Whatsapp icon Whatsapp

Mona Lisa

Mona Lisa é uma pintura que foi produzida pelo artista renascentista Leonardo da Vinci no começo do século XVI. Atualmente, está exposta no Museu do Louvre, na França.
“Mona Lisa”, a obra mais famosa de Leonardo da Vinci.
Mona Lisa é uma obra de Leonardo da Vinci que está exposta no Louvre, localizado na França.

Mona Lisa é a obra de arte mais conhecida do artista renascentista Leonardo da Vinci. Essa pintura foi produzida entre os anos de 1503 e 1506, durante a estadia de da Vinci pela cidade de Florença, na Itália. Posteriormente, o pintor levou o quadro para a França, vendendo-a para Francisco I, rei francês.

Mona Lisa é uma das obras de artes mais conhecidas da humanidade, sendo alvo de uma série de paródias, tamanha sua popularidade. Até o começo do século XX, a Mona Lisa não era das obras mais populares em exposição no Louvre, mas sua popularidade se multiplicou depois de ter sido roubada por um italiano em 1911 e recuperada dois anos depois.

Leia também: Tarsila do Amaral — a pintora modernista que mais teve destaque no Brasil

Resumo sobre Mona Lisa

  • Mona Lisa é uma das pinturas mais famosas da história e o trabalho mais conhecido do renascentista Leonardo da Vinci.

  • Foi produzida por Leonardo da Vinci em Florença entre os anos de 1503 e 1506.

  • Existem três hipóteses sobre quem é a pessoa na pintura: Lisa del Giocondo, Isabel de Aragão ou o próprio da Vinci em roupas femininas.

  • Está exposta no Museu do Louvre, em Paris, na França.

  • Em 1911, Mona Lisa foi roubada por Vincenzo Peruggia, um antigo funcionário do Louvre. Foi recuperada em 1913.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Aspectos gerais da obra Mona Lisa

A Mona Lisa é uma das obras de arte mais famosas e mais valiosas da história. Essa pintura foi produzida por Leonardo da Vinci, um dos mais célebres artistas do período renascentista no começo do século XVI. Acredita-se que da Vinci começou a produzir a Mona Lisa em 1503 e a finalizou em 1506. A pintura foi produzida enquanto da Vinci esteve em Florença, na Itália.

Atualmente, a Mona Lisa fica exposta no Museu do Louvre, em Paris, na França, sendo visitada anualmente por milhões de pessoas. Essa obra de arte é um dos grandes ícones das artes no mundo e já foi reproduzida diversas vezes na cultura popular. Existem todos os tipos de paródia dessa obra de arte.

Além disso, a Mona Lisa já mobilizou inúmeros especialistas e estudiosos, que se debruçam nas características dessa obra, procurando entender cada detalhe. A pintura reproduz uma mulher da cintura para cima, sendo marcada por uma expressão misteriosa e por um sorriso tímido. Essa obra também é conhecida como La Gioconda, no italiano.

A obra tem cerca de 77 centímetros de altura por 53 centímetros de largura. Alguns anos depois de ter sido produzida, foi levada por da Vinci para a França, pois o artista havia sido contratado pelo rei Francisco I para trabalhar para ele. Lá, ele vendeu a obra para o rei francês. Ela passou a ser exposta em Fontainebleau e depois no Palácio de Versalhes, quando finalmente chegou ao Louvre.

Detalhes da obra Mona Lisa

A Mona Lisa retrata uma mulher com braços levemente cruzados, olhar sereno e um sorriso no rosto. Ao fundo, há uma paisagem natural marcada por algumas montanhas com neve em seu topo e um rio. Um detalhe interessante é que os tons e as ondas do cabelo da mulher retratada se misturam com a paisagem.

Os especialistas apontam que Leonardo da Vinci usou uma técnica chamada sfumato e apontam que ele foi um dos artistas que fez um uso aperfeiçoado dessa técnica. Por meio dela, o quadro ficou com um tom esfumaçado causado por efeitos de luz e sombra, que é percebido com clareza na paisagem ao fundo.

Além disso, especialistas que analisaram a obra destacam seu enquadramento, o efeito criado por da Vinci nos olhos de Mona Lisa que parece seguir aqueles que observam a pintura —, e muitos se dedicam a decifrar o sorriso de Mona Lisa. A maioria aponta que o sorriso de Mona Lisa na pintura expressa felicidade, mas a timidez do sorriso faz muitos questionarem essa hipótese.

Veja também: Piero della Francesca — uma obra de grande importância para o desenvolvimento do classicismo

Quem é a mulher retratada na obra Mona Lisa?

Um dos grandes debates acerca da Mona Lisa é o da identidade da mulher retratada na pintura. A teoria mais aceita é de que a mulher retratada é Lisa del Giocondo, esposa de Francesco del Giocondo, um rico comerciante e figura proeminente da sociedade florentina no começo do século XVI. Acredita-se que a pintura teria sido feita para celebrar o nascimento do segundo filho do casal.

O nome da obra, supostamente, seria uma referência a essa mulher — “Mona Lisa” se referiria a “madonna Lisa”. Madonna era uma maneira em italiano de mencionar educada e formalmente uma mulher. “La Gioconda” também seria uma referência a Lisa, esposa de Francesco del Giocondo.

Outra teoria aponta que a mulher da pintura seria Isabel de Aragão, duquesa de Milão, mulher para a qual Leonardo da Vinci teria trabalhado por algum período. Isabel de Aragão ficou conhecida por ser uma grande financiadora de artistas na época. Por fim, outra teoria aponta que a mulher da pintura seria um autorretrato de Leonardo da Vinci em roupas femininas.

Roubo da obra Mona Lisa

Turistas fotografando a “Mona Lisa”, obra mais famosa de Leonardo da Vinci, que está exposta no Museu do Louvre, na França.
Atualmente, a obra Mona Lisa está protegida por um vidro à prova de balas, no Museu do Louvre, na França. [1]

A pintura de Da Vinci ficou um tempo exposta em Fontainebleau e no Palácio de Versalhes antes de ser colocada em exposição no Louvre. Até o começo do século XX, a Mona Lisa não era uma das obras mais famosas do artista italiano e não tinha tanto destaque assim no museu francês.

Em 1911, a pintura Mona Lisa desapareceu do Museu do Louvre. A equipe de segurança só notou o desaparecimento da obra de arte mais de 24 horas depois, dando início a uma série de investigações que levaram até mesmo a um interrogatório a Pablo Picasso, que foi considerado suspeito de ter roubado a pintura.

Durante dois anos, a pintura permaneceu desaparecida, e a polícia não tinha pistas do autor do crime. Considerava-se que a pintura estava perdida, mas uma denúncia apontou que um italiano, em Florença, estava tentando vender o quadro de Da Vinci. A polícia então identificou que Vicenzo Peruggia, antigo funcionário do Louvre, estava realmente com a pintura, prendendo o italiano e recuperando a Mona Lisa.

Vicenzo Peruggia afirmou que havia roubado a obra de arte porque considerava que a pintura deveria retornar ao seu país de origem, alegando que a obra tinha sido roubada pelos franceses durante o período napoleônico — o que vimos que é falso, pois o próprio da Vinci levou a obra para a França e a vendeu para o rei francês. Peruggia foi condenado a um ano e meio de prisão.

Houve também tentativas de vandalismo a essa obra de arte, e algumas deixaram pequenas sequelas na pintura. Atualmente, um vidro à prova de balas protege a Mona Lisa no Museu do Louvre.

Crédito de imagem

[1] Resul Muslu / Shutterstock

Publicado por Daniel Neves Silva

Artigos Relacionados

Fases do Renascimento Italiano
Os distintos períodos que marcam o Renascimento na Itália.
Leonardo da Vinci
Clique aqui e saiba quem foi Leonardo da Vinci. Conheça sua história e suas obras e entenda qual é a sua importância como artista.
Pablo Picasso
Clique para saber detalhes da vida artística e pessoal de Pablo Picasso. Saiba como se iniciou a carreira de um dos maiores artistas que o mundo conheceu no século XX.
Renascimento
Aprenda mais sobre o Renascimento, movimento que valorizava o ser humano e suas capacidades, retornando aos ideias da Antiguidade greco-latina.