Comunicação

Para que haja comunicação, alguns elementos são essenciais. Muitas vezes não os notamos, mas cada vez que estabelecemos contato com alguém de alguma forma, eles estão presentes.

Veja cada um e sua função, separadamente:

Emissor – é aquele que emite, ou seja, que pronuncia ou envia uma mensagem. Também é chamado de remetente.

Receptor – é aquele que recebe a mensagem enviada pelo emissor. Como a mensagem é destinada a ele, também é chamado de destinatário, denominação comum em envelopes de correios.

Mensagem – é o conteúdo que é expedido, enviado.

Código – o modo como a mensagem é transmitida (escrita, fala, gestos, etc.)

Canal – é a fonte de transmissão da mensagem (revista, livro, jornal, rádio, TV, ar, etc.)

Contexto – situação que envolve emissor e receptor

Agora, você terá como identificar cada um dos elementos nos mais variados atos comunicativos. Irá percebê-los toda vez que ler uma revista ou jornal, na conversa com um amigo, quando assistir um canal de TV ou quando ouvir uma música no rádio.

É importante saber os elementos envolvidos na comunicação, pois dessa forma você consegue saber, por exemplo, que tipo de linguagem o emissor está usando, conforme o canal utilizado ou que tipo de texto um emissor escolheu para falar de determinado contexto e o porquê desta escolha. Quem reflete sobre isso, tem mais capacidade de desenvolver seu lado crítico. Pois se o indivíduo sabe a origem da comunicação (emissor), o público-alvo (receptor), o conteúdo e a linguagem utilizada (mensagem e código), conseguirá relacionar essas informações com o objetivo do ato comunicativo dentro do contexto, da situação vivenciada no momento!

Então, quanto mais se comunicar, mais reflexivo e crítico (construtivista) se tornará! E é fácil: é necessário apenas que você usufrua dos subsídios comunicativos apontados acima!

Importante: ser crítico é diferente de ser opiniático. O primeiro tem uma posição formada a partir de leituras diferentes e da reflexão sobre elas. O segundo apenas emite sua opinião sem muito pudores.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Veja mais!

Como produzir um bom texto? - Dicas para produção de um texto claro, objetivo e coerente!

Publicado por: Sabrina Vilarinho
Assuntos relacionados
Os diversos níveis de linguagem permitem que os falantes comuniquem-se
Níveis de linguagem
Leia este artigo para conhecer os níveis de linguagem a partir dos quais podemos nos comunicar verbalmente com outras pessoas.
Conhecer os elementos textuais é indispensável para desenvolver uma boa redação em concursos e vestibulares
Redação em concursos e vestibulares
Redação em concursos e vestibulares: Clique e conheça uma seção inteiramente dedicada ao estudo dos elementos textuais da língua portuguesa.
Consideram-se como fator de textualidade todos os princípios a que deve atender uma dada circunstância comunicativa
Textualidade
Texto claro, preciso... Textualidade? Compreenda todos os aspectos, bem como a importância desse quesito, clicando nesta subseção!
Os gêneros textuais jornalísticos se revestem de características linguísticas específicas
Gêneros textuais jornalísticos
Gêneros textuais jornalísticos? Aqui, somente aqui, você os encontra e conhece todas as particularidades linguísticas que os norteiam!
Os gêneros textuais também se manifestam na pesquisa
Gêneros textuais que se manifestam na pesquisa
Em se tratando da pesquisa, sabia que existem muito gêneros textuais que a ela se integram? Não? Clique e confira!
A função poética pode ser encontrada nos textos literários e também nas artes plásticas
Função poética
As diferentes funções da linguagem: Conheça a subjetividade e a beleza encontradas na função poética.
Na função metalinguística, a mensagem está centrada no código, seja ele linguístico ou extralinguístico
Função metalinguística
A mensagem e o código: Saiba mais sobre a função metalinguística da linguagem.
A função conativa figura entre as seis funções da linguagem e é encontrada na publicidade e em outros gêneros cujo discurso esteja focado no receptor
Função conativa
Entenda as entrelinhas do discurso: Saiba quais são as principais características da função conativa da linguagem.
A função emotiva apresenta marcas gramaticais que podem facilitar seu reconhecimento. Entre elas, o uso dos verbos e pronomes na primeira pessoa
Função emotiva
Lirismo, subjetividade e expressividade: Conheça as principais características da função emotiva da linguagem.
A função fática está presente nas conversas ao telefone, nas conversas de elevador e até mesmo quando não há nada importante para dizer
Função fática
Linguagem, comunicação e sociedade: Saiba mais sobre a importância da função fática para a criação dos vínculos sociais.
Os elementos da comunicação estão relacionados com as funções da linguagem, seja ela escrita ou oral
Elementos da comunicação e as funções da linguagem
Os elementos da comunicação estão relacionados com as funções da linguagem. Nenhum ato de fala é desprovido de ambos os conceitos.
Para escrever um bom texto, é preciso compreender as condições de produção, fazer um bom planejamento e a revisão final
Cinco passos para escrever um bom texto dissertativo
Neste artigo você vai aprender cinco passos para escrever um bom texto dissertativo. Aprimore a sua escrita com as nossas dicas!
Para ler é necessário uma postura correta!
Postura correta para ler
Saiba qual é a posição que você deve ficar quando vai ler!
Os gêneros textuais também se manifestam no que diz respeito à oralidade e à cidadania
Gêneros textuais ligados à oralidade e à cidadania
Uma subseção que aborda acerca dos gêneros textuais ligados à oralidade e à cidadania? Só clicando para ver!
Os textos descritivos se caracterizam como uma espécie de fotografia verbalizada
Textos descritivos
Interaja-se com todas as novidades que aqui se encontram preparadas para você, fazendo-o(a) conhecer acerca dos textos descritivos!