Whatsapp icon Whatsapp

Demanda Química de Oxigênio

A Demanda Química de Oxigênio, identificada pela sigla DQO, é um parâmetro indispensável nos estudos de caracterização de esgotos sanitários e de efluentes industriais, ela avalia a quantidade de oxigênio dissolvido (OD) consumido em meio ácido que leva à degradação de matéria orgânica.

A análise dos valores de DQO em efluentes e em águas de superfície é uma das mais expressivas para determinação do grau de poluição da água, esta análise reflete a quantidade total de componentes oxidáveis, seja carbono ou hidrogênio de hidrocarbonetos, nitrogênio (de proteínas, por exemplo), ou enxofre e fósforo de detergentes.

A DQO pode ser considerada como um processo de oxidação química, onde se emprega o dicromato de potássio (K2Cr2O7). Neste processo, o carbono orgânico de um carboidrato, por exemplo, é convertido em gás carbônico e água.

Sabe-se que o poder de oxidação do dicromato de potássio é maior do que o que resulta mediante a ação de microrganismos. A resistência de substâncias aos ataques biológicos levou à necessidade de fazer uso de produtos químicos, sendo a matéria orgânica neste caso oxidada mediante um oxidante químico. É justamente aí que a DQO se diferencia da Demanda Bioquímica de Oxigênio (DBO), onde é medida a quantidade de oxigênio necessária para ocorrer a oxidação da matéria orgânica biodegradável, ou seja, na DBO não é necessário fazer uso de produtos químicos.

A DQO é muito útil quando utilizada juntamente com a DBO para observar a biodegradabilidade de despejos. O método químico é mais rápido que o da DBO, tem duração de 2 a 3 horas enquanto que o outro equivale ao tempo de cinco dias.

Publicado por Líria Alves de Souza

Artigos Relacionados

Atenção para esse símbolo em produtos de limpeza.
Acidentes caseiros com produtos químicos
Como prevenir intoxicações dentro de sua casa.
A dioxina é tóxica e pode se acumular no meio ambiente de diversas formas, como nos ovos dos animais
Dioxina
Entenda o que é uma dioxina, como ela é produzida e os malefícios que causa ao meio ambiente e à nossa saúde.
A energia eólica e a energia solar são exemplos de fontes de energia limpa
Energia Limpa
Entenda o que é considerada uma fonte de energia limpa e veja exemplos de como elas são implantadas, as suas vantagens e desvantagens.
Fertilizantes: benefícios para as plantas, mas, e nós?
Fertilizantes químicos e poluição
Quais as consequências da agricultura mal planejada.
Oxigênio dissolvido da água
Saiba por que ele é essencial à sobrevivência dos peixes.
As baterias de celulares ameaçam o futuro da humanidade.
Pilhas e baterias usadas: perigoso lixo tóxico
Aparelhos eletroeletrônicos, pilhas alcalinas, botão de mercúrio, pilhas de níquel-cádmio, baterias de chumbo, mercúrio, chumbo, cádmio, metais altamente tóxicos, bioacumulativos, resíduos domésticos perigosos, aterros sanitários.
Toda chuva possui materiais poluentes
Podemos tomar água da chuva?
Podemos tomar a água da chuva? Descubra essa resposta e aprenda quais são os materiais ou substâncias que caem do céu com a água. Entenda como a presença de veículos e indústrias nas cidades interfere na composição da água da chuva e conheça quais são as substâncias e as reações químicas que ocorrem nesse fenômeno.
Enxofre: elemento que evita a incidência da radiação solar.
Soluções para o meio ambiente
Como diminuir os índices de CO2 utilizando elementos químicos.
video icon
Química
Funções orgânicas: Éster
Os ésteres são compostos orgânicos que derivam do ácido carboxílico pela substituição do hidrogênio da carboxila por um radical orgânico. São largamente utilizados e caracterizados pelos aromas.

Outras matérias

Biologia
Matemática
Geografia
Física
Vídeos
video icon
Videoaula Brasil Escola
Inglês
Genitive Case
É hora de aperfeiçoar sua gramática na Língua Inglesa. Assista!
video icon
Videoaula Brasil Escola
Sociologia
Democracia racial
Você sabe o que significa democracia racial? Clique e nós te ensinamos!
video icon
Tigres Asiáticos
Geografia
Tigres Asiáticos
Assista à nossa videoaula sobre os Tigres Asiáticos, e conheça as razões do desenvolvimento rápido desses territórios.