Transitividade verbal

O verbo, quanto à predicação, pode ser classificado em:

- Transitivo: é o verbo considerado de sentido incompleto, que exige complemento que lhe integre o sentido. Esse pode ou não vir revelado na oração.

- Transitivo direto: é aquele que vem acompanhado de um objeto sem preposição obrigatória (objeto direto ou objeto direto preposicionado).

O exemplo traz um verbo transitivo direto, pois o verbo comprar exige complemento para inteirar seu sentido. Quando se compra, compra-se obrigatoriamente algo.

O complemento do verbo é chamado de ‘objeto’. Quando esse objeto é ligado ao verbo sem intervenção de uma preposição é chamado de ‘objeto direto’, assim o verbo torna-se ‘verbo transitivo direto’.
Há também o ‘objeto direto preposicionado’, esse é ligado ao verbo por uma preposição não obrigatória.
Veja:

Ex.: A bruxa bebeu            de sua poção mágica.
                    transitivo                              complemento com preposição
                    direto                                           não obrigatória



- Transitivo indireto: esse vem acompanhado de um objeto com preposição obrigatória (objeto indireto).

Ex.: Os filhos devem obedecer               aos pais.
                                    transitivo indireto                              objeto indireto (preposição obrigatória)

O exemplo traz um verbo que requer complemento para integrar seu sentido, pois quem ‘obedece’, obedece, necessariamente, a alguém ou algo. Esse complemento ligado ao verbo com a intervenção de uma preposição é chamado de ‘objeto indireto’.

- Transitivo direto e indireto: aquele que vem acompanhado de um objeto sem preposição (objeto direto) e de um objeto com preposição (objeto indireto).

Ex.: O jornal dedicou           uma página        ao episódio.
                     verbo transitivo                                            objeto direto          objeto indireto
                   direto e indireto


- Intransitivo: é o verbo considerado de sentido completo, que não exige complemento que lhe integre o sentido.

Ex.: A criança dorme.

- Verbo de ligação: é aquele que serve para estabelecer certo tipo de relação entre um atributo do sujeito e o sujeito, sempre com significado de estado ou mudança de estado.

Ex.: O bebê                   é                          calmo. 
        sujeito                     verbo de ligação          atributo do sujeito
                                  estado permanente


      O bebê                está                        calmo.
      sujeito                        verbo de ligação               atributo do sujeito
                                   estado transitório


      O bebê                 ficou                       calmo.
        sujeito                     verbo de ligação            atributo do sujeito
                                      mudança de estado

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Publicado por: Marina Cabral
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios

Questão 1

Classifique os verbos em negrito quanto à transitividade.

a) Eu comprei um carro.
b) Gustavo trabalha muito.
c) Ela quis agradar a mim.
d) Ela gosta de carros luxuosos.
e) Ele viajou ontem.

Questão 2

Relacione as colunas de acordo com a transitividade dos verbos destacados.

I.Verbo transitivo direto.
II. Verbo transitivo indireto.
III. Verbo transtivo direto e indireto.
IV. Verbo intransitivo.

a) ( ) Gosto de pessoas que são otimistas.
b) ( ) Deram-me uma notícia muito triste.
c) ( ) Meu amigo morreu ontem.
d) ( ) Cecília ganhou o prêmio.
e) ( ) Os viajantes chegaram de manhã.

Mais Questões
Assuntos relacionados
O verbo haver
Clique aqui e aprenda as principais características do verbo “haver”!
Ratificar ou Retificar?
Em que situações devemos utilizá-los corretamente?
Um estudo acerca dos verbos “ver” e “vir”
Constate algumas peculiaridades, de modo a apreendê-las.
Analisando a concordância referente ao verbo “ser”
Compartilhe-se com alguns pressupostos, sumamente importantes!
São verbos que requerem o uso do pronome oblíquo
Verbos pronominais – traços peculiares
Clique aqui e conheça as principais características dos verbos pronominais!
Os verbos nocionais e não nocionais se caracterizam por indicar, respectivamente, ação e estado.
Verbos nocionais e não nocionais
Os verbos nocionais e não nocionais estão relacionados à característica que apresentam, sendo que os não nocionais representam estado, e os nocionais, ação.
O pretérito perfeito e o imperfeito são demarcados por características distintas
Características do pretérito perfeito e do imperfeito
Compreender acerca das características do pretérito perfeito e do imperfeito é sinal de competência linguística. Em razão de tal importância, clique e conheça-as.
Os complementos verbais ligam-se a verbos transitivos
Complementos verbais
Aprenda mais sobre os termos que integram o sentido do verbo transitivo, conhecidos como complementos verbais.
Em geral, o objeto direto não é antecedido de preposição, mas existem casos especiais em que seu uso é obrigatório
Objeto direto preposicionado
Conheça os casos em que o objeto direto pode ser preposicionado e amplie seus conhecimentos sobre esse termo integrante da oração.
O objeto indireto integra o sentido de verbos transitivos indiretos
Objeto indireto
Conheça o objeto indireto, complemento que se liga a um verbo transitivo indireto por meio de uma preposição.
Os tempos do subjuntivo
Considerações sobre o emprego do modo subjuntivo.
Relação de alguns verbos abundantes
São verbos que, no particípio, admitem duas formas de emprego!
Constituem-se de características específicas, que assim os denominam
Verbos terminados em “-iar” – regulares ou irregulares
Confira importantes pressupostos que a eles se referem!
De acordo com o tempo verbal em que é expresso, tal verbo adquire diferentes nuances de significado
Minuciosidades relativas ao verbo haver
Constate-as em apenas um clique!
A formação dos tempos derivados do pretérito perfeito do indicativo se encontra relacionada a critérios específicos
Tempos derivados do pretérito perfeito do indicativo
Os tempos derivados do pretérito perfeito do indicativo estão submetidos a pressupostos específicos, preconizados pela gramática normativa. Conheça-os!
O presente do subjuntivo e o imperativo afirmativo e negativo são derivados do presente do indicativo
Tempos derivados do presente do modo indicativo
Sua competência linguística pode se ampliar ainda mais, sabe como? Clicando e conferindo acerca dos tempos derivados do presente do modo indicativo!