética.

O que é dígrafo?

O dígrafo ocorre quando duas letras, unidas, representam apenas um fonema. Por exemplo, o dígrafo “nh” se refere ao fonema /ŋ/. Ele é encontrado em palavras como: “banha”, “sonho” etc. No entanto, existem outros dígrafos na língua portuguesa. É o que veremos a seguir.

Quais são os tipos de dígrafo?

  • Dígrafos vocálicos: am, an, em, en, im, in, om, on, um, un.

  • Exemplos de palavras com dígrafos vocálicos: xampu, manto, tempero, tensão, fim, minto, bomba, viscondessa, álbum, rotundo etc.

  • Dígrafos consonantais: ch, gu, lh, nh, qu, rr, sc, sç, ss, xc, xs.

  • Exemplos de palavras com dígrafos consonantais: chiclete, guerra, sarilho, patranha, quilombola, arruaça, nasceu, enrubeo, cassino, excelência, exsolver etc.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Diferenças entre dígrafo e encontro consonantal

O encontro consonantal, como o próprio nome diz, é o encontro de duas consoantes em uma palavra. Por exemplo: “prestação”, “capcioso”, “glicerina”, “psiquiatra”, “ritmo” etc. Nesses termos, temos, respectivamente, o encontro entre as consoantes: “p” e “r”, “p” e “c”, “g” e “l”, “p” e “s”, “t” e “m”.

Diferentemente do dígrafo, cada uma das letras que formam o encontro consonantal mantém sua autonomia fonética. Ao dizermos “prestação”, pronunciamos tanto o “p” quanto o “r”; mas, no dígrafo, as duas letras se juntam e formam um único fonema: “quero” (/kɛrU/), Chile (/ʃilI/) etc. Para conferir mais exemplos e entender melhor essa diferenciação, clique aqui.

Exercícios resolvidos sobre dígrafo

Questão 01

Leia este poema de Cruz e Sousa:
Quisera ser a serpe venenosa
Que dá-te medo e dá-te pesadelos
Para envolver-me, ó Flor maravilhosa,
Nos flavos turbilhões dos teus cabelos.

Quisera ser a serpe veludosa
Para, enroscada em múltiplos novelos,
Saltar-te aos seios de fluidez cheirosa
E babujá-los e depois mordê-los...

Talvez que o sangue impuro e flamejante
Do teu lânguido corpo de bacante,
Da langue ondulação de águas do Reno

Estranhamente se purificasse...
Pois que um veneno de áspide vorace
Deve ser morto com igual veneno...

CRUZ E SOUSA. Lubricidade. In: ______. Broquéis. Disponível em: <http://objdigital.bn.br/Acervo_Digital/livros_eletronicos/broqueis.pdf>. Acesso em: 27 fev. 2023.

Nesse soneto, é possível apontar dígrafos nas seguintes palavras:

a) áspide, morto, igual.

b) serpe, flor, flavos.

c) talvez, corpo, mordê-los.

d) múltiplos, saltar-te, fluidez.

e) maravilhosa, cheirosa, enroscada.

Resolução:

Alternativa “e”

Apresentam dígrafos: “maravilhosa”, “cheirosa” e “enroscada”. Apresentam encontros consonantais: “áspide”, “morto”, “serpe”, “flor”, “flavos”, “talvez”, “corpo”, “mordê-los”, “múltiplos”, “saltar-te” e “fluidez”. Já “igual” é um tritongo.

Questão 02

Leia o seguinte trecho da novela A hora da estrela:

Em meio à tensão entre homem e mundo é que surge o debate em torno da palavra. Sendo o narrador um escritor, o diálogo será mediado pela palavra. Só que, tal como a consciência, a palavra é faca de dois gumes, pois ao mesmo tempo em que constitui um instrumento de aproximação há o risco de a palavra do artista “abusar de seu poder” e aniquilar a palavra de Macabéa. Disso resultaria o fracasso dessa experiência ficcional, o que, no caso, significaria o fracasso do seu projeto de escrever enquanto projeto existencial.

LISPECTOR, Clarice. A hora da estrela. Rio de Janeiro: Rocco, 1998.

As alternativas a seguir apresentam vocábulos extraídos do fragmento de texto acima. Em todas elas, há palavras com dígrafo, exceto na alternativa:

a) tensão, mundo, sendo.

b) narrador, consciência, aniquilar.

c) surge, risco, projeto.

d) que, tempo, constitui.

e) dessa, fracasso, existencial.

Resolução:

Alternativa “c”

Apresentam dígrafos: “tensão”, “mundo”, “sendo”, “narrador”, “consciência”, “aniquilar”, “que”, “tempo”, “constitui”, “dessa”, “fracasso” e “existencial”. Apresentam encontros consonantais: “surge”, “risco” e “projeto”. 

Publicado por Warley Souza

Artigos Relacionados

Consoantes
Clique aqui e saiba o que são consoantes. Descubra como elas são classificadas. Conheça também as 19 consoantes da língua portuguesa.
Ditongo
Saiba o que é ditongo, como esse encontro vocálico se estrutura e suas principais classificações.
Dígrafo Consonantal X Encontro Consonantal
Aprenda como diferenciar dígrafo consonantal e encontro consonantal. É só clicar!
Encontro consonantal
Neste artigo você vai aprender tudo sobre encontro consonantal e ficar por dentro dos estudos em Fonologia da Língua Portuguesa.
Encontro vocálico
Você já pensou que um encontro vocálico pode não ser um encontro entre duas vogais? Leia!
Fonemas
Neste artigo você encontrará tudo o que você precisar sobre os fonemas, as menores unidades sonoras das palavras de uma língua. Vamos lá?
Hiato
Clique para saber mais a respeito do hiato, o encontro de duas vogais que pertencem a sílabas diferentes.
Tritongo
Conheça as características do encontro vocálico chamado tritongo e entenda como ele se estrutura.
Vogais
Neste artigo você vai conhecer as cinco vogais e também descobrir por que elas são a base das sílabas da Língua Portuguesa.
video icon
Escrito"Educação e Cultura" sobre a imagem de um quadro-negro e livros.
Filosofia
Educação e Cultura
O que é educação? O que é cultura? Qual é a relação entre educação e cultura? Como a filosofia pensa a educação e a cultura? Assista a este vídeo e entenda!