Realismo

O Realismo é um movimento artístico amplo e com grandes representações na literatura, mediante obras como as de Gustave Flaubert e Machado de Assis.

O Realismo é um movimento artístico amplo que se apresenta contra os arroubos sentimentais e idealistas do Romantismo. A busca pela objetividade é a principal bandeira dos realistas. Na literatura, autores como Gustave Flaubert, Eça de Queiroz, Antero de Quental e Machado de Assis são considerados grandes representantes do movimento.

Características

O Realismo tem como principais características:

  • Objetividade: Opondo-se ao excesso de subjetividade presente nas obras românticas, cheias de idealizações, os autores realistas buscavam representar a realidade exatamente como ela era, sem fantasiá-la.

  • Correção e clareza de linguagem: Para os realistas, usar uma linguagem direta e objetiva era fundamental para manter o ideal de representar a realidade verdadeiramente. Por isso, não é comum nas obras desse movimento, por exemplo, descrições vagas ou imprecisas.

  • Contenção emocional: Ainda vislumbrando o ideal da objetividade, não era interessante para os autores realistas apresentarem obras com forte teor sentimental, com idealizações do amor ou da amada. Tal contenção afasta o Realismo do movimento antecessor, o Romantismo.

  • Lentidão na narrativa: Para além de contar um enredo, as narrativas realistas também buscavam construir análises – muitas vezes, inclusive, utilizando métodos científicos – da sociedade contada nas histórias. Por isso, é comum ver longos trechos de digressão (quando a narrativa é interrompida para que o narrador promova uma reflexão) nas obras de Machado de Assis, por exemplo.

  • Impessoalidade do narrador: Principalmente no Realismo europeu, é também uma das estratégias utilizadas pelos autores o uso do narrador em terceira pessoa. Isso porque esse tipo de narrador sugere certo grau de impessoalidade, enquanto o narrador em primeira pessoa – também conhecido como narrador-personagem – impõe uma visão individual sobre a realidade.

Veja também: Conheça a vertente poética de Machado de Assis

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Contexto histórico

Os principais fatos históricos e correntes científicas que permearam o movimento realista são:

Realismo no Brasil

No Brasil, o maior representante do Realismo foi Machado de Assis. Sua obra Memórias póstumas de Brás Cubas é considerada fundadora do movimento, e seu modo de escrever, com digressões e ironias, marcaram o estilo literário brasileiro. Veja um trecho do último capítulo do romance acima citado e perceba o estilo machadiano:

Este último capítulo é todo de negativas. Não alcancei a celebridade do emplasto, não fui ministro, não fui califa, não conheci o casamento. Verdade é que, ao lado dessas faltas, coube-me a boa fortuna de não comprar o pão com o suor do meu rosto. Mais; não padeci a morte de Dona Plácida, nem a semi-demência do Quincas Borba. Somadas umas cousas e outras, qualquer pessoa imaginará que não houve míngua nem sobra, e, conseguintemente que saí quite com a vida. E imaginará mal; porque ao chegar a este outro lado do mistério, achei-me com um pequeno saldo, que é a derradeira negativa deste capítulo de negativas: -- Não tive filhos, não transmiti a nenhuma creatura o legado da nossa miséria.

Memórias póstumas de Brás Cubas,

Machado de Assis

Leia também: Memórias Póstumas de Brás Cubas

Realismo na arte

Assim como na literatura, o Realismo também teve representações em outras artes. Veja alguns dos principais pintores realistas:

  • Julien Dupré

  • Gustave Courbet

  • Fernand Pelez

  • Édouard Manet

  • Modesto Brocos

  • Clóvis Graciano

Autores e obras

Os principais autores e obras realistas são, respectivamente:

  • Europa

  • Gustav Flaubert, autor de Madame Bovary, romance que inaugurou o Realismo europeu.

  • Eça de Queiroz, autor de O Crime do Padre Amaro, O Primo Basílio etc.

  • Antero de Quental: algumas obras são Sonetos de Antero, Odes Modernas e Raios de Extinta Luz.

  • Cesário Verde: autor de A Débil, Cadências Tristes, Flores Velhas, Heroísmos, Ironias do Desgosto, Setentrional etc.

  • Brasil

Machado de Assis, autor de Memórias Póstumas de Brás Cubas, Dom Casmurro, Quincas Borba, entre outros.

Acesse também: Dos românticos aos modernos: O essencial da poesia brasileira

Resumo

O Realismo é um movimento artístico muito comum na segunda metade do século XIX. Os romances que inauguraram o Realismo na Europa e no Brasil são, respectivamente, Madame Bovary, de Gustave Flaubert, e Memórias póstumas de Brás Cubas, de Machado de Assis. Em oposição ao Romantismo, os autores realistas buscaram representar o mundo sob uma ótima mais racional, objetiva e impessoal.

Historicamente, é possível perceber nesse movimento a imitação dos tipos sociais da burguesia e do proletariado, novas classes que ganhavam espaço nas dinâmicas sociais posteriores à queda do Absolutismo em diversos países e à Revolução Francesa, entre outros fatos históricos de importância no período. A literatura realista é conhecida por, muitas vezes, traçar críticas e desenvolver análises acerca da sociedade da época.

Gustave Flaubert foi o escritor da primeira obra considerada realista: “Madame Bovary”
Gustave Flaubert foi o escritor da primeira obra considerada realista: “Madame Bovary”
Publicado por: Fernando Marinho
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios

Questão 1

A escola realista, que contou com nomes como Machado de Assis, Raul Pompéia e Aluísio Azevedo, teve como principais características:

a) retorno aos ideais românticos defendidos pela literatura indianista de José de Alencar;

b) preocupação com a métrica e com a metalinguagem na arte literária;

c) retratar a sociedade e suas mazelas, em uma linguagem irônica e impiedosa sobre o homem e suas máscaras sociais.

d) confronto direto com o ideário religioso, estabelecendo um paradoxo com a literatura barroca.

e) defesa da cultura popular brasileira, resgatando símbolos e arquétipos do folclore nacional.

Questão 2

O Realismo, escola literária cujo principal representante brasileiro foi Machado de Assis, tem como característica principal a retratação da realidade tal qual ela é, fugindo dos estereótipos e da visão romanceada que vigorava até aquele momento. Sobre o contexto histórico no qual o Realismo está situado, são corretas as proposições:

I- O Brasil vivia tempos de calmaria política e social, havia um clima de conformidade, configurando o contentamento da colônia com sua metrópole, Portugal.

II- Em virtude das intensas transformações sociais e políticas, o Brasil é retratado com fidedignidade, reagindo às propostas românticas de idealização do homem e da sociedade.

III- O país vivia o declínio da produção açucareira e o deslocamento do eixo econômico para o Rio de Janeiro em razão do crescimento do comércio cafeeiro.

IV- Tem grande influência das teorias positivistas originárias na França, onde também havia um movimento de intensa observação da realidade e descontentamento com os rumos políticos e sociais do país.

V- Surgiu na segunda metade do século XX, quando no mundo eclodiam as teorias de expansões territoriais que culminaram nas duas grandes guerras. O Realismo teve como propósito denunciar esse panorama de instabilidade mundial.

Estão corretas:

a) todas estão corretas.

b) apenas I e II estão corretas.

c) I, II e III estão corretas.

d) II, III e IV estão corretas.

e) I e V estão corretas.

Mais Questões
Assuntos relacionados
Capa do programa da Semana de Arte Moderna de 1922, autoria de Di Cavalcanti
Semana de Arte Moderna
Clique aqui e conheça o que foi e quem foram os idealizadores da Semana da Arte Moderna!
Drummond, Mario Quintana, Murilo Mendes, Cecília Meireles e Vinicius de Moraes: poetas que ampliaram o horizonte da poesia na Literatura brasileira.*
Poesia na Segunda Geração do Modernismo
Conheça mais sobre a poesia na Segunda Geração do Modernismo.
A bagaceira – romance regionalista de José Américo de Almeida
Modernismo – segunda fase literária – prosa
Confira mais sobre a prosa modernista e seus autores!
Max Bill – artista responsável pela vinda do Concretismo para o Brasil
Concretismo
Definição, como surgiu no Brasil e suas características gerais.
O Condoreirismo representa a terceira geração da poesia romântica
Condoreirismo
Entenda um pouco mais a respeito do Condoreirismo, uma vertente literária que surgiu entre as décadas de 1860 a 1870.
Euclides da Cunha foi um escritor pré-modernista brasileiro
Euclides da Cunha

Leia a biografia de Euclides da Cunha e saiba mais a respeito da vida e da obra do autor de Os Sertões, “a Bíblia da nacionalidade brasileira”.

Machado de Assis é um dos maiores nomes da Literatura brasileira.
Machado de Assis
Saiba como Machado de Assis saiu de uma origem simples, tornando-se um grande autor, precursor do Realismo e criador da Academia Brasileira de Letras.
Capa do livro “Memórias Póstumas de Brás Cubas”, da Editora Montecristo.
Memórias Póstumas de Brás Cubas
Acesse para conferir um resumo dos principais pontos de Memórias Póstumas de Brás Cubas. Veja o contexto histórico da obra, assim como seu foco narrativo.
José de Alencar
Entenda por que José de Alencar é tido como um clássico da literatura brasileira. Veja biografia, características de suas obras e de seus principais romances.
Naturalismo
Saiba o que foi o naturalismo. Conheça seus principais autores. Entenda a diferença entre realismo e naturalismo.
23 de abril – Dia Mundial do Livro e do Direito Autoral
Conheça o Dia Mundial do Livro e do Direito Autoral: suas motivações, seu objetivo e quem o criou. Confira uma seleção com 10 livros imperdíveis.
Parnasianismo
Entenda o contexto histórico em que surgiu o parnasianismo. Saiba quais são as características desse estilo, e conheça seus principais autores.
Realismo mágico
Conheça o realismo mágico: suas características, seus autores e obras, além de sua manifestação na pintura e no cinema.
Família de Botocudos em viagem, de Maximilian, 1815-1817. Aquarela do livro Reise nach Brasilien in der Jahren
Gerações do Romantismo no Brasil
Saiba tudo sobre a primeira, segunda e terceira geração do Romantismo!
O satanismo na literatura
A Prosa Gótica
A origem do gótico na literatura!
Barroco
Contexto histórico e características da estética literária!Saiba o que foi o barroco, veja quais as suas principais características e vertentes e quais os autores europeus e brasileiros de maior notoriedade.
Realismo no Brasil
Conheça o que foi o realismo no Brasil. Leia a respeito do contexto histórico, seus desdobramentos e quais foram os principais autores realistas brasileiros.
Pré-Modernismo
Entenda o que foi o período do pré-modernismo na literatura. Conheça as circunstâncias de seu contexto, saiba quais os principais autores e obras e resolva exercícios.
Vanguardas europeias
Entenda o que foram as vanguardas europeias. Veja quais foram os movimentos de vanguarda e quais as suas principais características.
Ilustração de Charles Baudelaire, poeta francês do século XIX que esteve dentro da estética simbolista.
Simbolismo
Acesse para descobrir o que foi o Simbolismo. Conheça seu contexto histórico e origem. Aprenda, também, quais foram os principais autores do Simbolismo português e brasileiro.
Cassiano Ricardo – um dos precursores da poesia-práxis
Poesia-práxis
A poesia-práxis, ao contrário da poesia concreta, procurou valorizar o conteúdo, apresentando-se como algo manipulável pelo leitor. Conheça seus principais aspectos!