Tipos de Reações Orgânicas

No fim do século XIX, as substâncias utilizadas no tratamento de doenças, na fabricação de produtos de limpeza e perfumes, só podiam ser encontradas em seus estados naturais. O desenvolvimento da Química Orgânica possibilitou a determinação das estruturas dos compostos presentes nesses produtos.

Esta evolução é devido a pesquisas e produção de inúmeras substâncias por reações feitas em laboratório. Os químicos reconhecem o composto e tentam produzi-lo por meio de reações orgânicas. É economicamente viável, pois é mais barato e mais fácil sintetizar uma substância do que extraí-la de uma fonte natural. Exemplo: a vitamina C pode ser obtida de fontes naturais ou pode ser produzida em laboratório, e sua composição é a mesma em ambos os casos.

As reações orgânicas podem ser classificadas de diversas maneiras, a mais comum é a que diferencia reações de adição, substituição e eliminação.

Reações de adição: correspondem às reações que tem uma configuração característica de hidrocarbonetos insaturados, como os alcenos, alcinos e dienos. Na reação por adição, há a junção de duas ou mais moléculas provocando a origem de unicamente um produto. Veja o exemplo:


Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)
Reações de substituição: um átomo ou grupo de átomos é substituído por um radical do outro reagente, ou seja, ocorre na molécula a troca de um ligante.

Reações de eliminação: os átomos na molécula do reagente orgânico diminuem, daí o nome da reação: eliminação. Nesse tipo de reação, ocorre a saída de ligantes de uma molécula sem que aconteça a substituição desses ligantes por outros.
Vitamina C: produzida em laboratório.
Vitamina C: produzida em laboratório.
Publicado por: Eduardo de Freitas
Assista às nossas videoaulas
Assuntos relacionados
Mecanismos de reações orgânicas
Acompanhe as etapas de reação em compostos orgânicos.
O clorobenzeno, obtido por meio de uma reação de halogenação, é usado na fabricação de pesticidas, como o DDT,  que combate a malária
Reação Orgânica de Halogenação
Dúvidas a respeito de reações orgânicas de halogenação? Nesse texto você verá uma explicação detalhada que poderá ajudá-lo.
O nitrobenzeno é um composto obtido por reação de substituição no benzeno
Reações de substituição no benzeno
Clique e conheça todas as reações de substituição no benzeno, bem como os produtos formados e as condições para que essas reações químicas possam ocorrer.
O clorometano é um composto obtido na halogenação de alcanos e é utilizado na produção de polímeros de silicone
Halogenação de alcanos
Clique e conheça a reação orgânica de halogenação de alcanos e compreenda como ocorre esse processo e quais são seus possíveis produtos.
A insulina é formada pela ligação peptídica entre vários aminoácidos
Ligação peptídica
Clique e saiba todas as particularidades da ligação peptídica, interação entre dois ou mais aminoácidos que resulta na formação das proteínas.
A regra de Markovnikov é explicada pela formação de um carbocátion mais estável, com uma energia de ativação menor, que produz o produto principal
Explicação Teórica da Regra de Markovnikov
A explicação teórica da regra de Markovnikov é dada pela formação do carbocátion mais estável no estado intermediário da reação.
Siegmund Gabriel, criador da Síntese de Gabriel, método utilizado para produzir aminas primárias em laboratório
Métodos de obtenção das aminas
Veja os três métodos usados em laboratório para a obtenção das aminas, compostos orgânicos de grande importância industrial.