Whatsapp icon Whatsapp

Arroz preto: confira sua composição

Quais as vantagens desse arroz?
Quais as vantagens desse arroz?
Para sugerir a troca do consagrado arroz branco pelo nada sugestivo arroz preto teremos que apresentar bons argumentos, acompanhe então a análise comparativa da composição do arroz preto e do integral.

Comecemos pela quantidade (em gramas) de vitaminas B1 de ambos os tipos:

Arroz preto: 0, 34 mg
Arroz integral: 0,26 mg

Como vemos, o arroz preto é mais vitaminado. Essa característica torna o alimento essencial para a transformação de açúcar em energia e ainda auxilia no funcionamento dos sistemas cardiovascular e nervoso.

No quesito proteínas, o arroz preto também leva a vantagem, neste caso é uma boa pedida para os vegetarianos, já que não consomem a maior fonte da substância (carne). A quantidade de proteínas do arroz preto é de 9.8 g contra 7, 3 g presentes no arroz integral.

Agora uma má notícia para os gordinhos, em se tratando da quantidade de gorduras, o arroz preto também sai na frente, o que não é nada apreciável para aqueles que desejam perder peso. Por outro lado, para as mulheres que precisam realizar a reposição hormonal, a gordura presente nos alimentos não pode faltar, então compare:

Arroz preto: 2 g
Arroz integral: 1,9 g

Não podíamos nos esquecer do Magnésio (Mg), o mineral responsável pela fixação de cálcio nos ossos. Neste caso não restam dúvidas, o arroz preto dispara na frente.

Arroz preto: 190 mg de Mg
Arroz integral: 110 mg de Mg

*Nota: A análise foi feita para uma proporção de 100 gramas de cada tipo de arroz.

Diante das vantagens expostas, é hora de repensar a cor do cereal presente em sua alimentação diária: preto ou branco? A sua saúde opta pela melhor escolha
Publicado por Líria Alves de Souza

Artigos Relacionados

Propriedades do leite
Existem propriedades no leite que são essenciais para os mamíferos. Clique e entenda!
Toxinas em alimentos de origem vegetal
Toxinas vegetais, solaninaesteróide, glicoalcalóide, alimentos de origem vegetal, planta venenosa beladona, enzima acetilcolinesterase, componente-chave do sistema nervoso, cassava, cianeto de hidrogênio, condição neurológica degenerativa, mandioca, metabolismo do iodo, bócio, ingestão de iodo.
“Alhoterapia”: qual o princípio?
Alhoterapia, dissulfeto de dipropenila, prevenir doenças cardíacas, alho contra o câncer de colo de útero e gástrico, Alimento para diminuir os níveis de colesterol, princípios terapêuticos da ingestão de alho.