Whatsapp icon Whatsapp

Cromossomos

Os cromossomos são formados por longos fios de DNA associados a proteínas denominadas de histonas. Podem ser vistos no microscópio em células metafásicas.
Os cromossomos são fios de DNA associados a proteínas
Os cromossomos são fios de DNA associados a proteínas

Os cromossomos são longos fios de DNA associados a proteínas histonas em um arranjo complexo que pode ser visto no microscópio ótico em células na fase de metáfase da divisão celular. Essas estruturas ficam localizadas no núcleo e variam de uma espécie para outra. No homem, existem 46 cromossomos em cada célula somática.

Estrutura do cromossomo

Os cromossomos apresentam uma estrutura básica: uma molécula de DNA que apresenta porções enroladas em grãos formados por oito moléculas de uma proteína denominada de histona. Cada grão de histona com DNA enrolado recebe o nome de nucleossomo. Os nucleossomos próximos uns dos outros enrolam-se, formando uma espécie de mola, que é chamada de fibra cromossômica. Essa fibra associa-se a proteínas estruturais que garantem a sustentação, formando o cromonema. A condensação do cromonema leva à formação do cromossomo.

O cromossomo condensado apresenta uma região mais afilada denominada de centrômero, o local onde os microtúbulos prendem-se no momento da divisão celular. A posição dos centrômeros promove a divisão do cromossomo em duas partes: os braços cromossômicos. Assim sendo, um cromossomo simples possui dois braços e um centrômero.

Quando a célula prepara-se para a divisão celular, ocorre a duplicação dos cromossomos, originando uma estrutura idêntica que permanece conectada à outra pela proteína coesina. Essas cópias são chamadas de cromátides irmãs e continuam conectadas até o momento da divisão conhecido como anáfase.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Nas extremidades de cada cromossomo, há uma região denominada de telômero que protege o cromossomo da degradação, garantindo sua estabilidade estrutural.

Classificação dos cromossomos

Utilizando como base os braços cromossômicos, podemos classificar os cromossomos em quatro tipos:

  • Metacêntrico: O cromossomo apresenta seu centrômero localizado bem no centro, tendo, portanto, braços do mesmo tamanho.

  • Submetacêntrico: Os braços possuem tamanho desigual, mas o centrômero é pouco deslocado do centro.

  • Acrocêntrico: Os braços possuem tamanhos diferentes, pois um é bem maior que o outro em virtude do centrômero localizado perto de uma das extremidades.

  • Telocêntrico: Nesses casos, existe praticamente um único braço por causa da posição do centrômero, que se localiza bem na extremidade do cromossomo.

Cromossomos autossomos e cromossomos sexuais

Os cromossomos podem ser sexuais ou autossomos. Os cromossomos sexuais são os responsáveis pela determinação do sexo, e os autossomos ocorrem tanto em homens quanto em mulheres. A espécie humana apresenta 46 cromossomos, sendo 44 autossomos e dois sexuais. Na mulher, encontram-se dois cromossomos sexuais X; no homem, há um cromossomo X e outro Y.

Publicado por Vanessa Sardinha dos Santos

Artigos Relacionados

Alterações Cromossômicas
Síndromes ocasionadas por mutações cromossômicas.
DNA
Saiba mais sobre o DNA (ácido desoxirribonucleico), um ácido nucleico que garante a transmissão da informação genética de um indivíduo para outro.
Genes e cromossomos
Aprenda mais sobre genes e cromossomos, dois conceitos que são relacionados entre si e essenciais para a compreensão dessa parte da Biologia.
Genótipo e fenótipo
Você sabe diferenciar genótipo e fenótipo? Esses dois conceitos são fundamentais para a compreensão da genética. Clique aqui e aprenda mais sobre o tema.
Replicação do DNA
Um mecanismo de duplicação semiconservativa das informações genéticas.
Ácidos Nucleicos
Saiba mais sobre o ácido desoxirribonucleico (DNA) e o ácido ribonucleico (RNA).
video icon
Texto"Matemática do Zero | Semelhança de Triângulos" em fundo azul.
Matemática do Zero
Matemática do Zero | Semelhança de Triângulos
Nessa aula veremos que para dois triângulos serem semelhantes é necessário que os ângulos correspondentes sejam congruentes e os lados homólogos proporcionais. Para isso, basta analisar os seguintes casos de semelhança de triângulos: AA (Ângulo, Ângulo), LLL (Lado, Lado, Lado) e LAL(Lado, Ângulo, Lado).