Whatsapp icon Whatsapp

Rubem Fonseca

Rubem Fonseca nasceu em 11 de maio de 1925, em Juiz de Fora, no estado de Minas Gerais. A partir dos oito anos de idade, passou a viver no Rio de Janeiro, onde faleceu, em 15 de abril de 2020. Ali, em 1948, formou-se na faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais. Mais tarde, de 1952 a 1958, trabalhou na polícia dessa cidade.

O escritor acabou utilizando tal experiência na escrita de suas narrativas e tornou-se um autor de contos e romances policiais. Suas obras — sucesso de público e de crítica — possuem enredos envolventes, com ação, suspense e violência, mas também mostram o vazio existencial e a desigualdade social no espaço urbano da contemporaneidade.

Leia também: Ana Cristina Cesar – importante representante da poesia marginal

Biografia de Rubem Fonseca

Rubem Fonseca, no desenho da capa do livro “O melhor de Rubem Fonseca”, publicado com o selo Nova Fronteira, da Ediouro Publicações. [1]
Rubem Fonseca, no desenho da capa do livro “O melhor de Rubem Fonseca”, publicado com o selo Nova Fronteira, da Ediouro Publicações. [1]

Rubem Fonseca (ou José Rubem Fonseca) nasceu em 11 de maio de 1925, em Juiz de Fora, no estado de Minas Gerais. Quando tinha oito anos de idade, ganhou sua primeira máquina de escrever e mudou-se, com a família, para o Rio de Janeiro. Nessa cidade, anos mais tarde, fez faculdade de Ciências Jurídicas e Sociais, concluída em 1948.

Quatro anos depois, começou a trabalhar na polícia, porém, na maior parte de sua carreira policial, exerceu funções burocráticas no setor de Relações Públicas. Nos anos de 1953 e 1954, com outros policiais, fez um curso de aperfeiçoamento em Comunicação, nos Estados Unidos. Aproveitou para fazer também um curso de Administração de Empresas, na Universidade de Nova Iorque.

De volta ao Brasil, tornou-se professor da Fundação Getúlio Vargas (FGV). Em 1958, deixou sua carreira na polícia para trabalhar na Light. Foi só na década de 1960 que o escritor passou a dedicar-se à literatura, inicialmente, com a produção de contos. Assim, seu primeiro romanceO caso Morel — foi publicado em 1973.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Em 1976, seu livro de contos Feliz Ano Novo foi censurado pela ditadura militar, por ser considerado contrário à moral e aos bons costumes. A publicação dessa obra só voltou a ser permitida, no Brasil, em 1985. Além de contos e romances, Rubem Fonseca, um cinéfilo, escrevia roteiros.

Apesar da fama, o autor, que morreu em 15 de abril de 2020, no Rio de Janeiro, não gostava de dar entrevistas nem de ser fotografado. Evitava, assim, expor sua vida pessoal, para dar protagonismo à sua obra, pela qual recebeu prêmios como:

  • Status de Literatura Brasileira (1978)

  • Kikito (1991)

  • Jabuti (1996)

  • Jabuti (2002)

  • Camões (2003)

  • Juan Rulfo (2003)

  • Manuel Rojas (2012)

  • Casino da Póvoa (2012)

  • Jabuti (2014)

  • Machado de Assis (2015)

Leia também: Carolina Maria de Jesus – uma das primeiras autoras negras publicadas no Brasil

Características literárias de Rubem Fonseca

As obras de Rubem Fonseca fazem parte da literatura contemporânea brasileira e apresentam:

  • Linguagem coloquial

  • Relato objetivo

  • Violência urbana

  • Temática policial

  • Narrativa realista

  • Ação e suspense

  • Corrupção das elites

  • Brutalidade humana

  • Hipocrisia social

  • Abuso de poder

  • Vazio existencial

  • Humor e ironia

  • Sexo explícito

  • Desigualdade social

Obras de Rubem Fonseca

Capa do livro “Feliz Ano Novo”, de Rubem Fonseca, publicado com o selo Nova Fronteira.[1]
Capa do livro “Feliz Ano Novo”, de Rubem Fonseca, publicado com o selo Nova Fronteira.[1]

Romances

  • O caso Morel (1973)

  • A grande arte (1983)

  • Bufo & Spallanzani (1986)

  • Vastas emoções e pensamentos imperfeitos (1988)

  • Agosto (1990)

  • O selvagem da ópera (1994)

  • E do meio do mundo prostituto só amores guardei ao meu charuto (1997)

  • O doente Molière (2000)

  • Diário de um fescenino (2003)

  • Mandrake, a Bíblia e a bengala (2005)

  • O seminarista (2009)

  • José (2011)

Contos

  • Os prisioneiros (1963)

  • A coleira do cão (1965)

  • Lúcia McCartney (1969).

  • O homem de fevereiro ou março (1973)

  • Feliz Ano Novo (1975)

  • O cobrador (1979)

  • Romance negro e outras histórias (1992)

  • O buraco na parede (1995)

  • Histórias de amor (1997)

  • A confraria dos espadas (1998)

  • Secreções, excreções e desatinos (2001)

  • Pequenas criaturas (2002)

  • Ela e outras mulheres (2006)

  • Axilas e outras histórias indecorosas (2011)

  • Amálgama (2013)

  • Histórias curtas (2015)

  • Calibre 22 (2017)

  • Carne crua (2018)

Crônicas

  • O romance morreu (2007)

Roteiro de cinema

  • Stelinha (1990)

Crédito das imagens

[1] Ediouro (reprodução)

Publicado por Warley Souza

Artigos Relacionados

Ariano Suassuna
A arte como vocação, missão e festa: Conheça a vida e a obra do escritor e dramaturgo Ariano Suassuna.
Caio Fernando Abreu
Clique aqui e saiba quem foi o escritor brasileiro Caio Fernando Abreu. Conheça as principais características de suas obras.
Carolina Maria de Jesus
Saiba mais sobre Carolina Maria de Jesus, importante escritora negra brasileira. Veja detalhes de sua obra, traduzida para diversos idiomas e publicada em 43 países.
Charles Bukowski
Saiba quem é o escritor estado-unidense Charles Bukowski. Descubra quais são as principais características de suas obras. E conheça algumas frases desse autor.
Clarice Lispector
Confira aqui tudo sobre Clarice Lispector, uma das principais autoras brasileiras do século XX, como obras, frases, biografia e principais características.
José Saramago
Saiba mais sobre a vida e a obra de José Saramago: os livros que publicou, os adaptados para o cinema, as características de sua literatura e algumas frases famosas.
João Guimarães Rosa
Veja quem foi João Guimarães Rosa. Conheça suas obras e suas características de estilo. Leia poemas e frases do autor.
Luis Fernando Verissimo
Clique aqui e saiba detalhes sobre a vida de Luis Fernando Verissimo, o escritor considerado um dos maiores cronistas e cartunistas brasileiros.
Marina Colasanti
Leia a biografia de Marina Colasanti, uma das maiores escritoras brasileiras de contos, crônicas e romances infantojuvenis e adultos.
Moacyr Scliar
"Uma bela história ou um belo poema melhoram nossa vida". Conheça a vida e a obra de Moacyr Scliar.
video icon
Texto" Matemática do Zero | Polígonos regulares e irregulares" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Polígonos regulares e irregulares
Nessa aula veremos o que é um polígono, nomenclaruta de um polígono e como classificá-lo em regular e irregular.