Tecido ósseo

O tecido ósseo é um tecido de sustentação responsável pela formação dos nossos ossos. É um tipo de tecido conjuntivo e apresenta como principal característica a presença de uma matriz extracelular calcificada. Basicamente, esse tecido é constituídos por células chamadas de osteoblastos, osteoclastos e osteócitos.

Esse tecido pode ser classificado de acordo com aspectos macroscópicos e microscópicos. Segundo os aspectos macroscópicos, o tecido ósseo pode ser do tipo compacto ou esponjoso; segundo os aspectos microscópicos, esse tecido pode ser classificado como tecido ósseo primário ou tecido ósseo secundário. Essas classificações ocorrem conforme critérios, como localização, aparência, grau de maturidade, organização etc.

Leia também: Tecidos humanos: epitelial, conjuntivo, muscular e nervoso

Características do tecido ósseo

O tecido ósseo é um tipo de tecido conjuntivo que apresenta como característica mais marcante sua resistência, que é obtida graças à presença de uma matriz extracelular rica em fosfato e cálcio. Esse tecido, apesar do que muitos pensam, não é um tecido morto, sendo encontrada uma série de células especializadas.

  • Matriz óssea

O tecido ósseo apresenta uma matriz extracelular (matriz óssea) bastante resistente. Essa matriz é rígida, pois é calcificada, entretanto, também apresenta uma certa elasticidade, uma vez que também possui fibras colágenas.

Não pare agora... Tem mais depois da publicidade ;)

Dizemos que a matriz óssea apresenta em sua composição uma porção orgânica e uma porção inorgânica. A porção orgânica é a porção em que há colágeno, principalmente, o chamado colágeno tipo I, e outras proteínas, como proteoglicanas. Já a parte inorgânica é formada, principalmente, por fosfato e cálcio, que formam cristais que se associam às fibras colágenas, proporcionando resistência e rigidez ao tecido. A matriz óssea que ainda não está calcificada recebe o nome de osteoide.

  • Células do tecido ósseo

No tecido ósseo, encontramos três tipos básicos de células: os osteoblastos, os osteócitos e os osteoclastos. Veja, a seguir, algumas das principais características dessas células:

O tecido ósseo apresenta células especializadas e uma matriz calcificada.
O tecido ósseo apresenta células especializadas e uma matriz calcificada.
  • Osteoblastos

Os osteoblastos são células que apresentam-se levemente alongadas ou cuboides e são mononucleadas. Essas células são responsáveis pela formação da matriz orgânica do tecido ósseo. São responsáveis também pela produção de duas proteínas não colágenas (osteonectina e osteocalcina) que estão relacionadas com a mineralização do osso.

A osteonectina é responsável por facilitar a deposição do cálcio, enquanto a osteocalcina é responsável por estimular a atividade do osteoblasto, controlando, desse modo, a mineralização. São os osteoblastos que darão origem aos osteócitos.

  • Osteócitos

Os osteócitos são osteoblastos que ficam aprisionados em lacunas formadas conforme essas células secretam a matriz. Cada lacuna apresenta apenas um osteócito. Os osteócitos são células bastante abundantes, sendo as células que mais ocorrem no tecido ósseo.

Essas células destacam-se por serem menores que os osteoblastos e por possuírem prolongamentos citoplasmáticos que passam pelo interior de canalículos e estendem-se até os prolongamentos de outros osteócitos ou até células de revestimento ósseo.

Os canalículos ósseos formam, portanto, uma complexa rede de comunicação, sendo eles responsáveis também por nutrir os osteócitos, que ficam presos na matriz, a qual não permite a difusão de substâncias. Os osteócitos não produzem matriz óssea, mas são fundamentais para a manutenção da matriz, uma vez que após sua morte ocorre a reabsorção da matriz.

  • Osteoclastos

Os osteoclastos são células responsáveis pela reabsorção óssea, por meio da desmineralização e degradação da matriz óssea. Essa célula destaca-se por ser grande, apresentar vários núcleos e apresentar mobilidade.

Veja também: Órgãos do corpo humano – estruturas formadas por um grupo de tecidos

Funções do tecido ósseo

O tecido ósseo é um tecido resistente que forma os ossos.
O tecido ósseo é um tecido resistente que forma os ossos.

O tecido ósseo é um tecido resistente que forma nossos ossos, sendo possível atribuir a ele uma série de funções importantes, como:

  • Reserva de cálcio e fósforo;

  • Proteção de órgãos internos;

  • Sustentação do corpo;

  • Com os músculos, garantem a movimentação do corpo.

Leia também: Esqueleto humano – estrutura formada por ossos e cartilagens

Classificação do tecido ósseo

O tecido ósseo pode ser classificado analisando-se os aspectos macroscópicos e os aspectos microscópicos. Analisando-se macroscopicamente, o tecido ósseo pode ser classificado em compacto e esponjoso. Já quando analisamos aspectos microscópicos, o tecido ósseo é classificado em primário e secundário.

  • Aspectos macroscópicos

Tecido ósseo compacto: O tecido ósseo compacto é aquele localizado na região mais periférica dos ossos. Ele não apresenta cavidades visíveis e destaca-se por ser denso e forte.

Tecido ósseo esponjoso: O tecido ósseo esponjoso destaca-se pela aparência esponjosa devido à presença de uma série de cavidades intercomunicantes.

  • Aspectos microscópicos

Tecido ósseo primário: O tecido ósseo primário, também chamado de tecido ósseo imaturo, é o tecido ósseo encontrado durante a vida embrionária do indivíduo ou no momento da reparação de uma fratura. As fibras de colágeno nesse tipo de tecido ósseo são dispostas de maneira aleatória e esse tecido apresenta menor quantidade de minerais.

Tecido ósseo secundário: O tecido ósseo secundário, também chamado de maduro, haversiano ou lamelar, apresenta fibras colágenas organizadas em lamelas paralelas ou concêntricas em torno dos chamados canais de Havers. O canal de Havers é um canal no qual passam vasos e nervos que se localiza no centro do sistema de Havers ou ósteon, que é um cilindro longo formado por várias lamelas concêntricas. Os canais de Havers são capazes de comunicar-se entre si, com a superfície do osso e com a cavidade medular do osso. Essa comunicação é possível graças à presença de canais de Volkmann, que atravessam as lamelas ósseas.

Publicado por: Vanessa Sardinha dos Santos
Artigo relacionado
Teste agora seus conhecimentos com os exercícios deste texto
Assista às nossas videoaulas
Lista de Exercícios

Questão 1

O tecido ósseo, apesar do que muitos pensam, é também um tecido vivo. Ele é composto por diferentes tipos celulares e uma matriz mineralizada. A respeito desse tecido, marque a alternativa incorreta:

a) Nutrientes e gases difundem-se pela matriz óssea.

b) Células especiais do tecido ósseo são responsáveis pela produção de matriz óssea.

c) Algumas células do tecido ósseo são capazes de destruir a matriz e reabsorvê-la.

d) O tecido ósseo é responsável por fornecer sustentação e proteção, além de auxiliar na movimentação do corpo.

e) Vasos sanguíneos são encontrados nas cavidades dos ossos.

Questão 2

Sabemos que o tecido ósseo apresenta diferentes tipos celulares que desempenham variadas funções. Dentre elas, podemos destacar os ____________, que são responsáveis pela produção da matriz óssea.

Marque a alternativa que indica corretamente o nome da célula que completa o espaço acima:

a) Osteócitos.

b) Osteoblastos.

c) Osteoclastos.

d) Endósteo.

Mais Questões
Assuntos relacionados
O tecido nervoso está relacionado com a percepção do meio interno e externo
Tecido nervoso
Saiba mais sobre o tecido nervoso, um tecido relacionado com a percepção do meio interno e externo e que possui como célula principal o neurônio.
O tecido cartilaginoso é um tipo de tecido conjuntivo
Tecido Conjuntivo
Compreenda o que é o tecido conjuntivo e conheça suas funções e tipos.
Na figura podemos observar as setas indicando os discos intercalares
Músculo estriado cardíaco
Clique aqui e saiba mais sobre o músculo estriado cardíaco, ou miocárdio.
A osteogênese imperfeita é chamada de doença dos ossos de vidro em razão da fragilidade dos ossos do portador
Osteogênese imperfeita
Saiba mais sobre a osteogênese imperfeita, uma doença genética também conhecida como doença dos ossos de vidro.
As fraturas podem ser definidas como uma ruptura do osso
Fraturas
Saiba mais sobre as fraturas, lesões que causam rompimento ou trincamento de um osso.
O tecido ósseo possui uma impressionante capacidade de cicatrização
Cicatrização de fraturas
Descubra como ocorre a cicatrização de fraturas e por que é fundamental procurar um médico após lesionar ossos.
O tecido epitelial apresenta células bastante unidas e pouco material extracelular
Tecidos humanos
Saiba mais sobre os diferentes tipos de tecidos humanos, isto é, o tecido epitelial, conjuntivo, muscular e nervoso!
O esqueleto humano é essencial para a nossa sobrevivência, garantindo, por exemplo, a proteção de órgãos internos.
Esqueleto humano
Amplie seus conhecimentos a respeito do corpo humano, uma estrutura formada por ossos e cartilagens que garante a sustentação do corpo. Veja aqui aspectos importantes, tais como quantos ossos constituem o esqueleto e a divisão em esqueleto axial e apendicular.
Os leucócitos formam verdadeiro exército contra os microrganismos causadores de doenças
Leucócitos: células que defendem nosso organismo
Clique aqui e saiba mais sobre os leucócitos, células responsáveis pela defesa do nosso organismo.
O corpo humano é uma máquina perfeita e formada por diferentes sistemas.
Corpo humano
Clique aqui e aprenda um pouco mais a respeito do corpo humano. Neste texto, falamos dos níveis de organização do corpo humano e da função de alguns órgãos nele presentes. Falamos ainda a respeito dos diferentes sistemas do corpo humano, os órgãos presentes nesses sistemas e suas funções.
Os membros inferiores são responsáveis pela nossa sustentação e equilíbrio
Ossos do membro inferior
Conheça os nomes dos ossos do membro inferior, tradicionalmente chamado de perna.
Cada membro superior humano é constituído de 32 ossos.
Ossos do membro superior
Saiba mais sobre como se organizam estes 31 ossos.