Servos

Os servos compunham a sociedade feudal, eram responsáveis pelo sustento de todas as ordens feudais e deviam subordinação ao seu senhor.

Os camponeses eram os constituintes da base da sociedade feudal. Mesmo compondo a expressa maioria da população medieval, esses eram subordinados à autoridade dos grandes proprietários de terra pelo sistema de servidão. Na condição de servos, esta classe de camponeses devia realizar todo o trabalho agrícola responsável pelo sustento de todas as ordens feudais.

É importante salientar que os servos não podem ser confundidos com escravos. Apesar de estarem subordinados ao trabalho imposto pelo seu senhor, um servo não poderia ser comercializado como um escravo. Além disso, vale destacar que o senhor feudal, por outro lado, tinha por obrigação garantir a eles proteção militar e o oferecimento de terras para a agricultura.

Do ponto de vista social, podemos observar que a força de trabalho destes camponeses era sistematicamente explorada pelos senhores feudais. Essa relação desigual pode ser justificada pelo fato do servo, além de ceder parte de seu tempo no cultivo das terras de seu senhor, também devia oferecer uma parte de sua produção para o pagamento das chamadas obrigações feudais.

A condição subordinada dos servos camponeses se mantinha estável na medida em que existia um forte discurso religioso que justificava essa condição. Para a Igreja, as condições de vida servis eram o simples resultado dos desígnios divino. Dessa maneira, os camponeses acreditavam que as penúrias da vida cotidiana pudessem ser futuramente recompensadas pelo conforto de uma vida nos céus.

De fato, o trabalho dos camponeses era cercado por uma série de dificuldades a serem extrapoladas. A precariedade das terras e as limitações técnicas do plantio resultavam em uma produção agrícola nem sempre capaz de atender as necessidades básicas do camponês e de seus familiares. Por isso, podemos observar que a coleta de frutos silvestres, a pesca e as atividades de caça incrementavam a dieta camponesa.

No século XIV, a diminuição da produção agrícola e a consequente falta de alimentos estabeleceram várias revoltas camponesas. Em geral, reivindicando a redução das obrigações feudais e maiores parcelas das colheitas, vários servos ordenaram atos de violência contra senhores feudais. Conhecidas como jacqueries, esses levantes tiveram grande presença na Bélgica e na França.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Por Rainer Sousa
Mestre em História

Os servos eram os responsáveis pela produção de riquezas no mundo feudal.
Os servos eram os responsáveis pela produção de riquezas no mundo feudal.
Publicado por: Rainer Gonçalves Sousa
Assuntos relacionados
As revoltas camponesas no século XIV foram reprimidas violentamente pelos senhores feudais.
Revoltas camponesas no século XIV
Saiba como as relações de servidão (entre senhores feudais e camponeses), mantidas na Idade Média, levaram às revoltas camponesas, que contribuíram para a crise final do feudalismo.
Os cavaleiros compunham uma importante parcela da ordem nobiliárquica feudal.
Nobreza
A classe detentora do poder das terras e das armas.
O clero influenciou diversas instâncias do mundo medieval.
Clero
A ordem que ocupava o topo da hierarquia social na Idade Média.
As relações de suserania e vassalagem firmavam um elo de fidelidade entre dois nobres.
As relações de suserania e vassalagem
Um acordo de fidelidade estabelecido entre membros da classe nobiliárquica.
Castelos medievais, símbolo de ostentação e poder do senhor feudal
Castelo medieval, símbolo do feudalismo
Veja como os castelos medievais garantiram a segurança dos senhores feudais, suas famílias, nobres e servos contra ataques inimigos externos.
Observatório astronômico na universidade de Pádua, na Itália
O saber nas universidades medievais
Saiba mais sobre o surgimento das universidades e seu papel na perda da hegemonia sobre o conhecimento pela Igreja católica.