Tartarugas marinhas

As tartarugas marinhas são répteis que apresentam carapaça e membros que se assemelham a nadadeiras, além de serem capazes de ficar grandes períodos de tempo submersas.

As tartarugas marinhas são répteis que apareceram em nosso planeta aproximadamente no Jurássico, sendo sua história muito antiga. Pertencem à Classe Reptilia, Ordem Testudines e Subordem Cryptodira e possuem membros que muito se assemelham a nadadeiras, auxiliando-as no momento do nado.

São animais que respiram através de pulmões, porém conseguem ficar grandes períodos dentro da água, “prendendo a respiração”. São seres que possuem uma ótima capacidade de orientar-se, destacando-se a habilidade da fêmea de localizar a praia onde nasceu para realizar a desova, único momento em que esse animal sai da água. No Brasil, a desova ocorre principalmente nos meses de setembro e março, para aquelas espécies de tartaruga que botam seus ovos no continente, e entre dezembro e maio, para aquelas que realizam o processo nas ilhas oceânicas.

As tartarugas marinhas reproduzem-se principalmente nas regiões tropicais, entretanto, são encontradas desde os trópicos até as regiões subpolares. Elas vivem em diferentes ambientes durante seu ciclo de vida, sendo, portanto, altamente migratórias. Todas são ovíparas e não cuidam de seus filhotes quando eles nascem, não possuindo, assim, cuidado parental.

As tartarugas marinhas apresentam uma alimentação variada, que muda de acordo com a espécie e com a idade. Elas alimentam-se principalmente de esponjas, cnidários, algas, plantas aquáticas, moluscos, crustáceos, peixes, entre outros seres, e servem de alimento para diversos tipos de animais tanto marinhos quanto terrestres. Elas são, portanto, importantes para a cadeia alimentar.

Existem no mundo apenas sete espécies de tartarugas marinhas, já, no Brasil, são encontradas apenas cinco. Infelizmente, todas estão ameaçadas de extinção. A ameaça é principalmente o homem, que polui os oceanos, destrói as áreas de desova e pesca esses animais. Além disso, elas também enfrentam sofrem as consequências das mudanças climáticas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Conheça a seguir as principais características das tartarugas marinhas ocorrentes no Brasil:

- Tartaruga-cabeçuda (Caretta caretta) – Possui carapaça com cinco placas laterais e justapostas, coloração marrom-amarelada e cabeça relativamente grande. Pode atingir até 136 cm de carapaça e mais de 100 kg.

- Tartaruga-verde (Chelonia mydas) – Possui carapaça formada por quatro pares de placas laterais e apresenta coloração verde, quando adulta, e marrom, quando jovem. Pode atingir até 143 cm de comprimento e peso de até 200 kg.

- Tartaruga-de-pente (Eretmochelys imbricata) – Possui carapaça com quatro placas laterais imbricadas e apresenta coloração marrom e amarela. Pode atingir até 114 cm de comprimento de carapaça e pesar até 150 kg.

- Tartaruga-de-couro (Dermochelys coriacea) – Possui carapaça de coloração preta, formada por pequenas placas ósseas que formam pregas, e apresenta em sua superfície uma fina camada de pele. Pode apresentar comprimento de até 182 cm e peso de até 700 kg.

- Tartaruga-de-oliva (Lepidochelys olivacea) – Possui carapaça formada por seis ou mais placas laterais e apresenta coloração acinzentada que escurece com a idade. Pode atingir até 82 cm de comprimento e pesar até 60 kg.

Importante: O Projeto Tamar, criado em 1980, é um grande projeto que luta a favor da preservação das tartarugas marinhas. Ele conta atualmente com 19 bases de pesquisa e conservação e 11 Centros de Visitantes espalhados pelo litoral brasileiro. Para conhecer mais, acesse o site, clicando aqui!

Existem no Brasil apenas cinco espécies de tartarugas marinhas
Existem no Brasil apenas cinco espécies de tartarugas marinhas
Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Assuntos relacionados
A temperatura é fator decisivo para a determinação do sexo dos répteis
Determinação do sexo dos répteis
Saiba aqui como ocorre a determinação do sexo dos répteis através da temperatura.
Os quelônios se caracterizam pela presença de carapaça
Quelônios
Conheça mais sobre a ordem dos quelônios, que abrange animais como tartarugas, cágados e jabutis.
Tartaruga-panqueca, pertencente à linhagem Cryptodira
Testudines
Animais sem dentes, com casco, com patas localizadas dentro das costelas, ovíparos e sem cuidado parental.